Páginas

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Você sabia que o comprimento dos dedos de suas mãos podem revelar coisas sobre sua personalidade?
Nesta foto três tipos de comprimento dos dedos: A, B e C.


















Confira os dedos e descubra o significado:
A) Diz-se que as pessoas em que o dedo anelar é mais longo do que o dedo indicador são muitas vezes bonitos e atraentes.
Irradiam charme e são irresistíveis. Eles são mais agressivos e decisivos e não têm nenhum problema em correr riscos. Os cientistas descobriram que as pessoas com dedos anelares mais longos ganham mais do que aqueles com dedos anelares mais curtos.

B) As pessoas com dedos anelares mais curtos do que os dedos indicadores têm grande confiança em si mesmos, podem até tornarem-se arrogantes.
Desfrutam da solidão e não gostam de ser perturbados nos seus tempos livres. Eles não são o tipo de pessoa de dar o primeiro passo quando se trata de relacionamentos, mas de aceitar e apreciar o cuidado que recebem.
C) Aqueles que o comprimento do dedo anelar e o dedo indicador são iguais, são amantes da paz, e sentem-se desconfortáveis quando estão em conflito.
Eles são pessoas organizadas e tentam se dar bem com todos, são pessoas que tendem a ser fieis num relacionamento cheio de ternura e carinho para com os seus parceiros.

Publicado Originalmente por: Luis Filipe Rodrigues
A MANEIRA COMO VOCÊ FECHA A SUA MÃO DIZ MUITO SOBRE A SUA PERSONALIDADE!

Provavelmente você nunca parou pra pensar e nem sequer reparou na maneira como você cerra os punhos quando está nervoso, estressado ou até mesmo frustrado com algo.
Você sabia que o seu jeito de fechar a mão tem tudo a ver com a pessoa que você é?
Faça o teste, feche a sua mão agora mesmo, compare com as imagens abaixo e descubra mais da sua personalidade:
Como os outros o vêem:
Essas pessoas têm um forte lado criativo, de raciocínio rápido e expressivo, embora muitas vezes sejam pessoas emocionais e reajam por reflexo. As pessoas com esta personalidade tem uma disposição pragmática e um talento especial para a arte. Elas podem ser muito cautelosas e, devido à sua natureza sensível, tendem a se preocupar muito. Eles são inteligentes, representam harmonia e justiça, mas também são boas em manipular as pessoas.
Como você é:
Na maioria das vezes você prefere manter a calma. Isto é devido à sua natureza amável, porque você prefere se segurar do que machucar alguém. Como regra geral, você é muito sociável. Tudo que você precisa é de um pouco de liberdade e espaço para viver seus sonhos.Você só quer alguns amigos muito próximos.
Apaixonado:
Você não é um fã de ter cenas dramáticas em sua vida. Portanto, você prefere um ambiente descontraído e confortável – e isso vale para seus relacionamentos também. Sua maior fraqueza é que você é tão compassivo. Mesmo que tenha sido profundamente magoado, você está sempre pronto a perdoar e esquecer
Como os outros o vêem:
As pessoas com este punho são criativas e talentosas. Com o seu encanto especial, rapidamente fazem amigos. Eles são generosos, inteligente e sua auto-confiança chama a atenção. O poder é muito importante para eles e eles estão dispostos a trabalhar duro para isso. Ao mesmo tempo, elas são consideradas pessoas muito flexíveis e atenciosas.
Como você é:
Você tem um coração sensível. Você gostaria de mergulhar em muitas coisas, mas estão sempre com medo de ser ferido. Isso é porque você tem expectativas muito altas e, ao mesmo tempo, um medo de perder. Você precisa de encorajamento. Não é preciso muito para fazê-lo feliz: você só precisa de pessoas à sua volta que te entendam e te amem como você é.
Apaixonado:
Você tende a adivinhar tudo e pensar muito. Isto significa que às vezes você se perde em memórias dolorosas que você simplesmente não pode deixar de ir. Principalmente você continuam hesitante, você quer alguém ao seu lado, mas você tem medo de realmente deixar alguém se aproximar. Porque você sente tanto amor, você tem medo de ser despejado. É por isso que você não quer aparecer como se estivesse implorando e agir muito mais frio do que você realmente é.
Como os outros o vêem:
Essas pessoas são sensíveis, têm uma enorme imaginação e muita intuição. São pessoas que gostam de ajudar e são muito generosas, têm sempre uma sensação de insegurança também. Elas são entusiasmadas, mas apenas sobre as coisas que se interessam. Por isso, elas também podem se tornar rapidamente impacientes porque colocam toda a sua energia em seus próprios interesses. Elas são naturalmente curiosas, aventureiras, e tem um bom senso de humor, onde muitas vezes podem rir de si também.
Como você é:
Você tem uma grande necessidade de segurança e sempre quer ser tratado com honestidade. Você gosta quando você é visto como uma pessoa real e gosta de se sentir aceito. Às vezes, você é muito gentil com seus pares e corre o risco de ser explorado. A coisa mais importante para você é que as pessoas sejam sinceras a você. E você percebe muito rapidamente se eles estão sendo ou não sinceras. Você sabe muito bem quem ou o quê é bom e ruim para você.
Apaixonado:
Você não é muito bom em expressar seus sentimentos verdadeiros. Você fala por meias palavras ou deixa assim subentendido. Isso não quer dizer que você não é honesto, mas sim que você não fala muito sobre seus sentimentos e tende a suprimi-los. Também não é verdade que você nunca está zangado, mas muitas vezes você coloca suas próprias necessidades em segundo plano. Você sempre trata os seus colegas bem, a palavra egoísta é desconhecida para você.
Publicado Originalmente em: Catraca Livre



AMAR NÃO É ACEITAR TUDO...

video
Uma das coisas que mais fiz como educador de meus filhos foi tirar o encanto da droga ilegal, para impedir ou dificultar que tivessem acesso a esse tipo de prazer – porque é óbvio que é prazeroso, senão ninguém iria atrás dele. Não é bom fazer uso dessas substâncias, não é encantador. Uma pessoa que usa droga é fraca, pois não detém força suficiente para se defender daquilo. Eu não sou forte quando me comporto como a manada.
Sou forte quando consigo ter uma conduta consciente, em que faço o que faço porque decido o que fazer. Não porque as outras pessoas também o estão fazendo. Esse comportamento mimético(que imita), simiesco(parecido com macacos), em relação a algumas práticas é sinal de fraqueza e de pusilanimidade (fraqueza de ânimo).
Aceita-se hoje, com a maior facilidade, o que chamo de ética da conveniência. “Bom é tudo aquilo que me favorece. O que não me favorece considero ruim”. Em vez de termos valores de conveniência que sejam sólidos, menos superficiais, portanto, menos cínicos, há uma hipocrisia que leva a esquecer que ética não é cosmética. Não é efeito de fachada.
Nessa hora, costumo lembrar um alerta valioso feito pelo Corpo de Bombeiros: nenhum incêndio começa grande, e sim com uma faísca, uma fagulha, um disparo. Isso se aplica ao campo da ética. O apodrecimento dos valores éticos positivos se inicia também com pequenos delitos, infrações, aceitações, conivências.
A expressão ‘o amor aceita tudo’ é absolutamente antiética e antipedagógica. A pessoa que seja capaz de amar é aquela que recusa aquilo que faz mal, por isso um pai e uma mãe não pode jamais dizer ao filho ‘é porque eu te amo, então tudo aceito’. É exatamente o inverso: porque eu te amo é que eu não quero que você use drogas ilegais; é porque eu te amo que eu quero que você seja decente; é porque te amo que eu não quero que você banalize a sua sexualidade livre e bonita; é porque eu te amo que eu quero que você tenha esforço na sua produção e é porque você me ama que eu quero que você, meu filho, minha filha, me adverte, também me apoia, também me corrija naquilo que eu estiver equivocado. Essa relação de cuidado mútuo, só nos faz crescer. Por isso esse exemplo do cotidiano tem que aparecer como sendo a recusa com qualquer situação. A ética do amor não é a ética da conveniência em que as coisas valem a partir de qualquer momento, mas uma ética que é capaz, também de dizer ‘não’ ao que tem que ser recusado.
Texto extraído do livro Educação, convivência e ética: audácia e esperança, Cortez Editora, 2015, páginas 76/77.

Mário Sergio Cortella
Ocorreu um erro neste gadget