Páginas

quarta-feira, 14 de maio de 2014

UM ENCONTRO COM VOCÊ...

Marque um encontro com você, mas por favor, desligue o celular.
Desligue a televisão, o seu computador e até o cérebro.
Procure reservar um tempo para conversar com você,
saber o que você deseja, o que precisa, o que te aflige.
Traçar metas, organizar os sonhos...

Parece tão fácil não é?
Mas, na verdade, com essa vida louca que levamos,
está cada vez mais difícil esse encontro pessoal.
Marcamos reuniões com tantas pessoas,
nos reunimos na empresa, marcamos presença nas aulas,
visitamos os parentes, ainda que pelo Skype,
mas não conseguimos falar com nós mesmos.

Assim, fugimos do encontro com a nossa razão,
e vivemos atropelados pela emoção.
Alias, um poço de emoções que vibra em nós,
e que quase sempre explode em doenças "nervosas".

Por isso é tão importante encontrar esse tempo,
marcar um encontro pessoal e intimo com essa pessoa tão importante,
tão difícil e tão merecedora de atenção que é você.

Pense nisso, e hoje, ainda hoje se possível,
converse com você, ainda que seja para dizer: eu te amo!
Dizer para o reflexo no espelho: conte comigo!

E entender que sem amor próprio não somos nada.
Pense nisso!

Paulo Roberto Gaefke

sexta-feira, 9 de maio de 2014

VENÇA O MEDO DE VENCER...

Seja o que for que esteja te atormentando nesse dia,
desperte para a realidade que apresenta tantas oportunidades,
ainda que seja a porta de saída do lugar onde você mora.
  • Não se aprisione nas mesmas ideias.
  • Não se feche nas mesmas desculpas.
  • Troque esses óculos da dor por lentes coloridas,
  • pela visão enriquecedora do amor.
Encha-se dessa certeza de que tudo passa,
de que tudo se transforma, e tudo é possível 
quando deixamos a estagnação das reclamações inúteis,
e nos movimentamos em direção aos nossos sonhos.

Pense grande!
Pense nas infinitas possibilidades que você tem hoje,
seja fazendo um pão de linguiça, ou um projeto inovador de decoração.
Quem sabe uma nova vacina, ou um método diferente de lavar o arroz.
  • Se é para fazer, faça bem-feito.
  • Se é para vencer, faça o seu melhor.
  • Se é para durar, faça com paixão.
  • Se é para mudar, use o bom senso e a razão.
A vida só respeita quem se valoriza e tem determinação.
Diga não para o medo de crescer e vencer.

Paulo Roberto Gaefke

NO AMOR NÃO TEM CESÁRIA...


Esse texto é uma pequena homenagem à uma série de casais amigos meus que terminaram seus namoros recentemente.

Uma vez alguém me disse que os homens nunca sentiriam dor pior que o parto, pois eu lhes digo, eu senti. A dor de amar, que pode ser sentida tanto por homens, quanto por mulheres, deve ser a pior que existe. No parto você pelo menos sabe que quando o bebê nascer a dor vai passar, mas no amor essa dor vai e volta, sem hora pra acabar. Pior ainda é que muitas vezes você nem quer esquecer a dor. Coloca logo um CD dos anos 80 e num ritual masoquista fica lembrando dos bons momentos com a(o) amada(o). É uma dor que te faz mal, mas que você não quer largar.

É horrível saber que a outra pessoa não te ama da mesma forma. Você sabe que ela não tem intenção de magoar, e que é apenas o seu jeito. O que é pior, pois sabe que ela nunca irá mudar. Você acaba querendo terminar tudo, mas ama tanto aquela pessoa, que acaba sem coragem! É triste constatar que você “não era tudo aquilo que ela tinha sonhado”.

Mas, a fila sempre anda! E tem tanta mulher aí, que eu garanto a qualquer um dos meus amigos: esse tipo de “coisa” nunca irá nos faltar! Hehe! A dor realmente vem, mas depois que passa não existe sensação mais pura de liberdade! Não existe mais aquela pressão, você não deve mais satisfação a ninguém. Então aproveitem porque esse período de liberdade não dura para sempre, como eu já disse uma vez: nós, homens, temos o terrível hábito de estarmos sempre nos engaiolando!

Israel Alves

FROZEN - Uma Aventura Congelante

segunda-feira, 5 de maio de 2014

HOJE É O AMANHÃ QUE ONTEM ME FEZ SOFRER...

"Jesus acrescentou: "Portanto eu lhes digo: não se preocupem com suas próprias vidas, quanto ao que comer; nem com seus próprios corpos, quanto ao que vestir.
A vida é mais importante do que a comida, e o corpo, mais do que as roupasLucas 12:22-23"

Hoje é o amanhã que ontem tanto me afligia 
e que estou vivendo e enfrentando como qualquer dia.
Percebi que apesar de tanta dificuldade, 
as vezes até com muita dor e sofrimento, 
o que mais me fez mal na verdade, foi a apreensão, 
aquele medo do que ainda nem existia e eu já imaginava como certo.

A dor e o sofrimento não são certezas na vida de ninguém.

Quantas vezes imaginamos dificuldades e encontramos facilidades.
E por outro lado, quantas provas você achou que seriam fáceis e foram super difíceis?
Por isso, o recado de hoje é bem simples: não sofra por antecipação.
Não fique projetando problemas para o amanhã.
Viva o hoje!

Cuide desse dia com carinho, busque o pão de hoje, faça o certo, 


evite atalhos perigosos, evite a mesquinharia, evite o mal.
Com certeza, o amanhã será menos atarefado e com menos dor,
para quem já aprendeu a semear esperança e cultivar o amor.

Paulo Roberto Gaefke

NAS MINHAS MÃOS...

Tenho, nas minhas mãos, dois caminhos duas decisões, mesmo quando tudo parece desabar

Cabe a mim decidir, entre rir ou chorar, entre ir ou ficar, entre desistir
ou lutar se o mar está revolto, posso ficar na praia ou sair para pescar e, talvez, nunca mais voltar tenho,  nas minhas mãos, o bem e o mal e entre eles poucos pensamentos

Um diz para fazer sem culpa, o outro pensa, reflete e pede para esperar tenho, nas minhas mãos, o bem e o mal e entre eles poucos pensamentos

Um diz para fazer sem culpa, o outro pensa, reflete e pede para esperar enquanto o mundo se perde em erros, posso me manter sereno, sem medo
porque tenho a chave da minha vida nas minhas mãos então, hoje, me sinto mais forte, pois atravessei os desertos da alma

Amei quem não me amou e deixei de lado quem muito me amava atravessei caminhos nem sempre floridos, que deixaram marcas profundas em mim

Mas amei e fui amado por isso, tenho nas minhas mãos bem mais que a vida

Tenho a dúvida e a certeza, a esperança e o medo, o desejo e a apatia, o trabalho e a preguiça e me dou o direito de errar sem me cobrar e acertar
sem me gabar porque descobri no caminho incerto da vida, que o mais importante é o decidir e decidi, de uma vez por todas ser simplesmente feliz

E esse caminho não tem volta

Paulo Roberto Gaefke
Ocorreu um erro neste gadget