Páginas

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

AUTOCRESCIMENTO...

Todos desejam crescer interiormente e poucos se permitem tal avanço.
Muitas vezes, atitudes benéficas são abortadas, atrasando constantemente uma nova consciência.


Liberdade de expressão é permitir-se o novo, é deixar para trás o que não faz parte do seu crescimento pessoal, é direcionar a sua atenção somente para o seu propósito de vida: evolução espiritual e o enobrecimento de seu ser.


Ser livre é romper as suas próprias barreiras, é permanecer atento às suas próprias atitudes, no sentido de determinar o bem-estar e o seu autocrescimento. Liberte-se de seus bloqueios, de seus medos, de suas aflições, sinta o amor em seu coração e permita-se bem viver o que está reservado ao seu destino.

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

ATIVIDADES...

Participe de algum programa social, um curso de pós-graduação ou aprenda uma língua estrangeira. Busque algo que seja NOVO para você e que o ajude a desenvolver capacidades que você considera deficitárias ou, ao contrário, algo que aprimore ainda mais os seus pontos fortes: atividades que estimulem seu espírito de equipe, liderança ou que aumente o seu contato com as pessoas, enfim, tudo o que pode e deve ser aplicado no seu dia-a-dia profissional.

ESTIPULE OBJETIVOS...

É fácil estipular objetivos para si mesmo. Ainda assim, eles não têm sentido se você não acredita que é capaz de alcançá-los.


Então, quando definir um objetivo, pense em todas as ações que podem levar ao seu objetivo. Melhor ainda: tome nota deles. Quanto maior for o número de objetivos de que você conseguir se lembrar, melhor.


Quando você começa a levar em consideração os detalhes envolvidos na conquista do seu objetivo, este se torna mais real e passa a estar ao seu alcance. Desenvolver uma lista de ações específicas permitirá mentalizar sua realização. Quando você começa a agir dessa forma, seu objetivo começa a tornar-se cada vez mais real para você.


Se você acredita que pode, você pode. E essa crença vem de um conjunto de ações claras e específicas que você pode ver-se realizando. Em sua mente, construa um caminho para esse objetivo. E então, comece a caminhar pela estrada do sucesso.

TUDO VAI BEM...

"Amado, desejo que te vá bem em todas as coisas, e que tenhas saúde, assim como bem vai a tua alma." III João 1.2


As vezes o propósito de Deus não é do jeito que a gente espera.

As vezes, Ele nos permite até chorar e ter que enfrentar a guerra.

A gente só precisa entender, Deus prova aqueles que são escolhidos.

Não pense que ele não te ama, mas é que Ele tem propósito contigo!
 Deus pode permitir o choro, mas depois consola.

Pode permitir a dor, mas depois Ele cura,

Pode permitir a prova mas a recompensa chega ao final.

Deus pode permitir a queda, mas depois levanta

Pode permitir a luta, mas depois Deus sempre chega com vitória.


A tua vida tá no controle de Deus

tua casa tá no controle de Deus

Suas promessas Deus tem guardado na palma da mão.
O teu futuro tá no controle de Deus
Tua história está no controle de Deus, te aquieta!
O Senhor está a contemplar a tua causa.

Seja lá qual for a situação que você enfrenta, tão somente creia!
Pois o Senhor se coloca de pé para pelejar por ti!


Deus te abençoe hoje e sempre

Creia no agir de Deus em sua vida.

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

COMO ACELERAR EM DIREÇÃO AO SEU DESEJO...

O que o impede de alcançar os grandes objetivos de sua vida?


Por onde eu começo quando os meus maiores objetivos parecem ser muito grandes ou parecem muito distantes?


Esta é uma ótima pergunta, além de ser muito comum...


Às vezes as pessoas olham para quem alcançou grandes objetivos e
pensam que seria muito difícil ou distante para elas mesmas alcançarem, e isso os impede de ir em busca do que realmente desejam...


A boa notícia é que existe uma solução para isto...


Vou lhe contar algo que aconteceu com um homem que estava buscando o seu sonho, e que tem relação com esta pergunta...


Um buscador saiu em uma jornada disposto a encontrar o segredo para alcançar grandes objetivos...


No caminho ele passou por um vilarejo...um vilarejo onde um homem muito forte conseguia levantar uma enorme vaca por cima dos ombros, para assombro dos seus espectadores...


Quando perguntado como que ele conseguia realizar tal proeza, ninguém soube responder. Eles diziam apenas: "Ele é só um homem forte"...


Mas o viajante-buscador sabia que havia algo mais e sentiu que precisava descobrir...


Então ele levou o homem para um canto e lhe perguntou o seu segredo...o seu exercício secreto, o nutriente secreto, ou a sua técnica secreta...


O homem respondeu "Eu tenho levantado esta vaca aqui todos os dias, no mesmo lugar, mas as pessoas não se importavam e nem davam bola, pois a vaca era só um bezerro e eles não achavam isto nada de tão extraordinário."


As pessoas sempre reparam e se lembram das grandes realizações, mas não reparam ou se lembram da persistência dos passos para se chegar até lá...


Se você quiser alcançar grandes objetivos, os pequenos passos são os mais importantes...


E é assim que as avalanches começam...


Foque em um pequeno passo de cada vez...


Sim, caso as grandes realizações lhe pareçam assustadoras e paralisantes, comece devagar...


Não há nenhuma tarefa complexa que não possa ser dividida em pequenos pedaços, passos simples de completar...


Se você deseja riqueza, dê um passo certo rumo a esta riqueza...
Se você deseja ter um ótimo relacionamento, foque em uma coisa certa que você pode fazer para melhorar as suas relações...
Se você quer emagrecer 10 quilos, foque em emagrecer o primeiro quilo...e depois mais um, e depois mais um...


Não subestime os pequenos passos, porque eles são tudo.


Inércia é uma Lei da Natureza. Não espere acelerar de 0 até 100km/h
em um piscar de olhos...


Então alimente a sua mente e seu subconsciente, comece a dar pequenos passos na direção certa...e antes que você se dê conta, você estará a toda
velocidade...e na direção certa, guiado pela sua mente e pensamentos manifestados em seu subconsciente...

domingo, 26 de fevereiro de 2012

A SÍNDROME DO SUPERMAN...

Talvez você não saiba, mas até o Superman tem uma fraqueza.
Sim. Ele não pode com a pedra de “kriptonita”.
Basta um pedacinho da pedra verde e ele cai que nem lesma.


E você ai… pagando de "super-super" e dizendo para os 4 cantos do mundo:
-Eu não to nem ai para a dor, para o problema, para a situação.
E lá no fundo, naquela “dobrinha” do coração que mamãe não apertou,
tem uma dor tenebrosa, daquelas de fazer palhaço chorar no picadeiro.


Mas, você não pode dar o braço a torcer!
Te ensinaram que “os fortes não choram”, ou que os “vitoriosos não recuam”.
Tudo besteira de almanaque de "autoajuda" furado.


Sabe aquele livro daquela solteirona encalhada que ensina como fisgar um homem?
Pois é, é a mesma coisa dessa filosofia barata que ensina a ficar firme, a engolir o choro, a não desabafar.


Filosofia que cria frustrados e perdedores, pois o reconhecer dos erros, o chorar, o arrepender-se é uma forma linda de extravasar a dor, a angústia e escolher novos caminhos.


É como um dia de chuva forte, daqueles que parece que vai lavar o mundo e que quando acaba, deixa aquele cheiro de limpeza no ar, de terra molhada e santificada, que logo vai gerar frutos.


Não queira ser o “superman”, ou a “super-mulher” que seja. Queira ser o herói anônimo que não precisa de máscara para esconder a sua identidade, apenas trabalha, segue, confia, ama, erra, tropeça, levanta e recomeça, sempre, ainda que com lágrimas nos olhos, pois as lágrimas do aflito de hoje podem ser a gota d’água bendita que semeia os campos da conquista de amanhã.


Eu acredito em você, e no seu poder de transformar.
Paulo Roberto Gaefke

NÃO TENHA MEDO DE AGIR!

Um dia você vai lembrar de hoje e se perguntar por que teve tanto medo de agir. Um dia você vai olhar para trás e se perguntar por que deixou que tantos pequenos contratempos lhe atingissem. Um dia você vai olhar para trás e se perguntar por que não foi um pouco mais disciplinado e focado.


Se pudesse olhar para trás daqui a dez anos, o que você lamentaria não ter feito? Se pudesse olhar para trás, o que consideraria importante do dia de hoje? Que oportunidades, que passam desapercebidas hoje, seriam evidentes no futuro?


Uma vida de real valor e significado é algo que se constrói com o tempo, não um prêmio que se ganha com sorte ou habilidade.O dia de hoje é uma oportunidade de construir a vida que você quer, uma oportunidade que não voltará. O futuro é imprevisível, mas uma coisa é certa: você jamais se arrependerá de dar o melhor de si a cada momento.

NADA PODE IMPEDIR VOCÊ DE SER FELIZ...

Se a felicidade já foi possível para você um dia, então, ser feliz agora também o é. Se a felicidade vai ser possível no futuro, também é possível ser feliz agora. Seja feliz com a pessoa que você é hoje.


Não, você ainda não é quem gostaria de ser. Mesmo assim, você tem todas as chances de se tornar a pessoa que quer ser. Você gostaria de perder a aventura de alcançar todo seu potencial? Claro que não!


Seja feliz por ter ainda muito a conquistar, pois é nesse processo que se experimenta a riqueza da vida. Se você ainda não tem certeza de qual caminho sua vida deve seguir, fique feliz por ter tantas possibilidades e divirta-se explorando-as. Se você está cheio de problemas e responsabilidades, fique feliz por ter a possibilidade de fazer diferente e fortaleça-se ultrapassando os obstáculos.


Nada pode impedir você de ser feliz. Ninguém pode afastar você da felicidade a não ser você mesmo. Seja feliz agora mesmo, porque você tem todos os motivos para isso.

sábado, 25 de fevereiro de 2012

PERGUNTAS...

Perguntei a um sábio,
a diferença que havia
entre amor e amizade,
ele me disse essa verdade...
O Amor é mais sensível,
a Amizade mais segura.
O Amor nos dá asas,
a Amizade o chão.
No Amor há mais carinho,
na Amizade compreensão.
O Amor é plantado
e com carinho cultivado,
a Amizade vem faceira,
e com troca de alegria e tristeza,
torna-se uma grande e querida
companheira.
Mas quando o Amor é sincero
ele vem com um grande amigo,
e quando a Amizade é concreta,
ela é cheia de amor e carinho.
Quando se tem um amigo
ou uma grande paixão,
ambos sentimentos coexistem
dentro do seu coração.


Veronica Shoffstall

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

A SAMAMBAIA E O BAMBU...

"ESPEREI com paciência no SENHOR, e ele se inclinou para mim, e ouviu o meu clamor." Salmos 40.1


Certo dia decidi dar-me por vencido, renunciei ao meu trabalho, às minhas relações, e à minha fé. Resolvi desistir até da minha vida.


Dirigi-me ao bosque para ter uma última conversa com Deus. “Deus," eu disse "Poderias dar-me uma boa razão para eu não entregar os pontos?”


Sua resposta me surpreendeu:


“Olha em redor Estás vendo a samambaia e o bambu?”


“Sim, estou vendo”, respondi.


"Pois bem. Quando eu semeei as samambaias e o bambus, cuidei deles muito bem. Não lhes deixei faltar luz e água.
A samambaia cresceu rapidamente, seu verde brilhante cobria o solo.
Porém, da semente do bambu nada saía.
Apesar disso, eu não desisti do bambu.
No segundo ano, a samambaia cresceu ainda mais brilhante e viçosa.
E, novamente, da semente do bambu, nada apareceu.
Mas, eu não desisti do bambu.
No terceiro ano, no quarto, a mesma coisa…
Mas, eu não desisti.
Mas… no quinto ano, um pequeno broto saiu da terra.
Aparentemente, em comparação com a samambaia, era muito pequeno, até insignificante.
Seis meses depois, o bambu cresceu mais de 50 metros de altura.
Ele ficara cinco anos afundando raízes.
Aquelas raízes o tornaram forte e lhe deram o necessário para sobreviver.
A nenhuma de minhas criaturas eu faria um desafio que elas não pudessem superar”


E olhando bem no meu íntimo, disse: Sabes que durante todo esse tempo em que vens lutando, na verdade estavas criando raízes? Eu jamais desistiria do bambu. Nunca desistiria de ti. Não te compares com outros. “O bambu foi criado com uma finalidade diferente da samambaia, mas ambos eram necessários para fazer do bosque um lugar bonito”. “Teu tempo vai chegar” disse-me Deus. “Crescerás muito!”


Quanto tenho de crescer? perguntei.


“Tão alto como o bambu” foi a resposta. E eu deduzi:


Tão alto quanto puder! Um escritor de nome Covey escreveu:


"Muitas coisas na vida pessoal e profissional são iguais ao bambu chinês. Você trabalha, investe tempo, esforço, faz tudo o que pode para nutrir seu crescimento, e às vezes não vê nada por semanas, meses ou anos. Mas se tiver paciência para continuar trabalhando, persistindo e nutrindo, o seu 5º ano chegará, e com ele virão um crescimento e mudanças que você jamais esperava."


O bambu chinês nos ensina que não devemos facilmente desistir de nossos projetos, de nossos sonhos...


Especialmente no nosso trabalho, (que é sempre um grande projeto em nossas vidas)


Devemos sempre lembrar do bambu chinês para não desistirmos facilmente diante das dificuldades que surgirão.


Procure cultivar sempre dois bons hábitos em sua vida: a Persistência e a Paciência, pois você merece alcançar todos os seus sonhos!


É preciso muita fibra para chegar às alturas e, ao mesmo tempo, muita flexibilidade para se curvar ao chão.


Nunca te arrependas de um dia de tua vida.
Os bons dias te dão felicidade.
Os maus te dão experiência.
Ambos são essenciais para a vida.

A felicidade te faz doce.

Os problemas te mantêm forte.

As penas te mantêm humano.

As quedas te mantêm humilde.

O bom êxito te mantém brilhante.

Mas, só Deus te mantém caminhando...

SEJA DIFERENTE E FAÇA A DIFERENÇA...

“Quem acende uma vela é o primeiro que se ilumina” - Teresinha Paiva


Quanto maior a escuridão ao seu redor, mais necessária será sua luz interior. Sempre que você estiver entre pessoas zangadas, ressentidas, desanimadas ou cínicas, é quando você pode fazer a grande diferença e se manter positivamente centrado.


Claro que não é fácil. Com frequência reagimos à negatividade sendo negativos também. Com isso, conseguimos apenas piorar a situação. Mas você tem a opção de não reagir. Você tem a opção de seguir seu próprio curso. Só porque as pessoas ao seu redor agem negativamente, não significa que você também deva agir dessa forma.


Quando todos ao seu redor estiverem frustrados e impacientes, esforce-se ao máximo para manter a calma e a compostura.
Quando todos ao seu redor estiverem zangados, esforce-se para ser a voz da razão e da compaixão.
Quando todos ao seu redor estiverem desanimados, ofereça a esperança.

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

O QUE REALMENTE IMPORTA...

Quando ficar irritado, frustrado ou impaciente, lembre-se do que é realmente importante na sua vida.


Pergunte-se se vale mesmo a pena gastar seu tempo e energia com tanto transtorno e frustração. Às vezes reagimos por força do hábito e nos irritamos com coisas que na realidade não têm importância. Este tipo de comportamento gasta uma energia enorme, que poderia ser direcionada para o que realmente importa.


Quando você começa um novo dia, antes de ser atropelado por prazos de entrega, "precisamos disso" e "queremos aquilo", reserve um momento para pensar no que é realmente importante para você.


Coloque tudo isso em perspectiva. Concentre-se no todo. Isso o ajudará a ir na direção certa.

SABER PEDIR!

Todos os dias fazemos mentalmente a construção do nosso futuro através de pensamentos positivos, codificados através de símbolos em nossa mente. Indiretamente, estamos pedindo ao Universo as energias positivas que irão construir a nossa felicidade. Para que isto ocorra com uma certa facilidade, é preciso ter uma regra básica: saber pedir!


Anote num pequeno de papel seus sete principais pedidos para a sua vida. Leia e releia todos os dias até gravar no seu consciente e inconsciente. É muito importante saber o porquê do pedido. Não adiante só pedir: é preciso ter fé, determinação e paciência para esperar o momento certo. Mas tem um detalhe: não peça somente coisas para você. Pense no que você irá pedir para os outros que estão à sua volta. Lembre-se: o universo é rico, generoso e abundante.

MAIS DO QUE ACREDITAR!

Se você acredita que algo é possível, tentará realizá-lo. Se você sabe que algo é possível, esse algo acontecerá.


Como alcançar um estado além de apenas acreditar, um estado de saber? Agindo.


Não existem atalhos. Não existem truques mentais ou tecnológicos. Arregace as mangas e ponha as mãos na massa. Em breve, você não apenas acreditará, como também saberá. Você pode acreditar que é capaz de correr uma maratona. Mas somente quando você acordar todo dia às 5:00 da manhã e se exercitar dia após dia que você saberá que é capaz de correr a maratona.


Como diz o ditado, “ver é acreditar”. Da mesma forma, fazer é saber. É ótimo acreditar nas possibilidades.


Você pode especular a respeito e imaginar toda sorte de coisas maravilhosas. Mas a ação é o que vai tornar todas essas coisas possíveis. Arregace as mangas e comece a agir. Assim você saberá o que é capaz de conquistar. E, sabendo disso, com absoluta certeza você fará com que as coisas aconteçam.

APRENDA COM A VIDA...

Tu encontrarás, sempre, no teu caminho alguém para a lição de que precisas. Aprende, mesmo que não queiras. Feliz é o que aprende.


Errar é humano, diz a sabedoria popular. Insistir no erro é obstinação. Aquele que reconhece o seu erro, está no caminho da perfeição. Reconhece o teu erro, mesmo que custe muito ao teu orgulho e vaidade.


Ajude a quem precisa e acredite. Aqueles que acreditam, caminham para a frente. Aqueles que duvidam, põem pedras e tropeços nos caminhos dos outros.


Que todos nós possamos aprender a viver melhor e a respeitar o próximo dentro dos seus limites.

DESENCARNAÇÃO...

A existência terrena é delimitada por dois extremos:
O nascimento e a morte.
O primeiro corresponde à chegada do Espírito no plano físico.
Os homens preocupam-se muito com esse instante.
Enxovais são preparados, quartos são arrumados, as famílias se engalanam para receber seus novos membros.

Isso é bom e correto, pois o ressurgimento na esfera carnal constitui uma bendita oportunidade de trabalho e progresso para aquele que nasce e para a família que o recebe.
Em geral, não se trata exatamente de um novo membro, mas de um antigo e querido companheiro de lutas que retorna.
Já o que se chama morte é o retorno do Espírito ao seu ambiente de origem.
Todo homem é um Espírito que habita temporariamente um corpo.
O organismo físico se desgasta, envelhece, adoece e morre.
Mas o Espírito vive e evolui para sempre.


A verdadeira pátria corresponde ao plano espiritual.
Toda existência terrena é eminentemente transitória.
Estranhamente, ao contrário do que se dá com o nascimento, em regra há pouco preparo para o fenômeno da morte, ou desencarnação, como chamamos.


Esse tema é envolto em tabus e fantasias, como se não fosse algo natural.
E constitui um fato inexorável.
Toda criatura, mais cedo ou mais tarde, verá seu corpo físico perecer.
Não há providência possível contra isso.
Por ser um fenômeno natural, deve ser tratado com naturalidade e calma.


Como todos morrerão um dia, nenhuma separação é definitiva.
O ente querido que morre apenas retorna antes ao verdadeiro lar.
Embora se trate de algo natural, isso não implica negar a sua gravidade.
Ao nascer, o Espírito traz uma programação de vida, voltada ao seu progresso e burilamento.
Ao término da existência, ele faz um balanço de seu comportamento, de suas vitórias e fracassos.
O momento do encontro com a própria consciência pode ser terrível ou maravilhoso.
Tudo depende do comportamento adotado durante a existência terrena.


O corpo físico amortece enormemente as percepções e os sentimentos do Espírito.
Após a desencarnação, tudo se torna muito mais vívido.
A alegria de um Espírito pelo dever bem cumprido possui uma intensidade inimaginável para quem permanece vinculado à matéria.
Mas também o remorso e a vergonha que experimenta por erros cometidos atingem proporções lancinantes.


A ingenuidade humana muitas vezes afirma que a pessoa descansa ou se liberta ao morrer.
Mas é difícil avaliar o que significa esse pretenso descanso para quem se permitiu semear dores e misérias na vida alheia.
Do mesmo modo, quem gastou o tempo enredando-se em vícios e maldades não experimenta qualquer libertação ao término da existência.


Quem morre não vai para o céu e nem para o inferno.
O céu e o inferno são estados de consciência, que cada qual cria para si com o próprio proceder.
A cada um conforme as suas obras, disse o Mestre Divino.
A lição é cristalina e não permite enganos.
O fenômeno da morte é natural, mas muito grave.
Ele constitui um momento de balanço, de aferição de méritos ou deméritos.


Assim, importa tratar do tema com serenidade e maturidade.
Não há qualquer milagre ou favor envolvido.
Para passar com tranquilidade por esse momento, importa viver reta e dignamente.


Pense nisso.


Redação do Momento Espírita, com base no cap. 30 do livro Para uso diário, do Espírito Joanes, psicografia de Raul Teixeira, ed. Fráter.

domingo, 19 de fevereiro de 2012

VALORIZE-SE E CRESÇA!

As coisas que você valoriza são as coisas que se tornam importantes em sua vida. Você dá valor, você cria valor com sua atenção, seus esforços, seu comprometimento.


Dê valor ao seu trabalho e ele se tornará mais valioso. Dê valor à sua casa e ela se tornará mais valiosa. Dê valor à sua vida, à sua família, à sua fé, ao seu corpo e à sua mente – e todos eles se tornarão mais valiosos.


Dê valor às suas idéias e elas se tornarão mais valiosas. Dê valor ao seu tempo e ele se tornará mais valioso. Dê valor ao seu dinheiro e ele se tornará mais valioso.


O valor das coisas não é determinado por uma etiqueta de preço. O valor de qualquer coisa é o valor que você dá a ela. Para o que você dá valor? O que você deseja que cresça e se torne abundante em sua vida? Entregue-se às coisas que você valoriza e elas certamente florescerão.

NUNCA PARE!

Às vezes o caminhar é lento, mas o importante é não parar. Mesmo um pequeno progresso é um avanço na direção certa. E qualquer um é capaz de fazer um pequeno progresso.


Se você não pode conquistar algo importante hoje, conquiste algo menor. Pequenos riachos se transformam em rios poderosos.


Continue em frente. O que de manhã parecia fora do alcance, pode ficar mais próximo à tarde se você continuar em frente. O tempo que usar trabalhando com paixão e intensidade aproximará você do seu objetivo.


É bem mais difícil começar de novo se você pára completamente. Então, continue em frente. Não desperdice a chance que você mesmo criou.


Existe algo que pode ser feito agora mesmo, ainda hoje. Pode não ser muito, mas fará com que você continue no jogo.


Caminhe rápido enquanto puder. Caminhe lentamente quando for preciso. Mas, seja o que for, continue andando.

E DEPOIS, SENHOR?

Um homem de negócios americano, no ancoradouro de uma aldeia da costa mexicana, observou um pequeno barco de pesca que atracava naquele momento, trazendo um único pescador. No barco, vários grandes atuns de barbatana amarela. O americano deu parabéns ao pescador pela qualidade dos peixes e lhe perguntou quanto tempo levara para pescá-los.


- Pouco tempo - respondeu o mexicano.


Em seguida, o americano perguntou por que ele não permanecia no mar mais tempo, o que lhe teria permitido uma pesca mais abundante. O mexicano respondeu que tinha o bastante para atender as necessidades imediatas de sua família.


O americano voltou à carga:


- Mas o que é que você faz com o resto de seu tempo?


O mexicano respondeu:


- Durmo até tarde, pesco um pouco, brinco com os meus filhos, tiro a sesta com minha mulher, Maria, vou todas as noites à aldeia, bebo um pouco de vinho e toco violão com meus amigos. Levo uma vida cheia e ocupada, senhor.


O americano assumiu um ar de pouco caso e disse:


- Eu sou formado em administração de empresas em Harvard e poderia ajudá-lo. Você deveria passar mais tempo pescando e, com o lucro, comprar um barco maior. Com a renda produzida pelo novo barco, poderia comprar vários outros. No fim, teria uma frota de barcos pesqueiros. Em vez de vender pescado a um intermediário, venderia diretamente à uma indústria processadora e, no fim, poderia ter sua própria indústria. Poderia controlar o produto, o processamento e a distribuição. Precisaria deixar esta pequena aldeia costeira de pescadores e mudar-se para a Cidade do México, em seguida para Los Angeles e, finalmente, para Nova York, de onde dirigiria sua empresa em expansão.


- Mas senhor, quanto tempo isso levaria? - perguntou o pescador.


- 15 ou 20 anos - respondeu o americano.


- E depois, senhor?


O americano riu, e disse que essa seria a melhor parte:


- Quando chegar a ocasião certa, você poderá abrir o capital de sua empresa ao público e ficar muito rico. Ganharia milhões.


- Milhões, senhor? E depois?


- Depois - explicou o americano - você se aposentaria. Mudaria para uma pequena aldeia costeira, onde dormiria até tarde, pescaria um pouco, brincaria com os seus netos, tiraria a sesta com a sua esposa, iria à aldeia todas as noites, onde poderia tomar vinho e tocar violão com os amigos...

ESTEJA ATENTO A SI MESMO...

E se tudo que você sempre quis estivesse bem à sua frente e ao seu alcance, e você nem se desse conta? E se você estivesse tão acostumado a pensar em seus limites e suas carências, que não conseguisse enxergar a magnífica opulência que o cerca?


E se todo dia fosse belo e você nem se desse conta?


E se você já estivesse a ponto de se tornar mesmo a pessoa que gostaria de ser e não percebesse? E se todos os problemas que você encontra lhe dessem a força e a determinação necessárias para transformá-los em oportunidades?


E se o dia de hoje acabasse antes de você decidir fazer dele o melhor?

A ORDEM DO AMOR...

Siga a ordem.
Afinal de contas, se você tentar amarrar o tênis antes de calçá-lo vai ficar mais difícil, não é mesmo?
Assim, não adianta levar a comida para a mesa se os pratos foram esquecidos.
Siga a ordem natural das coisas.
Primeiro a criança gatinha, depois anda.
Se fizer o contrário vai passar o resto da vida no chão.


No amor também é assim:
- primeiro você, depois o relacionamento.
Porque se você colocar a “pessoa amada” em primeiro plano,
se você se entregar “loucamente” a paixão,
se doar de vez ao que acredita ser “o amor da sua vida”,
com certeza vai se machucar.


E olha que certas dores emocionais, mesmo sob o olhar clínico,
são piores que as dores físicas.
Já vi gente sofrer muito mais com o fim de um relacionamento
que outra que caiu de uma moto ou foi atropelado…


Coloque ordem nas coisas.
Ame-se e aprenda a respeitar-se.
Quando nos amamos de verdade, não permitimos que o amor vire dor.


Vejo pessoas em relacionamentos sofridos…
Vejo mulheres ainda no namoro apanhando da “pessoa amada”(?}
Vejo homens assistindo horrorizados aos “barracos” da “pessoa amada”(?)
Vejo casais discutindo e com tantas ofensas que fico pensando:
- onde esta o amor desse casal?
Às vezes, na mesma sarjeta que a autoestima deles.


Amor só combina com dor, quando não podemos ajudar a pessoa amada.
Quando ela precisa de um transplante e não podemos doar.
Quando ela cai enferma e não podemos operar.
Quando ela perde um ente querido e não podemos consolar.
Mesmo assim, no caso dessas dores, o amor é solidário,
ajuda a superar.


Fora isso, amor com dor é MASOQUISMO.
Esta fora da ordem.
E a ordem é única e clara:
- Em caso de amor, primeiro você.


Só quem realmente se ama pode se doar sem se machucar.
Paulo Roberto Gaefke

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

SERÁ...

Tudo o que é, deixará de ser,
e tudo o que foi, já não importará mais.
Mas tudo o que será, depende de hoje,
da atitude que você vai tomar agora.


Por isso, não se importe com o que tem,
a falta disso ou daquilo te inspire a lutar,
pois na vida tudo é passageiro,
e mesmo a dor mais profunda,
não sobrevive a passagem dos dias,
e o que realmente conta,
são os dias de alegria,
momentos que você quer eternizar.


Portanto, vive em paz,
segue teu caminho conquistando
tesouros para a eternidade,
seja útil, solidário e fiel,
seja amigo, filho amoroso,
ame sem restrições, seja gentil,
e sempre que possível estenda as mãos.


A paz que você tem,
é a paz que você conquista,
é a união da verdade e do amor,
eternos parceiros do bem estar...


Seja você, na simplicidade do dia,
o próprio amor, que é simples,
por ser simplesmente tudo.


Seja o seu amor como rama,
que quanto mais se espalha,
mais cresce e se fortalece,
e ao chegar onde ninguém esperava,
seja a própria felicidade
que diz que o amor é o rio,
e você o barco que o conduz,
e onde você estiver, com amor,
será mais do que és,
serás a própria Luz.

Eu acredito em você.
Paulo Roberto Gaefke

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

PERCEPÇÃO E ATITUDE...

O que é difícil? O que é fácil? É apenas uma questão de percepção e atitude.


Seja qual for o trabalho a ser feito ou a tarefa a ser realizada, encare-os como um compromisso com a excelência. Em geral, isso só requer um esforço um pouco maior do que você normalmente faria.


Quando você está apenas fazendo um trabalho, este pode ser tedioso e difícil. No entanto, quando você o faz com excelência, mesmo que o esforço seja maior, ele não parece tão difícil. De fato, o que com freqüência torna o trabalho difícil é a relutância em fazê-lo.


Quando você encara seu trabalho como uma oportunidade de alcançar a excelência, ele se torna mais do que apenas um trabalho. Seja qual for a tarefa, ela é uma oportunidade para você se expressar e dar o seu melhor.


O fato é que existe trabalho a ser feito. E você tem uma escolha: pode encará-lo como uma irritação, e atormentar-se enquanto o faz, ou enxergá-lo como uma oportunidade de alcançar a excelência e sentir a satisfação de ter criado algo valioso.

CUIDADO COMA FRUSTRAÇÃO...

A frustração pode ser um círculo vicioso e descendente. Se você se frustra com o seu trabalho, este se torna ainda mais difícil, o que leva a mais frustração. Quando você se frustra com as ações de outras pessoas, suas atitudes freqüentemente reforçam o comportamento ofensivo delas, o que aumenta sua frustração.


Na frustração existe ressentimento, mas também o desejo de melhorar. Esqueça o ressentimento. Ele só serve para tornar a situação ainda pior. Em vez disso, concentre-se na motivação necessária para transformar essa situação em algo proveitoso.


Use a energia de sua frustração não para responder com raiva e ressentimento, mas para seguir em frente de maneira positiva. Não veja sua frustração como uma desculpa para sentir pena de si mesmo. Considere-a como uma forma de identificar oportunidades de crescimento em sua vida. Esforce-se para eliminar o ressentimento e a autopiedade da sua frustração, e ela se tornará uma força poderosa e positiva.

DICAS PARA EQUILIBRAR AS EMOÇÕES

1. Mesmo que você não siga nenhuma religião, entre uma igreja ou num templo vazio, sente-se e descanse curtindo a paz e o silêncio.


2. Escolha um guru e acredite nele.


3. Participe de um trabalho voluntário. ajudar a quem precisa dá sentido maior a vida.


4. Aprenda a rir de você mesmo(a).


5. Curta aquilo que você tem e não fique comprando posses.


6. Não repasse notícias ruins. Uma situação vira tragédia quando passada de boca em boca. Se ouvir informação triste, guarde para si.


7. Compartilhe suas incertezas. Ao escutar o que os outros têm a dizer as dúvidas se aclaram.


8. Preste atenção na intuição. Ser intuitivo é deixar o coração dar um pulinho no futuro e voltar rapidinho.


9. Não permita que sua vida gire em torno de um único tema. Investir energia em uma só coisa é correr risco de deixar de ter prazer em outras.


10. Seja seu maior fã. Você é poderoso, incrível, maravilhoso, perfeito, divino - o melhor.


11. Diga mais "eu te amo". Mostre entrega, carinho e disposição para aceitar o outro do jeito que é. Não espere uma ocasião especial.


12. Tenha jogo de cintura. É mais fácil aceitar as mudanças quando entendemos que não é possível controlar tudo nem todos.


13. Arranje um passatempo. Você nunca conseguirá estar à frente no seu trabalho se tudo o que você é se resume - ao seu trabalho.


14. Saiba receber um elogio. A admiração pode ser sincera e fazer bem ao ego.


15. Agradeça. Você pode levantar as mãos para o céu, dobrar os joelhos, acender uma vela, dar 3 pulinhos, beijar uma imagem... Não importa o ritual. Vale a sensação de que o universo está lhe dando o que pode dar - e que você é uma pessoa abençoada por isso.


16. No carro ou em casa, ponha um cd alegre e cante junto.


17. Desligue a televisão e converse com os amigos, os familiares, o namorado (ou a namorada), o cachorro, o papagaio...


18. Passe numa livraria, compre um bom livro e leia.


19. Não tenha vergonha de cair na gargalhada. Pode ajudar a "acordar" outras pessoas.

DECISÕES...

Nossa vida se desenrola numa série de encruzilhadas, diante das quais precisamos fazer opções. Aí é que aparece este impulso de autodeterminação pessoal chamado liberdade. Nele pode estar toda a nossa grandeza se acertarmos, ou a nossa miséria, se errarmos.


Seus fracassos e decepções estão todos no passado. Eles nada têm a ver com o que você deseja conquistar a partir de hoje.


Só o homem que chegou ao ponto mais alto da árvore da vida é capaz de decidir...


Você começa cada dia como uma folha em branco. Cada momento é uma oportunidade de começar a transformar seus sonhos em realidade.


O que já passou não importa mais. Sim, o passado trouxe você até aqui. Mas agora, seu caminho se divide em infinitas direções, e você pode escolher qual delas deve seguir.


Aprenda com o passado e deixe-o para trás. Desejar que tivesse sido diferente é perda de tempo e energia.


Continuar convivendo com as limitações do passado é desperdiçar o enorme potencial da sua vida. Seu passado não define quem você é ou o que você pode conquistar. E quem decide isso é você.


"É mais fácil atirar pedras do que se defender delas."

ESTEJA ABERTO AS NOVAS INFORMAÇÕES...

Esteja aberto a todas as informações que passarem diante dos seus olhos, para todo som que entrar pelos seus ouvidos. E seja sensível o suficiente para entender cada sinal que vier através de outros canais de percepção...


Faça boas escolhas no mundo de informações que chegam e tire o melhor proveito delas. Se algo não o agrada, e se você desconfia que pode desagradar a muita gente, interfira. Provoque mudanças. Não pelo egoísmo de ver tudo funcionando do seu jeito, mas pelo benefício que uma nova atitude pode trazer para um conjunto.


Você, hoje, tem a oportunidade de usar sua inteligência e seus talentos para romper limites, para se superar. Não pela arrogância que a vitória pode acarretar, mas pela certeza de que é sempre possível melhorar. Em cada atitude sua de hoje, busque a evolução.

CINCO CONSELHOS...

Dizem que água e conselho só se dão a quem pede. Mas aqui vão alguns conselhos importantes para vencer na vida. São cinco conselhos do Profº César Souza, dados a uma turma que se formou na USP.


Não confie no convencional! Estratégias de carreira que foram vitoriosas no século XX podem não servir para os dias de hoje. Fuja das carreiras lineares dentro de uma mesma empresa. Não desperdice seu talento perpetuando burocracias. Inovação, flexibilidade e agilidade serão as novas marcas registradas.


Nunca pare de crescer! O aprendizado é fundamental para o sucesso, pois o conhecimento virou um bem perecível. A única competência durável que cada um poderá dispor daqui para frente será a capacidade de aprender e de aplicar no dia-a-dia seus conhecimentos.


Concilie a vida profissional com a vida pessoal e familiar. O sucesso profissional não é tudo. Um profissional bem-sucedido também o é nas outras esferas da vida. Não deixe em segundo plano o exercício da cidadania nas comunidades onde você vive.


Sonhe alto e persiga os seus sonhos. O desejo e a determinação são a força essencial para vencer nos dias de hoje. E vão ser cada vez mais no futuro, quando as capacidades de sonhar e de criar serão vantagens competitivas.


Não siga os conselhos de ninguém, nem mesmo esses, caso não acredite neles. Siga sua intuição. Cada um sabe melhor do que ninguém o que é bom para si. A tecnologia muda diariamente, mas a chave do sucesso continua a ser escrita com seis letras: P A I X Ã O. Apaixone-se! Caso contrário, mude, pois, de outra forma, jamais alcançará o sucesso.

César Souza

ILUMINAÇÃO...

Certo dia, um chinês chamado Lailai tomou uma resolução: iria dedicar sua vida à meditação. Decidiu que iria para um mosteiro no alto de uma grande montanha, com objetivo de encontrar a iluminação.


Viajou muitos dias e, ao chegar em frente ao portão principal do mosteiro, encontrou aquele que seria o seu mestre. Lailai foi recebido com muito amor pelos monges que há muitos anos viviam por lá. E dizia a todos:


- Vim para buscar minha iluminação.


Passados alguns anos, o monge Lailai começou a ficar descontente com a sua situação, pois não conseguia encontrar o caminho da luz. Procurou o mestre e disse-lhe:


- Amado mestre, ensinaste muitas coisas belas e importantes nesta minha caminhada, mas ainda não consegui alcançar a iluminação em minha vida. Quero desistir da vida de monge e voltar para a minha aldeia.


E o mestre respondeu:


- Tudo bem, Lailai. Já que você está desistindo desta vida de meditação, quero lhe acompanhar na descida da montanha. Amanhã, às 4 horas da manhã, estarei esperando no portão principal do mosteiro.


No horário marcado, Lailai encontrou o seu mestre. Ao sair do mosteiro, este perguntou a Lailai:


- Querido filho, o que estás vendo neste momento?


Respondeu Lailai.


- Mestre, vejo o orvalho da madrugada, o cheiro da flores, o céu estrelado e uma lua maravilhosa.


Continuaram descendo a montanha. Passada uma hora de caminhada, o mestre pergunta:


- E nesta parte da montanha, o que está vendo?


Respondeu Lailai:


- Vejo os primeiros raios de sol, escuto o canto dos pássaros e sinto a doce brisa da manhã penetrando em todo o meu ser.


E assim continuavam a descer a grande montanha. Passadas algumas horas, o mestre voltou com a mesma pergunta, e Lailai assim respondeu:


- Mestre, neste trecho da montanha sinto o calor do sol, o som do riacho, o orvalho evaporando e os animais silvestres em harmonia com toda a natureza.


Seguiram a caminhada. Chegaram ao pé da montanha ao meio-dia. E mais uma vez, o mestre fez a mesma pergunta, e Lailai respondeu:


- Mestre, vejo como a montanha é bela, as árvores da floresta, o riacho doce que circunda o vale, o camponês cuidando da plantação de arroz. Vejo também uma criança feliz brincando com o seus amigos.


Então o mestre lhe falou:


- Agora você já poderá voltar para o mosteiro.


Espantado, Lailai perguntou qual seria a razão da volta ao mosteiro.


Respondeu o mestre:


- Porque você já encontrou a Iluminação.


- Como assim?


- Muito simples. Em cada etapa da descida da montanha você percebeu a importância de cada detalhe da natureza, compreendendo os seus sons, seus odores, suas imagens, suas cores e sua vida. Assim é que devemos ver e interpretar esta longa caminhada. A isto tudo, nós chamamos de iluminação.


A cada degrau da vida, veja a beleza que ela oferece.
Ocorreu um erro neste gadget