Páginas

terça-feira, 30 de julho de 2013

ROSA DE SIANINHA...

Rosa feita com sianinha para colocar onde quiser...

Rosa com sianinha
Sianinhas… Existem inúmeros trabalhos com essas peças que ficam lindos! Elas nos remetem a uma lembrança boa da nossa infância, casa da vó, vestidinhos rendados, entre outros trabalhos mimosos, não é mesmo?! A ideia de hoje é aprendermos a como fazer rosas com sianinhas! Podemos aplicar essas rosas onde quisermos porque ficam muito bonitas e charmosas. Com a máquina de costura criamos coisas maravilhosas e hoje não seria diferente. O que estamos esperando para aprender? Ao trabalho!

Material necessário

  • Sianinhas;
  • Máquina de costura;
  • Tesoura e linha;
  • Cola quente.

Como fazer a rosa de sianinha

1- Com o auxílio da máquina de costura, pegue duas tiras de sianinhas e passe o ponto reto no meio da tira, unindo-as. As duas tiras juntas costuradas vão dar um efeito bonito a rosa!
Costure
2 – O resultado final da costura será o mostrado na imagem abaixo. O próximo passo é pegar o início da tira costurada e enrolá-la em torno de si. O início parecerá com uma bolinha. Vá enrolando-a sucessivamente.
Enrole
3 – Depois de enrolá-la por completo, passe cola quente atrás para que a tira não se desenrole! Passe pouca cola, para que o acabamento fique bom. Na última volta da rosa abra-a um pouco com o objetivo de mostrar os detalhes da sianinha. Esses detalhes se parecem com as pétalas da rosa!
Veja como fica
Está pronta nossa primeira parte do trabalho que foi fazer as rosas1 Agora vamos as aplicações!

Veja o que pode ser feito com a Rosa de sianinha

Uma aplicação muito fofa são as presilhas de cabelos que pode fazer. Pegue a rosa e cole-a com cola quente em um disco de feltro. Depois é só fixar o prendedor. Não fica um charme?!
Prendedor de cabelo
As meninas vão amar! Você tambem pode presentear.
Lindo
Além disso é possível pregar essas rosinhas em bolsas, pendurá-las em chaveiros e aplicá-las em blusas. Vejam só a variedade de aplicações. Basta você soltar sua criatividade e sair florindo tudo que encontrar!
Gostou da dica acima? Poste seu comentário, sugestões ou melhorias! Sua opinião é muito importante para nós!

http://www.duitang.com/people/mblog/46305439/detail/

segunda-feira, 22 de julho de 2013

TEXTO DE MAX GEHRINGER - CBN

Durante minha vida profissional, eu topei com algumas figuras cujo sucesso surpreende muita gente.
Figuras sem um vistoso currículo acadêmico, sem um grande diferencial técnico, sem muito networking ou marketing pessoal.

Figuras como o Raul.
Eu conheço o Raul desde os tempos da faculdade.
Na época, nós tínhamos um colega de classe, o Pena, que era um gênio.
Na hora de fazer um trabalho em grupo, todos nós queríamos cair no grupo do Pena, porque o Pena fazia tudo sozinho.

Ele escolhia o tema, pesquisava os livros, redigia muito bem e ainda desenhava a capa do trabalho - com tinta nanquim.
Já o Raul nem dava palpite.
Ficava ali num canto, dizendo que seu papel no grupo era um só, apoiar o Pena.
Qualquer coisa que o Pena precisasse, o Raul já estava providenciando, antes que o Pena concluísse a frase.
Deu no que deu.

O Pena se formou em primeiro lugar na nossa turma.
E o resto de nós passou meio na carona do Pena - que, além de nos dar uma colher de chá nos trabalhos, ainda permitia que a gente colasse dele nas provas.
No dia da formatura, o diretor da escola chamou o Pena de 'paradigma do estudante que enobrece esta instituição de ensino'.
E o Raul ali, na terceira fila, só aplaudindo.

Dez anos depois, o Pena era a estrela da área de planejamento de uma multinacional.
Brilhante como sempre, ele fazia admiráveis projeções estratégicas de cinco e dez anos.
E quem era o chefe do Pena?
O Raul.
E como é que o Raul tinha conseguido chegar àquela posição?
Ninguém na empresa sabia explicar direito.
O Raul vivia repetindo que tinha subordinados melhores do que ele, e ninguém ali parecia discordar de tal afirmação.
Além disso, o Raul continuava a fazer o que fazia na escola, ele apoiava.
Alguém tinha um problema?
Era só falar com o Raul que o Raul dava um jeito.

Meu último contato com o Raul foi há um ano.
Ele havia sido transferido para Miami, onde fica a sede da empresa.
Quando conversou comigo, o Raul disse que havia ficado surpreso com o convite.
Porque, ali na matriz, o mais burrinho já tinha sido astronauta.

E eu perguntei ao Raul qual era a função dele.
Pergunta inócua, porque eu já sabia a resposta.
O Raul apoiava. Direcionava daqui, facilitava dali, essas coisas que, na teoria, ninguém precisaria mandar um brasileiro até Miami para fazer.

Foi quando, num evento em São Paulo, eu conheci o Vice-presidente de recursos humanos da empresa do Raul.
E ele me contou que o Raul tinha uma habilidade de valor inestimável:...ele entendia de gente.

Entendia tanto que não se preocupava em ficar à sombra dos próprios subordinados para fazer com que eles se sentissem melhor, e fossem mais produtivos.
E, para me explicar o Raul, o vice-presidente citou Samuel Butler, que eu não sei ao certo quem foi, mas que tem uma frase ótima: “Qualquer tolo pode pintar um quadro, mas só um gênio consegue vendê-lo”.

Essa era a habilidade aparentemente simples que o Raul tinha, de facilitar as relações entre as pessoas.
Perto do Raul, todo comprador normal se sentia um expert, e todo pintor comum, um gênio.
Essa era a principal competência dele.

'Há grandes Homens que fazem com que todos se sintam pequenos. Mas, o verdadeiro Grande Homem é aquele que faz com que todos se sintam Grandes.'

"Em resumo, nossa principal missão como líder é incentivar e criar condições para que as pessoas façam aquilo que é certo e gerem resultado, sem que estejamos sempre à frente das ações"


Max Gehringer

sexta-feira, 19 de julho de 2013

DESAPEGUE...

Além de desintoxicar a casa, ajuda a organizar.
"Já ouviu falar em toxinas da casa? Pois são:
- objetos que você não usa,
- roupas que você não gosta ou não usa há um ano,
- coisas feias,
- coisas quebradas, lascadas ou rachadas,
- velhas cartas, bilhetes,

- plantas mortas ou doentes,
- recibos/jornais/revistas, antigos,
- remédios vencidos,
- meias velhas, furadas,
- sapatos estragados... "O que está fora está dentro e isso afeta a saúde física-mental".   O“destralhamento” é a forma mais rápida de transformar a vida e ajudaras outras eventuais terapias.
Com o destralhamento:
- A saúde melhora;
- A criatividade cresce;
- Os relacionamentos se aprimoram... É comum se sentir cansado, deprimido, desanimado, em um ambientecheio de entulho, pois "existem fios invisíveis que nos ligam a tudo aquilo que possuímos". Outros possíveis efeitos do "acúmulo e da bagunça": sentir-se desorganizado; fracassado; limitado; aumento de peso; apegado ao passado... 
- No porão e no sótão, as tralhas viram sobrecarga;
- Na entrada, restringem o fluxo da vida;
- Empilhadas no chão, nos puxam para baixo;
- Acima de nós, são dores de cabeça;
- "Sob a cama, poluem o sono". "Oito horas, para trabalhar; Oito horas, para descansar; Oito horas,para se cuidar. "Perguntinhas úteis na hora de destralhar-se:
- Por que estou guardando isso?
- Será que tem a ver comigo hoje?
- O que!! vou sentir ao liberar isto?... e vá fazendo pilhas separadas...- Para doar!
- Para jogar fora! (reciclar)Para destralhar mais:
- livre-se de barulhos,
- das luzes fortes,
- das cores berrantes,
- dos odores químicos,
- dos revestimentos sintéticos... e também....
- libere mágoas,
- pare de fumar,
- se não pode deixar, diminua o uso da carne,
- termine projetos inacabados. "Acumular nos dá a sensação de permanência, apesar de a vida serimpermanente", diz a sabedoria oriental. O Ocidente resiste a essa ideia e, assim, perde contato com o sagrado instante presente.

Paz e Luz!



Desconheço o autor

domingo, 14 de julho de 2013

SILENCIE-SE!


Relaxe e escute. Simples assim. Desligue-se por 5 minutos dos afazeres e cobranças do mundo. Pare e em silêncio, ouça os ruídos do mundo exterior. Silencie ainda mais e ouça os ruídos do seu mundo interior. Perceba seus pensamentos viajando em alta velocidade. Assim, em silêncio, talvez você perceba o quanto tem andado por lugar nenhum. Correndo para o nada, na busca incessante do vazio...

O amor que você tanto busca está bem ai, no seu intimo. A paz que você tanto deseja, clama por esse encontro com o seu eu. A resposta para todas as perguntas que te afligem estão tão claras, estão todas prontas dentro de você. Cabe a você ouvir e no silêncio interpretá-las.

Só falta mesmo é coragem para colocar em prática a teoria que você ensina.

Silêncio! Há uma alma aflita gritando para ser ouvida. Esta alma que habita em você. Respeite-se, ame-se e encontre-se. Silencie-se... Esta viagem é sem volta, e o destino final é a felicidade. 

Paulo Roberto Gaefke

quinta-feira, 11 de julho de 2013

...

"Deus não está em promoção, se exibindo por aí. Ele escolhe, dentro do mais rigoroso critério, os momentos de aparecer pra gente. Não sendo visível aos olhos, ele dá preferência à sensibilidade como via de acesso a nós. Mas valorizo essas aparições como se fosse a chegada de uma visita ilustre, que me dá sossego à alma. 
Quando Deus aparece pra você?" 

Martha Medeiros

...


...

"Dá pra escolher entre ser carnívoro ou vegetariano, entre fumar ou não, entre correr na praia ou ficar um pouco mais na cama, entre jogar paciência ou ler um livro, entre amores serenos ou amores turbulentos. Se a escolha será acertada, aí já é outro assunto, o futuro vai dizer. Pensando bem, acertos e erros nem estão em pauta aqui. O que importa é ter consciência de que ficar sentado esperando que a vida escolha por nós não é uma opção confortável como parece. Descansados da silva, vem o tempo e nos ultrapassa." 

Martha Medeiros

...

“Quantas vezes tentaram adivinhar o que sentíamos, e erraram.
Julgaram nossas ações, e erraram.
Tiveram certeza sobre nossos propósitos, erraram.
O que somos de verdade e o que queremos de fato,

só nós sabemos. Só nós.”


Martha Medeiros

...


AMOR...

"Passei a ocupar meus dias pensando sobre o que, afinal, é isso que todo mundo enche a boca para chamar de amor, como se fosse algo simplificado: defina em meia dúzia de frases, é fácil, querida.
É fácil? Pois a querida não entende como uma palavrinha simples formada por apenas duas vogais e duas consoantes pode absorver um universo de sensações contraditórias, diabólicas, insensatas, incandescentes e intraduzíveis. O que é amor? Já tentei explicar a mim mesma e, por mais que tente, jamais conseguirei atingir a essência dessa anarquia que dispensa palavras."



Martha Medeiros

...


...


...


...

"Estamos sempre indo ao encontro de alguma coisa sensacional que ainda não sabemos o que é nem se iremos encontrar mesmo.
Pois, diante desse imenso ponto de interrogação que é o futuro de todos nós, reformulei minhas crenças: estou me dando o direito de não pensar tanto, de me cobrar menos ainda e deixar para compreender depois. Desisti de atracar o barco e resolvi aproveitar a paisagem!"

Martha Medeiros

quarta-feira, 10 de julho de 2013

TAÇA + VELINHA + CÚPULA DE PAPEL

Uma bela e simples alternativa para decoração de mesas...
Taça + Velinha + Cúpula de Papel

































CUSTOMIZAÇÃO DE BLUSA: RENDA E FLORES DE TECIDO


Blusa personalizada com flores
A dica é  CUSTOMIZAR! Sabemos que a técnica da customização é nada mais nada menos que personalizar, adaptar. Desta forma, customizar é adaptar algo de acordo com o gosto ou a necessidade de alguém. A ideia hoje é modificar uma blusa simples em uma peça diferente e exclusiva! Qualquer pessoa pode fazer a customização da peça através de recortes, costuras e aplicações. Veremos que é muito fácil. O que estamos esperando para customizar uma blusa simples com renda e flores de tecido?! Ao trabalho!
Material necessário:
Blusa de malha ou qualquer outro tecido;
Renda de algodão;
Tecido de pano branco;
Flores de feltro e fuxicos coloridos;
Tesoura;
Agulha e linha (cor neutra ou da cor da blusa).
Como customizar a blusa:
1) Separe a blusa e passe-a com ferro. É legal trabalhar com a peça passada a ferro, assim o trabalho fica mais caprichado.
Blusa
2) Com agulha e linha costure a mão a renda de algodão na parte inferior da blusa. Se quiser dar um ar bem romântico, antes de costurar a renda, costure o tecido de pano branco na barra inferior e, só depois costure por cima a renda.
Posicione a renda
3) Você pode costurar uma segunda barra de renda de algodão. A renda deixa a blusa bem mimosa! Para facilitar o trabalho, use alfinetes para segurar a renda enquanto costura. Depois desse primeiro passo, a parte inferior está pronta.
Outra camada de renda
4) Vamos customizar agora as mangas da blusa. Recorte um pequeno pedaço da manga conforme a figura abaixo e alinhave a renda de algodão com os alfinetes. Costure a mão a renda. Para ficar bem bonito, você pode franzir um pouco a renda na hora de costurar.
Faça a manga
5) Agora colocaremos as aplicações de flores de fuxico e feltro. Você pode comprar esses apliques prontos em casas de artesanato ou em armarinhos ou, se desejar, você mesma pode fazer as flores.
Prepare as flores
6) Costure a mão as flores. Inicie pela parte superior da blusa e vá descendo até bem próximo aos botões. Faça da forma que achar mais bonito, elas podem ficar juntas ou separadas.
Costure as flores
Está pronta a customização! O trabalho é fácil de fazer e o resultado fica muito bonito. 

http://tearosehome.blogspot.com.br/2011/10/tutorial-she-wears-flowers.html

terça-feira, 9 de julho de 2013

...

Qual a certeza que temos ao começar o dia? 
Nenhuma...Cada dia que abraçamos, não será apenas mais uma nova chance de ser feliz,será também, aceitar a possibilidade de haver inevitáveis surpresas, de se cansar da luta, por vezes, interminável...Se conformar, com os resultados das nossas decisões que,erradas ou certas, somos incapazes de fugir depois da escolha,e algumas pesam na alma...Então se der, sorriam, Senão, chorem...a bem da verdade, a nossa única opção é viver e ponto.



Carla Véras - Coisas da Vida

...


CARTÃO DE CORAÇÃO...




Cartão em formato de coração.
Cartão coração papel
Trabalhar com papel é muito legal e no mercado encontramos uma variedade de opções. Conseguimos comprar papéis já em tirinhas para a confecção de barquinhos, corações e outras peças pequenas, fazer lindos trabalhos em quiling (técnica que utiliza tiras de papel enroladas) e origamis usando folhas em A4 ou folha gráfica. Quem quando criança nunca fez trancinhas que viravam sanfonas? Pensando nisso, no post de hoje vamos aprender a fazer um cartão de papel em formato de coração para aquela pessoa especial. Isso mesmo! Veremos que a técnica é bem simples e o resultado é surpreendente. Mãos a obra!

Material necessário:

Papel branco (pode ser folha A4 ou cartolina);Tiras de papel coloridos (no post usamos tons de vermelho e rosa (pode ser folha A4 ou cartolina);Régua, lápis, tesoura e estilete.

Como fazer o cartão em formato de coração

1) Com o auxílio da régua e o lápis traçe 15 tiras de aproximadamente 01 centímetro. Na hora que for traçar as tiras, centralize-as no  papel que posteriormente será o cartão.
2) Você mesma pode recortar as tiras de papel ou comprá-las pronta. Se optar por cortar as tiras, faça o traçado no papel ou na cartolina colorida e recorte firmemente para que ela fique reta.
3) Depois dessa etapa concluída, pegue as tiras coloridas e entrelaçe-as nas tiras do papel branco. Faça conforme a figura abaixo formando um coração.
4) Ao final, vai sobrar tiras de papel nos cantos. Corte-as com tesoura.
Passos
5) Aproveite as sobras das tiras coloridas e corte-as em quadradinho para enfeitar dentro do envelope.
6) Agora é só guardar o cartão e presentear quem você gosta!
Finalize o cartão
Gostou da dica acima? A técnica é bem fácil e você pode fazer o cartão de vários tamanhos que desejar. Continue nos acompanhando no site, temos dicas incríveis diariamente! Até lá!

http://www.digu.com/pin/tewd6k1rt62pBk6

segunda-feira, 8 de julho de 2013

APRENDA A MONTAR UMA FONTE...

Segundo o feng shui, ter uma fonte em casa é garantia de prosperidade. Aprenda, então, a montar a sua.
No modelo projetado pelas designers Dani e Camila Fillinger (Verde Vaso), a b...

No modelo projetado pelas designers Dani e Camila Fillinger (Verde Vaso), a bica divide as atenções com mudas graciosas de aguapé. Compacta, a peça ora é vista na sala (sempre próximo da janela, do contrário, a planta murcha), ora no jardim.

Especialistas recomendam dispor a fonte próxima à parede da porta principal. Outra localização indicada é no canto esquerdo de quem entra na sala. Além de favorecer a energia da casa, uma fonte é muito útil nos dias de calor, pois a evaporação do líquido cria minúsculas partículas no ar que deixam o ambiente mais fresco e neutralizam poluentes, como a fumaça do cigarro. Com tantas qualidades, vale à pena ter uma fonte por perto. No entanto, é preciso tomar alguns cuidados. Depois de instalada, ela jamais deve ficar vazia. "Isso estanca a energia", detalha Mariângela Pagano, consultora de Feng Shui. Atente ainda para o eventual desconforto que o barulho possa provocar em algum dos moradores. Nesse caso, vale diminuir o fluxo da água, trocar o motor (por um modelo silencioso) ou colocar pedras para amortecer a queda da água. Se nada surtir efeito, Mariângela aconselha deixá-la no jardim ou na varanda. Se você preferir comprar sua fonte pronta,dê uma olhadinha em nossas sugestões. Agora, se você gosta de colocar a mão na massa, confira o passo-a-passo e crie sua fonte personalizada.
Cuia de fibra de vidro (37 cm de diâmetro e 15 cm de altura) • Motor, de pr...
Cuia de fibra de vidro (37 cm de diâmetro e 15 cm de altura) • Motor, de preferência, silencioso • Pedrisco • Planta aquática. (Produtos da Verde Vaso).
Despeje as porções de pedriscos no fundo da cuia. Eles podem ser substituí...
Despeje as porções de pedriscos no fundo da cuia. Eles podem ser substituídos por pedras ou seixos maiores. Evite areia, pois ela prejudica a bomba.
No centro do vaso, assente o motor. Os pedriscos vão esconder e firmá-lo no...
No centro do vaso, assente o motor. Os pedriscos vão esconder e firmá-lo no fundo da peça. Depois, cubra o equipamento com água. Ele deve ficar sempre submerso, do contrário queimará.
Delicadamente, coloque as mudas da planta aquática. A escolhida foi o aguap�...
Delicadamente, coloque as mudas da planta aquática. A escolhida foi o aguapé (Eichhornia crassipes). Depois, ligue o motor na tomada e ajuste o fluxo de água do chafariz.
http://casa.abril.com.br/ 

...


...


...


sexta-feira, 5 de julho de 2013

...

"Que a vida ensine que tão ou mais difícil do que ter razão, é saber tê-la.
Que o abraço abrace.Que o perdão perdoe.Que tudo vire verbo e verbe.Verde. Como a esperança.Pois, do jeito que o mundo vai,dá vontade de apagar e começar tudo de novo..."

Artur da Távola

...


...


A LIÇÃO DAS GAIVOTAS...

Um enorme transatlântico partiu de movimentado porto rumo a outro continente. Do convés, os passageiros acenavam lenços e agitavam mãos, em manifestações de adeuses.
No porto, muitas pessoas acenavam igualmente e lançavam beijos ao ar, num misto de antecipada saudade e carinho.
Pouco depois, os que se encontravam no convés, ainda observando os que permaneciam em terra, puderam constatar uma nuvem de gaivotas prateadas acompanhando o imenso navio.
O seu voo atraiu a atenção de quase todos, tanto pela algazarra que promoviam, quanto pelo capricho de suas voltas, ao redor da enorme máquina concebida pelo homem.
Passada uma meia hora de viagem, o tempo se tornou ameaçador. Ondas de espuma se levantavam ao açoitar dos ventos violentos.
Esboçou-se no firmamento uma tremenda tempestade. Com suas possantes máquinas, o navio cortava as vagas agitadas e parecia fazê-lo com dificuldade, dada a presença dos elementos da natureza em convulsão.
Um dos poucos viajantes que até então permanecia no tombadilho, contemplou as aves a voejar e as lastimou.
Como podiam elas, com suas asas tão débeis, lutar contra o tufão, desamparadas nos céus? Elas nada tinham além do próprio corpo para o enfrentar.
Suas asas resistiriam ao vento implacável, se o possante navio, com suas máquinas que representam milhares de cavalos resistia com dificuldade ao tempo torrencial?
De repente, aquele homem que estava tão compadecido das avezinhas do mar, ficou perplexo. É que as pequenas gaivotas, estendendo as asas que Deus lhes deu, abandonaram o navio na tempestade e se ergueram acima da tormenta, passando a voar numa região serena dos ares.
E a máquina, representando a ciência humana, prosseguiu na sua luta penosa para resistir à fúria dos elementos.

Em nossas vidas ocorre de forma semelhante. Quando pretendemos lutar unicamente com nossos próprios meios, encontramos o fustigar dos ventos das dificuldades atrozes, que vergastam a alma e maceram o corpo.
Contudo, se utilizarmos os recursos da oração alcançaremos as possibilidades das asas das gaivotas.
Pelas asas poderosas da prece, o homem pode se elevar acima das tempestades do cotidiano e voar placidamente.
Envolvidos pelas luzes da prece, alcançaremos regiões que o vendaval das paixões inferiores não alcança.
Fortificados pela oração, enfrentaremos o mar agitado dos problemas, a fúria das vicissitudes, e chegaremos ao porto seguro que todos almejamos.

Quando o triunfo nos alcançar ou quando sofrermos aparentes quedas, busquemos Jesus e falemos sem palavras ao Seu coração de Mestre e Amigo.
Condutor vigilante de nossas almas, Ele assumirá o leme da frágil embarcação das nossas vidas, permitindo-nos singrar o mar agitado das nossas dores, com coragem e segurança.
A medida ideal será sempre orar antes de agir, a fim de evitar que procedamos de forma imprevidente, o que nos conduziria ao desespero e a maior soma de dores.


Redação do Momento Espírita, com base no cap. A tempestade e as gaivotas, do livro Lendas do céu e da Terra, de Malba Tahan, ed. Melhoramentos e no verbete Oração, do livro Repositório de sabedoria, v. 2, pelo Espírito Joanna de Ângelis, psicografia de Divaldo Pereira Franco, ed. Leal.

terça-feira, 2 de julho de 2013

ENCONTRO COM A PAZ...

Olhai para o mundo com olhos do bem!

Enxergue além das aparências que nada dizem.
Observe a natureza e toda a sua generosidade.
O céu que nos cobre não cobra nada, nem admiração.
O ar que respiramos sequer tem válvula ou cobrança.

E mesmo assim, insistimos no que não vale nada.
Nas coisas passageiras do mundo, no que vai enferrujar.
Buscamos como loucos o que vai apodrecer e se estragar.
Deixamos a alma aflita com tamanha cegueira.
Nos perdemos em paixões, deixamos de amar.
Olhai para o mundo com os olhos de quem deseja a paz.
E só por isso, usa o silêncio como quem observa e muda.
Seja você agora, a mudança que espera no mundo.
Assim, encontrará na própria vida, a tão desejada alegria.
A paz que não tem preço, o amor que sacia.
E no meio dessa experiência, verás uma luz.
Os olhos de quem tem ama sem medidas: Jesus.

Paulo Roberto Gaefke

O ESPETÁCULO DA VIDA...

Que você seja um grande empreendedor.
Quando empreender, não tenha medo de falhar.
Quando falhar, não tenha receio de chorar.
Quando chorar, repense a sua vida, mas não recue.
Dê sempre uma nova chance para si mesmo.
Encontre um oásis em seu deserto.
Os perdedores veem os raios.
Os vencedores veem a chuva e a oportunidade de cultivar.
Os perdedores paralisam-se diante das perdas e dos fracassos.
Os vencedores começam tudo de novo.
Saiba que o maior carrasco do ser humano é ele mesmo.
Não seja escravo dos seus pensamentos negativos.
Liberte-se da pior prisão do mundo: o cárcere da emoção.
O destino raramente é inevitável, mas sim uma escolha.
Escolha ser um ser humano consciente, livre e inteligente.

Sua vida é mais importante do que todo o ouro do mundo.
Mais bela que as estrelas: obra-prima do Autor da vida.
Apesar dos seus defeitos, você não é um número na multidão.
Ninguém é igual a você no palco da vida.
Você é um ser humano insubstituível.

Jamais desista das pessoas que ama.
Jamais desista de ser feliz.
Lute sempre pelos seus sonhos.
Seja profundamente apaixonado pela vida.
Pois a vida é um espetáculo imperdível.


Augusto Cury

segunda-feira, 1 de julho de 2013

EU RECOMEÇO...

Aposte na sua capacidade de dar a volta por cima e recomece.
Não se baseie na dificuldade e nem fique achando isso ou aquilo.
Antes, aposte na certeza de que você pode e merece ser feliz.
Se te usaram, use a inteligência e conquiste.
Se te abandonaram, use a experiência para mostrar o que perderam.
Se te faltou força na subida, olha logo ali uma descida.
Se te faltou fé na romaria, acenda a sua velinha e ore de novo.
Se faltou amor, encha-se dele para valorizar-se de verdade.
Pois só quem se ama pode retribuir o amor que vai receber.
Só quem se valoriza vai devolver o valor que as pessoas merecem.
E, quem está no fundo do poço, tem mais um motivo para subir,
pois não há mais para onde descer.

Acredite em você!

Paulo Roberto Gaefke
Ocorreu um erro neste gadget