Páginas

terça-feira, 30 de abril de 2013


“Orar, nem sempre é a palavra que alcança, minha oração às vezes é só o silêncio. Deus conhece minhas ausências. Cada lágrima que rola sobre a minha face é assistida por Ele, cada sorriso meu é um brilho para Seu olhar. Conhecer Deus é descobrir com confiança que não importa as direções das marés, as oscilações da embarcação, Ele está segurando a ventania com as Suas próprias mãos para me manter segura e em paz. Não há o que temer. Sei que Seu silêncio também é resposta e Sua voz pode parecer imperceptível para mim, mas sei dos Seus sinais. Teu amor não me permite mais qualquer dúvida. Teu amor já é resposta da minha oração.”

Wanderly Frota e Cáh Morandi

"Se teu sonho for maior que você, alonga tuas asas,
esgarça os teus medos, amplie assim o seu mundo...

e parte em busca dele! 
Você tem alma e asas...alcance o universo...almeje o infinito.
Transpasse as barreiras da realidade e siga o seu coração.
Voe alto! Voe longe! Voe livre!"

Só por hoje, livre-se de fofocas, comentários maldosos e gente deprimida. Isto é contagioso...
Não se aborreça com facilidade e nem dê importância às pequenas coisas.
Quando nos irritamos, envenenamos nosso corpo e nossa mente, portanto seja POSITIVAMENTE INTERESSEIRO, pense em você antes de ouvir o outro!

Anna Sharp

PESOS E MEDIDAS...


Bem-aventurados os que têm sede de justiça, porque serão saciados. Essa afirmativa de Jesus nos faz pensar se podemos nos incluir no número dos que têm sede de justiça.
Segundo os dicionários, justiça quer dizer conformidade com o direito. Virtude de dar a cada um o que é seu.
Jesus, no entanto, se referiu à justiça recomendando que fizéssemos ao próximo o que gostaríamos que o próximo nos fizesse.
Todavia, nós que, tantas vezes, temos cobrado da Divindade que sacie a nossa sede de justiça, se analisarmos profundamente, não estamos verdadeiramente com sede de justiça, no real sentido do termo.
No convívio diário, muitas vezes nos surpreendemos agindo de forma injusta.
O trato com as pessoas que nos rodeiam é diferenciado conforme a posição social ou financeira, de subalternidade ou de autoridade, de que cada uma esteja investida.
Se nos dirigimos à serviçal que faz a faxina, por exemplo, falamos de determinada forma, num tom de voz e atenção distinto do que empregamos para falar com pessoas que ocupam cargos que, a nosso ver, são mais importantes.
Se a pessoa que nos procura está vestida com trajes elegantes, mesmo que não saibamos de quem se trate, a nossa deferência é imediata.
Mas, se está envolta em andrajos, bem diferente é a nossa atenção.
Outro exemplo, é quando nosso veículo começa a demonstrar sinais de que em breve terá o motor fundido. Qual a primeira ideia que nos vem à mente?
Se fôssemos pessoas justas, certamente faríamos uma boa revisão reparando os danos e, ao ofertá-lo a alguém, no caso de venda, falaríamos a verdade ao comprador.
Mas o que normalmente ocorre é a ideia de passá-lo adiante o mais rápido possível. E quem comprá-lo que fique com o prejuízo. Afinal, o mundo é dos espertos, pensamos.
Mas nos dizemos pessoas justas.
Se o inverso acontece conosco, imediatamente nos indignamos diante do que chamamos uma grande desonestidade. Como pôde alguém nos vender um veículo prestes a fundir o motor? Que injustiça!
Se observamos os governantes corruptos a tirar vantagens pessoais com os recursos públicos, imediatamente levantamos a voz para criticar e exigir justiça.
Mas, quantos de nós compramos atestados falsos para ludibriar o patrão e receber o salário integral?
Usamos, nos vários momentos, dois pesos e duas medidas. E como nos conhecemos, sabemos porque agimos dessa maneira. Sabemos quais são as nossas verdadeiras intenções.
Assim, podemos nos perguntar: Será que temos mesmo sede de justiça? Ou será que nos pesos e medidas só temos pensado em nós mesmos?
A promessa do Cristo é real e se cumprirá quando efetivamente tivermos sede de justiça, usando, como a Justiça Divina, um único peso e uma única medida, com imparcialidade.

* * *
Os Espíritos superiores recomendam que, caso tenhamos dúvidas quanto ao procedimento que devamos adotar com alguém, que nos coloquemos no lugar desse alguém e façamos exatamente o que desejaríamos que nos fosse feito.
Dessa forma, jamais nos equivocaremos, uma vez que todos queremos o melhor para nós mesmos.
Pensemos nisso!

Redação do Momento Espírita. Disponível no CD Momento Espírita, v. 3, ed. Fep.

SABEDORIA DO TEMPO...


Disse o Tempo sabiamente para aquele homem que queria saber o que era mais importante; 
o passado que já havia criado o presente, ou o futuro que poderia ser transformado pelo presente.
O Tempo, sábio pela própria existência respondeu calmamente:
- Não há outro tempo que não seja o agora.
O passado foi escrito num determinado "agora" e não pode ser modificado.
O futuro é intangível, haja visto que pode não existir para quem o deseja.
Resta ao homem agradecer cada vez que acorda, e focar todo o seu poder no momento atual.
A noite pode chegar para o mundo e para ele não...

Só a ação de hoje pode criar um novo tempo.
Por isso, o sábio vigia os pensamentos e não deixa que eles viagem para o passado que pode trazer dor,
e nem para o futuro que pode alimentar falsas esperanças.
Cuide de ficar neste momento com todos os sentidos ativados.

Assim, o dia lhe parecerá um doce presente. 
Embrulhado em lindos laços de fitas dedicado á alguém tão especial:
- Você!
Carpe Dien

Paulo Roberto Gaefke

segunda-feira, 29 de abril de 2013

CANETINHAS...


De todos os sonhos loucos que já tive,
guardo vivo na minha lembrança,
um desejo do meu tempo de criança:
de poder pintar o mundo com canetinhas coloridas.
E com mais de cinco riscos,
desenhar pontes que terminassem com fronteiras humanas.
Onde as pessoas de todos os países e credos,
pudessem atravessar e se abraçarem sem medo.

Pintar rostos tristes.
Desenhar comida que abrandasse a fome,
escrever frases de testemunho vivo dos vencedores,
e apagar o medo dos fracos e dos indecisos.
Desenhar portas onde não se vê saída,
colorir a rua onde você mora,
e na varanda da sua casa, deixar flores multicoloridas,
para lembrar que a vida pode ser da cor que a gente pintar.

Por fim, no meu sonho tão infantil,
desenharia uma cruz vazia,
para redimir o erro do mundo que condenou
"Aquele" que só pregou o amor.
No lugar dos pregos do martírio, uma luz,
para lembrar que pela Terra, um dia passou Jesus.

Paulo Roberto Gaefke 

A GRANDE VIAGEM E MALA PEQUENA...

Já que a vida é uma grande viagem, porque não passear por ela contemplando o que ela tem de melhor? Sim, porque tem gente que insiste em passear pelos lugares mais sombrios. Adora viver aquelas paixões que todo mundo vê que é pura encrenca, menos quem adora "carregar as malas dos outros nas costas". Por falar em mala, de preferência faça uma bem básica, apenas com aquilo que realmente é necessário. Muita gente se perde nessa aventura da vida por carregar malas enormes. Acreditam que precisam de muita coisa, e quando vão ver, estão cansadas, doentes...

Ah! e é sempre bom lembrar, que apesar da Vida ser uma grande viagem, não estamos aqui a passeio. Não somos meros turistas. Cada um de nós trazemos um mapa, um roteiro que podemos seguir ou não. Temos o livre arbítrio para escolher a praia, o campo, a montanha ou a floresta. Mas não se esqueça: temos sempre que colher o fruto que plantamos.


Essa é a verdadeira justiça. Pegue a sua mala, o seu destino e apronte-se para seguir viagem. A vida tem um trem sempre pontual que não apita na curva e não espera ninguém. 


Boa viagem! 

Paulo Roberto Gaefke

domingo, 28 de abril de 2013

SÓ CHEGAMOS À PRIMAVERA APÓS SUPORTAR OS RIGORES DO INVERNO...

Às vezes a vida nos mostra novos caminhos, que parecem escuros, incertos, e com medo das mudanças e do desconhecido acabamos ficando no mesmo lugar. Eis que um dia ela nos obriga a seguir em frente, mesmo contra a nossa vontade. E nós, despreparados e sem entender, nos revoltamos. Achamos que não vamos aguentar o peso do novo e pensamos que poderíamos ter feito tudo diferente.
E só depois de um tempo – e sabemos que ele não tem pressa – é que conseguimos enxergar e entender o significado de tudo. A escuridão se esvai e você percebe que tudo o que acontece é para o nosso bem. Entende que coisas boas se separam para que coisas ainda melhores se juntem. Que algumas coisas se perdem para que outras maravilhosas aconteçam.
Que tudo tem um momento, que as coisas passam mesmo e que as mudanças são necessárias, afinal, delas depende o nosso crescimento, ou mais que isso: nosso amadurecimento. Percebemos que as coisas temporariamente “ruins” ensinam muito mais que as que consideramos boas.
Aprendemos que saber esperar é uma virtude. Que os dispostos é que se atraem. Que tudo depende apenas de nós. Que não ter tudo o que se pede, muitas vezes, é um golpe de sorte. E por fim, entendemos o mais importante: que a vida sabe o que faz. E então, podemos voltar ao nosso estado de paz e conseguimos recomeçar.

quinta-feira, 25 de abril de 2013


"É preciso tomar cuidado com as paixões impossíveis, nestes casos achamos que quanto mais difícil for para conquistar a pessoa, melhor, mais seduzidos ficamos. Isto não é amor, isto é vontade de ganhar, não é vontade de amar. Este amor idealizado é que gera sofrimento. Se o amor não é correspondido, deve-se simplesmente deixar a outra pessoa ir embora. Se um amor não correspondido está gerando muito sofrimento, provavelmente não se trata de um amor verdadeiro, sendo apenas uma idealização feita da pessoa, em que alguém se apaixona por aquilo que pensa que o outro é, e não por aquilo que ele realmente é".

Pe. Fábio de Melo

SUA VOCAÇÃO É SER FELIZ...


Ao decidir-se pela sua felicidade, você abre mão da preocupação excessiva com os outros.
Muita gente anda vivendo na sombra dos problemas alheios.
Criando pequenos hospícios mentais e aprisionando-se na dor.
Por isso tantas doenças nervosas, tantos relacionamentos mal resolvidos.

Estamos transferindo o poder de decisão das nossas vidas para mãos alheias.
Pior ainda, com a pressa das novas tecnologias, mal nos conhecemos.
Não sabemos quem é na verdade essa pessoa com quem nos relacionamos.
Por isso as dores, os choques, as mágoas.

Coloque isso no seu pensamento: ser feliz pede dedicação.
É acordar bem, com motivações para a autorrealização.
Saber que dentro de você pulsa uma alma eterna, que nasceu para amar.
Para doar-se sem medidas, mas receber em igual condições.
Por isso, nada de amor de migalhas, nem de esmolas de carinho.
Ou tudo ou nada.
Metade deixe para quem ainda não se valoriza.

Para você, a partir de hoje e sempre, só o melhor.
Decida-se pela sua vocação que diz:
- você nasceu para ser feliz.

Paulo Roberto Gaefke

terça-feira, 23 de abril de 2013

LUMINÁRIA ARTESANAL FEITA COM FIOS DE JUTA...


Luminária legal
Ter uma iluminação diferenciada em sua casa muda o ambiente completamente. Utilizando o jogo certo de luzes você consegue ter um ambiente mais aconchegante para passar bons momentos. E hoje a dica é para a iluminação, não tanto para você acertar o esquema de luzes, mas para fazer em casa luminárias super descoladas. E claro, tudo muito facilmente, como gostamos de apresentar aqui na Revista Artesanato. Acompanhe a seguir como fazer essas belas luminárias.

Material necessário

Material necessário
Fio de juta
Cola branca
Bola infantil

Como fazer a luminária diferente

Enrole o fio de juta
1) Comece pegando o fio de juta e molhando ele com cola branca misturada com um pouco de água. Em seguida, dê algumas voltas com o fio na bola.
Acerte tudo
2) Dê voltas aleatórias, em várias direções para preencher toda a área da bola. Cuidado ao enrolar o fio para deixar a parte superior
3) Depois que terminar de enrolar é hora de passar um pouco mais de cola branca em toda a superfície. Você pode passar com um pincel se preferir.
4) Espere a cola secar completamente.
Estoure e tire a bola
5) Por fim, estoure a bola infantil e retire-a pelo buraco que ficou. Está pronta a estrutura da luminária.
6) Agora é o momento de colocar a lâmpada dentro da luminária. Você vai precisar  de uma boquilha de lâmpada e um fio elétrico. Ligue o fio na boquilha, enrosque a lâmpada e coloque-a dentro da estrutura redonda. Fixe com o fio de juta amarrando bem para não se soltar.
Está pronta a sua luminária! Muito bonita para você ter em casa e deixar o ambiente mais interessante.

A MASSACRANTE FELICIDADE DOS OUTROS...


Há no ar um certo queixume sem razões muito claras.   Converso com homens e mulheres que estão entre os 40 e 50 anos, todos com profissão, marido,  esposa , filhos,  saúde, e ainda assim trazem dentro  deles um não-sei-o-quê perturbador, algo que  os incomoda, mesmo estando tudo bem.
De onde vem isso?
Anos atrás, a cantora Marina Lima compôs com o seu irmão, o poeta Antonio  Cícero, uma música que dizia:
"Eu espero acontecimentos! só que quando anoitece, é festa no outro
apartamento" .
Passei minha adolescência com esta sensação: a de que algo muito animado estava acontecendo em algum lugar para o qual eu não tinha convite. É uma das características da juventude: considerar-se deslocado e  impedido de ser feliz como os outros são - ou aparentam ser.
Só que chega uma hora em que é preciso deixar de ficar tão ligada na grama do vizinho.
As festas em outros apartamentos são fruto da nossa imaginação, que é infectada por falsos holofotes, falsos sorrisos e falsas notícias.
Os notáveis alardeiam muito suas vitórias, mas falam pouco das suas angústias, revelam pouco suas aflições, não dão bandeira das suas fraquezas, então fica parecendo que todos estão comemorando grandes paixões e fortunas, quando na verdade a festa lá fora não está tão animada assim.
Ao amadurecer, descobrimos que a grama do vizinho não é mais verde coisíssima nenhuma.
Estamos todos no mesmo barco, com motivos pra dançar pela sala e também motivos pra se refugiar no escuro, alternadamente. Só que os motivos pra se refugiar no escuro raramente são divulgados.
Pra consumo externo, todos são belos, sexy, lúcidos, íntegros, ricos, sedutores. Nunca conheci quem tivesse levado porrada todos os meus conhecidos têm sido campeões em tudo.
Fernando Pessoa também já se sentiu abafado pela perfeição alheia, e olha que na época em que ele escreveu estes versos não havia esta overdose de revistas que há hoje, vendendo um mundo de faz-de-conta.
"Nesta era de exaltação de celebridades - reais e inventadas – fica difícil mesmo achar que a vida da gente tem graça."
Mas tem. Paz interior, amigos leais, nossas músicas, livros, fantasias, desilusões e recomeços, tudo isso vale ser incluído na nossa biografia.
Ou será que é tão divertido passar dois dias na Ilha de Caras fotografando junto a todos os produtos dos patrocinadores?  Compensa passar a vida comendo alface para ter o corpo que a profissão de modelo exige? Será tão gratificante ter um paparazzo na sua cola cada vez que você sai de casa?
Estarão mesmo todos realizando um milhão de coisas interessantes enquanto só você está sentada no sofá pintando as unhas do pé?
Favor não confundir uma vida sensacional com uma vida sensacionalista.
As melhores festas acontecem dentro do nosso próprio apartamento.

Martha Medeiros

segunda-feira, 22 de abril de 2013


Mais um novo dia Aqui estamos nós. Aí está você. O importante MESMO é você saber que você está aí e bem. Seja como for, você acaba de ganhar mais um dia de presente para viver. Por isso, comemore este novo dia. Agradeça. A partir de agora você retoma o contato com a magia de fazer parte da raça humana. Viva este evento como algo fantástico. Afinal, você também é um milagre da natureza. Cada manhã traz a oportunidade de sintonia com o universo através de múltiplos canais de percepção. Enquanto você ainda está no silêncio, na intimidade dos seus pensamentos, nos devaneios do espírito da rotina de mais um despertar, a vida se revela... Emocione-se com os fenômenos da natureza, a chuva, o vento , as nuvens, os trovões, os primeiros raios de sol que estão começando a colorir o céu ... E principalmente , emocione-se porque você faz parte deste espetáculo... Esperamos demais para fazer o que precisa ser feito, num mundo que só nos dá um dia de cada vez, sem nenhuma garantia do amanhã. Enquanto lamentamos que a vida é curta, agimos como se tivéssemos à nossa disposição um estoque inesgotável de tempo. Esperamos demais para dizer as palavras de perdão que devem ser ditas, para pôr de lado os rancores que devem ser expulsos, para expressar gratidão, para dar ânimo, para oferecer consolo. Esperamos demais para ser generosos, deixando que a demora diminua a alegria de dar espontaneamente. Esperamos demais para ser pais dos nossos filhos pequenos, esquecendo quão curto é o tempo em que eles são pequenos, quão depressa a vida os faz crescer e ir embora. Esperamos demais para dar carinho aos nossos pais, irmãos e amigos. quem sabe quão logo será tarde demais?? Esperamos demais para enunciar as preces que estão esperando para atravessar nossos lábios, para executar as tarefas que estão esperando para serem cumpridas, para demonstrar o amor, que talvez não seja mais necessário amanhã. Esperamos demais nos bastidores, quando a vida tem um papel para desempenharmos no palco. Deus também está esperando - esperando nós pararmos de esperar. Esperando nós começarmos a fazer agora tudo aquilo para o qual este dia e esta vida nos foram dados.

sexta-feira, 19 de abril de 2013

APENAS UM LEMBRETE...

Lembre-se que você é um Espírito imortal vivendo breve experiência num corpo físico.


Lembre-se que seu corpo é feito de matéria e, como tal, sofre o desgaste natural como tudo o que é matéria. Mas esse desgaste não atinge o Espírito.

Assim, quando você perceber que a sua pele está enrugando, lembre-se de que esse é um fenômeno que não alcança o Espírito.

Enquanto a sua pele enruga, seu Espírito pode ficar ainda mais radiante e mais iluminado.

Você não pode deter os segundos, nem evitar que se transformem em anos.

Não pode impedir que o seu cabelo caia ou se torne branco, mas isso não deve ser motivo para levar embora a vitalidade da sua alma imortal.

Sua esperança jamais poderá estar atrelada a sua forma física, pois o ser pensante que você é, é o mais importante e sobreviverá por toda a eternidade.

Sua força e sua vitalidade independem da sua idade.

Seu Espírito é o agente capaz de espanar a poeira do tempo.

Lembre-se de que você não é um corpo que tem um Espírito, é um Espírito temporariamente vivendo num corpo físico.

Chegará o dia que você encontrará uma linha de chegada, e perceberá que logo à frente há outra linha de partida...

A vida é feita de idas e vindas... Partidas e chegadas.

Um dia você terá que abandonar esse corpo, mas jamais abandonará a vida...

Cada dia é uma oportunidade de viver, e viver bem.

Se acontecer de cometer um engano, não detenha o passo, siga em frente pois logo adiante encontrará outro desafio...

A vida é feita de desafios... Vencemos a uns, somos vencidos por outros, mas não podemos deter o passo.

E o maior de todos os desafios é vencer a si mesmo, usando a razão para não se deixar dominar por vícios e prazeres excessivos e prejudiciais.

Importante é não perder tempo vivendo de lembranças amargas e fotografias pela metade, amarelas e empoeiradas...

O dia mais importante é o dia de hoje... E hoje você tem a oportunidade de reescrever a sua história... Conhecer novas paisagens... Colecionar imagens de cores vivas.

Lembre-se sempre que você é um Espírito feito de luz, e a luz sempre pode suplantar as trevas... Por mais densas que sejam.

O importante é que jamais detenha o passo...

Se as forças físicas não lhe permitem mais correr como antes, ande depressa.

Se algo lhe impedir de andar depressa, caminhe lentamente, mas siga em frente.

E se, por algum motivo, não puder mais caminhar sem apoio, use bengalas, muletas, cadeira de rodas. Mas vá em frente...

E se, um dia, você não puder mais movimentar seu corpo para continuar andando, voe com o pensamento.

Seu pensamento nada e ninguém poderá deter.

Você é livre para pensar, para aprender, para alcançar os céus em busca de esperança e paz.

O essencial é que você não pare nunca...

Deus não criou você para a derrota. Deus criou você para a vitória, para a felicidade plena. E essa conquista é a parte que lhe cabe.

Este é apenas um lembrete, pois, um dia, um Sublime Alguém já nos disse tudo isso e nós esquecemos.

Esquecemos que Ele saiu do corpo, mas jamais saiu da vida...

O Seu suave convite ainda paira no ar: Quem quiser vir após Mim, tome a sua cruz, negue-se a si mesmo, e siga-Me.

Esquecemos que Ele afirmou com convicção e firmeza: Nenhuma das ovelhas que o Pai Me confiou se perderá.

Eu sou uma de Suas ovelhas e você também é. Não importa a que religião você pertença. Não importa a que religião eu pertença.

Somos as ovelhas que o Criador confiou ao Sublime Pastor da Galiléia, para que Ele nos ensine o caminho que nos conduzirá à felicidade plena.

* * *

Este é apenas um lembrete... Que você pode até desconsiderar...

Mas uma coisa é certa: você não deixará de existir, como Espírito imortal que é, e não evitará os percalços e as lições da caminhada, porque você, você é filho da Inteligência Suprema do Universo...

Pense nisso!

Redação do Momento Espírita. Disponível no CD Momento Espírita, v. 11, ed. Fep.

COMBRADORES DE NÓS MESMOS...

Tem gente que não se toca mesmo...

Claro que não to falando de você, to falando dos outros.
Aliás, já reparou como é fácil falar dos outros?
E mais fácil ainda, é os outros falarem de você.

Claro, não vestem o seu sapato, não sabem das suas dores, problemas.
Não sabem do seu emocional e nem do tanto que tem que lutar.

Pois é, mas como eu ia falando "dos outros",
já notou como tem gente apegada ao passado?
O que eu vejo de gente falar que no passado aquilo era melhor,
que não se fazem mais coisas como antigamente.
Que os romances do passado eram mais firmes, sinceros...
Hoje em dia...ah! hoje em dia é tudo porcaria...

Será?
Não será a fuga das pessoas da realidade que cobra tanto?
E por fim, não será essa realidade a nossa própria cobrança?

Antigamente, vivíamos para procriar e durávamos no máximo 40 anos.
Hoje, tem muita gente querendo casar aos 40 e programar filhos para depois.

Hoje queremos mais!
Sim queremos felicidade, amor, reciprocidade.
Queremos votar em quem queremos e amar quem o nosso coração escolher.

Estamos mais exigentes e por isso, sofremos.
Somos nossos maiores cobradores e não nos perdoamos.

Por isso, quando você encontrar uma dessas pessoas (os outros é claro).
Diga sem medo:
Relaxe e aproveite a vida.
Não reclame tanto, não se cobre, não se questione. Perdoe-se.

Assim, todos nós vamos começar a perceber que somos super legais.
Que temos condições de amar, viver, trabalhar, crescer, ter e ser sem pisar em ninguém.

Por fim, esse novo tempo que tanto desejamos,
vai começar agora mesmo, nesse instante em que nos perdoamos.
E percebemos o quanto nos amamos.

Hoje é sempre o melhor dia para se perceber o quanto você vale.
Relaxe e aproveite a vida, alma querida.

Paulo Roberto Gaefke

SEJA VIVO!

"Portanto, agora já não há condenação para os que estão em Cristo Jesus, porque por meio de Cristo Jesus a lei do Espírito de vida me libertou da lei do pecado e da morte." Romanos 8.1-2


Por que os cristãos - especialmente os ativos - parecem às vezes ter mais problemas do que lhes caberia?

Esta pequena historia explica:

Jorge e Zeca eram amigos. Um dia, Jorge perguntou ao amigo:

-Zeca, por que é que você, sendo cristão, tem todos esses problemas, provas e tribulações ao passo que eu, que nem sequer acredito em Deus, não tenho nem metade dos problemas que você tem?

- Não sei não. Acho que vou precisar pensar um pouco antes de responder. disse Zeca.


Uns dias mais tarde, os dois foram caçar patos.
Jorge atirou contra uma revoada e vários patos cairam no lago de onde haviam alçado voo. Alguns estavam mortos, mas outros apenas feridos.

Jorge sabia por experiência que, as vezes, os patos feridos se levantam e voam novamente se não forem agarrados rapidamente.

Então, enquanto Zeca corria para o lugar onde os patos havia caído, Jorge gritou:

- Pegue os vivos! Pegue os vivos! Largue os mortos pra depois!

O velho Zeca voltou com os patos no saco e um sorriso no rosto.

- Acho que tenho a resposta para a sua pergunta - disse. Veja bem, eu sou um vivo! O diabo tem medo que eu vá escapar, por isso tenta me colocar dentro do saco primeiro. Você... é um morto. Ele já o pegou, por isso não está nem um pouquinho preocupado com o que você vai fazer!

E é o que acontece conosco. O diabo não pode nos recapturar uma vez que estamos salvos - somos do Senhor para sempre!
Mas ele realmente se desdobra pra impedir que sejamos cristão ativos.
Mas não deixe que seus ataques o desanimem ou atrapalhem, porque se perseverar, vencerá a luta e receberá a recompensa que o Senhor tem reservado para você!

"Feliz é o homem que persevera na provação, porque depois de aprovado receberá a coroa da vida, que Deus prometeu aos que o amam" Tiago 1.12

Retirado do livro Superando Obstáculos de J. Ruy

quinta-feira, 18 de abril de 2013

ELOGIAR...

"E, abrindo Pedro a boca, disse: Reconheço por verdade que Deus não faz acepção de pessoas;" Atos 10.34


Renomados terapeutas que trabalham com famílias, divulgaram uma recente pesquisa onde nota-se que os membros das famílias brasileiras estão cada vez mais frios, não existe mais carinho, não valorizam mais as qualidades, só se ouvem críticas.


As pessoas estão cada vez mais intolerantes e se desgastam valorizando os defeitos dos outros.
Por isso, os relacionamentos de hoje não duram.
A ausência de elogio está cada vez mais presente nas famílias de média e alta renda.

Não vemos mais homens elogiando suas mulheres ou vice-versa,
Não vemos chefes elogiando o trabalho de seus subordinados,
Não vemos mais pais e filhos se elogiando, amigos, etc.

Só vemos pessoas fúteis valorizando artistas, cantores, pessoas que usam a imagem para ganhar dinheiro e que, por conseqüência são pessoas que tem a obrigação de cuidar do corpo, do rosto.

Essa ausência de elogio tem afetado muito as famílias.

A falta de diálogo em seus lares, o excesso de orgulho impede que as pessoas digam o que sentem e levam essa carência para dentro dos consultórios.

Acabam com seus casamentos, acabam procurando em outras pessoas o que não conseguem dentro de casa.

Vamos começar a valorizar nossas famílias, amigos, alunos, subordinados.
Vamos elogiar o bom profissional, a boa atitude, a ética, a beleza de nossos parceiros ou nossas parceiras, o comportamento de nossos filhos.
Vamos observar o que as pessoas gostam.

O bom profissional gosta de ser reconhecido, o bom filho gosta de ser reconhecido, o bom pai ou a boa mãe gostam de ser reconhecidos, o bom amigo, a boa dona de casa, a mulher, o homem, enfim vivemos numa sociedade em que um precisa do outro, é impossível um homem viver sozinho, e os elogios são a motivação na vida de qualquer pessoa.

Quantas pessoas você poderá fazer feliz hoje elogiando de alguma forma?

UM PRESENTE INESQUECÍVEL...


Linda tinha 7 anos quando ouviu sua mãe comentar com uma de suas amigas que, no dia seguinte, faria 30 anos.

Jamais linda soubera que sua mãe fazia aniversário. Também nunca a vira ganhar um presente.

Por isso, foi até seu cofrinho, juntou todas as moedas e se dirigiu à loja da esquina.

Procurou um presente que pudesse se encaixar naquele preço. Havia bibelôs, mas ela pensou que sua mãe teria que espaná-los todos os dias.

Havia caixinhas de doces, mas sua mãe era diabética.

Finalmente, conseguiu comprar um pacote de grampos de cabelo.

Os cabelos de sua mãe eram longos e escuros. Ela os enrolava duas vezes na semana e, quando os soltava, ficava parecendo uma artista de cinema.

Em casa, linda embrulhou os grampos em uma página de histórias em quadrinhos do jornal, porque não sobrou dinheiro para papel de presente.

Na manhã seguinte, à mesa do café, entregou o pacote à sua mãe e disse: "feliz aniversário, mamãe!"

Em silêncio, entre lágrimas, a mãe abriu o pacote. Já soluçando de emoção, mostrou ao marido, aos outros filhos: "sabe que é o primeiro presente de aniversário que recebo na vida?"

Beijou a filha no rosto, agradecendo e foi para o banheiro lavar e enrolar os cabelos, usando os grampos novos.

Quando a mãe saiu da sala, o pai aproximou-se de linda e confidenciou: "linda, quando eu era menino, lá no sertão, não nos preocupávamos em dar presentes de aniversário para adultos. Só para as crianças.

E, na família de sua mãe, eles eram tão pobres que nem isso faziam. Mas você me fez ver, hoje, que isso precisa mudar. Você inaugurou uma nova fase em nossa vida."

Depois desse dia, a mãe de linda ganhou presentes em todos os seus aniversários.

Os filhos cresceram. As condições da família melhoraram.

Então, quando a mãe de linda completou 50 anos, os filhos todos se reuniram e lhe compraram um anel com uma pérola rodeada de brilhantes.

Programaram uma festa e o filho mais velho foi quem, em nome dos irmãos, entregou o anel.

Ela admirou o presente e mostrou a todos os convidados.

"Não tenho filhos maravilhosos?" Ficava repetindo de um em um.

Depois que todos os convidados se retiraram, linda foi ajudar na arrumação.

Estava lavando a louça na cozinha, quando ouviu seus pais conversando na sala.

"Bem", dizia o pai. "que lindo anel seus filhos lhe deram. Acho que foi o melhor presente de aniversário de sua vida."

Depois de um breve silêncio, linda ouviu a voz de sua mãe responder docemente: "sabe, Ted, é claro que este anel é maravilhoso. Mas o melhor presente que ganhei, em toda minha vida, foi aquela caixa de grampos. Aquele presente foi inesquecível."

***
Os atos que colocam colorido especial nas vidas são pequenos, silenciosos, e podem se manifestar a qualquer tempo.

É suficiente querer, usar a imaginação e deixar extravasar o coração.

Se você nunca brindou alguém com flores, com um cartão escrito de próprio punho;

Se você nunca surpreendeu alguém com uma festa surpresa, um presente inesperado, tente hoje.

Hoje é sempre o melhor tempo para começar o que é bom, novo e portador de felicidade.

Equipe de Redação do Momento Espírita com base no cap. Os grampos de cabelo, de autoria de Linda Goodman, do livro Histórias para aquecer o coração das mães, de Jack Canfield, Mark Victor Hansen, Jennifer Read Hawthorne e Marci Shimoff, ed. Sextante.

quarta-feira, 17 de abril de 2013

SUPORTE PARA PRATOS... passo a passo

Suporte para pratos feito de fios de juta
Suporte para pratos
O fio de juta é um material extremamente versátil para fazer uma série de trabalhos manuais interessantes. Pode-se fazer luminárias, flores, decoração de velas e muito mais! Hoje você vai aprender a fazer, de maneira super simples um suporte para pratos, ideal para colocar na mesa de jantar e deixar tudo mais bonito. Não precisa de quase nada para fazer e o resultado é excelente. Vamos ao passo a passo?

Material necessário

 Fio de juta
 Cola quente
 Tesoura

Como fazer o suporte para pratos com fio de juta

Passo a passo suporte com juta

1) A ideia por trás desse trabalho artesanal é muito simples: enrolar o fio de juta colando um fio ao lado do outro com cola quente. Quer algo mais simples do que isso? Para não sujar a mesa, use um suporte de papelão ou jornal.
Suporte pronto

Depois de enrolar tudo e finalizar o seu porta pratos, é só usar! Não perca tempo e faça o seu agora mesmo.

Crédito das fotos: http://www.taradennis.com/create/table/rope-table-mats.html

VIRANDO A PÁGINA...

Virar a página significa mudar de atitude com a convicção de um bom pensamento.
Tudo começa com a certeza de que você fez o melhor pela situação.
Seja pelo romance que não deu certo, pelo emprego que perdeu, pela briga familiar.
Em todos os casos, era o que você poderia oferecer naquele momento.
Hoje é claro, você sabe muito mais da vida, porque quem erra leva lições,
quem sofre, aprende nas entrelinhas da dor dicas preciosas.
Vire a página para viver novas experiências com a certeza de que o passado
ficou na esquina do tempo observando o seu futuro.
Esse mesmo futuro que você pode construir agora com novas cores.
Um novo amor, um novo emprego, uma nova amizade, uma família dos sonhos.
Tudo é permitido quando você se permite acordar do pesadelo e caminhar.
O caminho é esse, mas pode ter vários atalhos, várias avenidas.
Escolha uma delas, sem medo de errar. Recomece!
Virar a página é dizer com todas as letras para você:

- Eu me amo e mereço ser feliz!

Vire a página agora...

Paulo Roberto Gaefke

segunda-feira, 15 de abril de 2013

SERÁ QUE VOCÊ PRECISA DE TERAPIA?

Como sabemos se precisamos fazer terapia ou não? Às vezes as pessoas a nossa volta nos sugerem, outras vezes a decisão é nossa e parte de uma percepção de que as coisas não vão bem ou que poderiam estar melhores. Mas e aquelas pessoas que sofrem em silêncio, sem saber se devem ou não buscar uma ajuda profissional?

Pensando nisso, o psicólogo americano da Universidade de Harvard Robert Epstein (http://drrobertepstein.com/) desenvolveu um inventário sobre saúde mental, baseado no DSM, capaz de indicar se a pessoa deve procurar ajuda de um profissional de saúde mental – psiquiatra, psicólogo, psicanalista, etc..
Para quem sabe inglês, esse inventário pode ser feito pela internet nohttp://doyouneedtherapy.com/
Resolvi traduzir as alternativas do teste e colocar aqui no terapiaemdia.com.br

( )Nos últimos 6 meses tenho me sentido cansado, fatigado, irritadiço, tenso ou distraído.
( ) Me sinto extremamente temeroso quando exposto a algum objeto ou situação em particular, e quando exposto sinto muito medo ou pânico.
( ) Tenho sentido nos últimos anos sintomas de dor ou mal-estar ou outras disfunções físicas que não puderam ser detectadas por exames médicos.
( ) No último mês minha fala ou meu pensamento tem às vezes sido incoerente ou confuso.
( )Eu acredito fortemente que minha aparência é defeituosa, e isso faz me sentir nervoso ou ansioso.
( )Acredito fortemente que estou doente, apesar de meu médico me garantir que sou saudável.
( )Tenho muito medo de algo ou alguma situação, e esse medo me atrapalha no meu trabalho ou em casa.
( ) Tenho certeza que sou perseguido, mesmo que outros não concordem com isso.
( )Estou numa relação amorosa que é muito insatisfatória para mim e não consigo sair dela.
( )Tenho medo de ficar perto de pessoas em certas situações e percebo que esses medos são irracionais ou excessivos.
( ) Estou em um relacionamento que me gera sentimentos dolorosos com frequência.
( ) Tenho dificuldades para controlar meus impulsos para apostas e jogos.
( ) Tenho me arriscado muito por não pensar nas consequências.
( )Tenho muito medo de situações em que devo interagir com outras pessoas.
( )Tenho me sentido deprimido na maioria dos dias por pelo menos 2 semanas.
( ) Em algumas situações sociais me sinto muito ansioso.
( )Não vejo nada de errado em mentir e não me importo muito com a segurança e o bem-estar dos outros.
( )Com frequência tenho pesadelos sobre experiências ruins que tive no passado.
( ) Recentemente meu nível de energia tem estado estranhamente baixo.
( )Durante o último ano tive que aumentar meu consumo de álcool ou drogas para ter satisfação ou para lidar com meus problemas.
( )Acho difícil ou impossível me excitar sexualmente ou atingir o orgasmo.
( ) Por pelo menos duas semanas tenho achado difícil sentir prazer em atividades diárias que costumava gostar.
( ) Tenho pensamentos repetitivos para me acalmar ou para previnir que algo terrível aconteça.
( )Durante o último ano meu humor mudou mais de uma vez de depressão para euforia.
( )Me sinto incapaz de ter uma relação íntima com outra pessoa.
( )Meus hábitos alimentares mudaram muito em pouco tempo.
( )Com frequência como muito e depois provoco o vômito ou uso laxantes ou outros métodos extremos para evitar o ganho de peso.
( )Durante o último ano tentei e não consegui diminuir o consumo de álcool, drogas ou cigarros.
( ) Durante o último ano eu tive que beber mais álcool ou consumir mais drogas para satisfazer minha vontade.
( )Por pelo menos 6 meses tenho estado muito ansioso e preocupado sobre várias coisas e atividades.
( )Com frequência tenho lembranças de um evento traumatico que sofri.
( )Com frequência ajo impulsivamente e isso me causa problemas.
( )Alguns pensamentos que considero irracionais ou excessivos têm me ocorrido repetidas vezes.
( )Meu humor varia rapidamente de deprimido à eufórico sem razões aparentes.
( ) Me preocupo muito com meu peso ou minha aparência e por isso como ou me exercito de maneira considerada anormal pelas pessoas.
( )A pelo menos um mês tenho escutado ou visto coisas que não parecem reais enquanto acordado.
( )Às vezes sou incapaz de controlar a raiva.
Tenho comportamentos ou pensamentos repetitivos e não consigo evitá-los.
( )Por pelo menos uma semana quase não tenho precisado dormir.
( )Tive um episódio de pânico e tenho muito medo de que ele se repita.
( )Durante o último ano meu humor tem se alterado sem causas aparentes.
( )Estou em um relacionamento pobre em comunicação ou em que eu e meu parceiro somos incapazes de resolver problemas.
( )Tive ataques de pânico recentemente com tremores, mal-estar e sudorese e parecia que iria morrer.
( ) Tenho pouco ou nenhum interesse sexual e isso tem atrapalhado meu relacionamento.
( ) Sofro de um medo extremo de algo ou alguma situação, e considero esse medo irracional ou excessivo.
( )Às vezes revivencio o horror sentido em um evento traumatico que vivi no passado.
( )Recentemente meus padrões de sono mudaram muito.
( ) Por pelo menos 6 meses tenho sentido um nervosismo ou uma preocupação difícil de controlar.
( )Não sinto desejo ou não consigo comer o suficiente para manter meu peso corporal saudável.
( ) Por pelo menos 6 meses tenho sentido necessidades sexuais estranhas como por exemplo ter contato sexual com crianças ou objetos inanimados.
( )Aguns lugares ou situações fazem me sentir numa armadilha ou em perigo, e eu me sinto muito nervoso nesses lugares ou situações.
( ) Por ao menos uma semana tenho me sentido incrivelmente importante – quase como um deus.
( ) No último mês tenho perdido o controle de alguns movimentos de partes do meu corpo.
( ) Por pelo menos duas semanas tenho pensado frequentemente sobre querer morrer.

Qualquer uma dessas alternativas pode ser motivo para se procurar uma ajuda terapêutica, nem que seja para um esclarecimento sobre a intensidade do problema e os possíveis tratamentos.

VASO RÚSTICO - passo a passo

Que ideia boa para um vaso rústico. E bem barata para fazer. 
É só comprar um vidrinho no R$1,99 e colar a cordinha com cola quente!

RENASCE!


Renasce!
Enquanto o dia corre, trabalha sem cessar,
não desanime enquanto restar forças.
Enquanto o corpo permite, levanta-te,
não fique no chão da reclamação fácil.
Enquanto a alma resiste, se encha de amor,
amor por você mesmo, pelo que você é,
e você é muito mais do que imagina,
mais do que dizem e conhecem.

Renasce!
Sai da sombra do quarto escuro,
foge da depressão com um sorriso renovador,
com a certeza de que o mundo tem muito mais
para te oferecer e devolver para a sua vida.
Enquanto pode, reconcilia-te com todos,
não deixe intriga nenhuma te afastar de alguém,
não deixe a família se separar,
junte sempre, não espalhe...

Renasce!
Que esta noite é sua, a chuva fina que cai,
a lua que ilumina os caminhos,
prepararam o chão para as sementes,
que estavam adormecidas e quando o amanhã chegar,
o sol vai  despertá-las para uma nova vida,
para um novo tempo, tempo de colher,
de ser novo e novidade, riso e alegria,
para amar e ser amado,
no tempo de ser simplesmente você,
que com o amor renasce.

Eu acredito em você.
Paulo Roberto Gaefke
Ocorreu um erro neste gadget