Páginas

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

A SABEDORIA DIZ...

Críticos estão ai, por toda a parte.
Pessimistas então, chovem de todos os cantos.
Quando você tem uma ideia e fica procurando quem incentive, é melhor falar primeiro com o "espelho".

Isso mesmo, já que andam achando as suas ideias "meio loucas", então faça um favor de fazer uma loucura melhor, e falar com você.

Ora, quem é que veste o seu sapato e sente o calo apertar?
Quem é que sente aquela dor de cabeça que vem de vez em quando, lembrando das contas para pagar, dos trabalhos que estão por fazer.

Ora, se não tem ninguém para transferir a sua dor, fique com ela e siga seu caminho.
Por onde passar espalhe amor, sementes de otimismo.
Não se deixe abalar por nada que não venha de você.

Ou seja, notícia ruim dos outros é dos outros.
Problema gigante dos outros é dos outros.
Separação dos outros é separação dos outros.
Desemprego dos outros é dos outros.
O que podemos fazer?
Ajudar de acordo com nossas possibilidades.
Veja bem: nossas possibilidades.
Não é para arrumar mais um problema para você.

Que adianta você pular no mar para salvar seu melhor amigo que está se afogando se você não sabe nadar?
Morrem os dois, não é mesmo?
Ah! o racional diz isso, mas e a emoção?
A emoção, vez em quando, tem que ser sufocada em nome da razão.
Que é muito melhor chamar um guarda-vidas do que tentar fazer mais uma besteira.

Pense nisso:
"A sua dor não sai estampada em manchete nos jornais."
Cuide primeiro de você pra depois olhar para alguém.
Olha isso não é egoísmo, é pura sabedoria.
É o que eu desejo a você.
SABEDORIA.
O resto é consequência.
Não se maltrate por ninguém!

Paulo Roberto Gaefke

O SENTIDO DA FELICIDADE: AMAR!

Melhor que o cheiro da terra molhada depois da chuva, é um beijo apaixonado em plena rua.
Daqueles onde nos perdemos em mil devaneios.
E nada mais importa, a não ser aquele momento, em que nos perdemos...

Melhor que a noite de lua cheia em céu claro, é o abraço apertado da pessoa amada,
que andava longe, afastada.
E nesse doce reencontro, declara seu amor.
E toda angústia da espera se transforma em "nada".

Melhor que o doce mais doce da doceria, é o carinho sincero de quem nos ama.
É o olhar que diz mais que mil palavras.
É a cumplicidade que nos ampara.
A doçura que nos permite seguir em frente.
Ainda que mil barreiras se levantem.
O amor nos fortalece e nada nos detém.
Se nos resta uma força, é do amor que ela provem.

Melhor que sonhar, é realizar o amor em nós mesmos.
Permitindo-se viver o amor várias vezes.
Ainda que cause, vez ou outra, dor ou espanto.
Não se perca do amor e do seu maior encanto:
-a capacidade infinita de amar, de poder dizer: eu te amo várias vezes, todas elas com muita verdade.
Esse é o sentido da felicidade.
Amar, amar e amar.

Paulo Roberto Gaefke

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

15 MINUTOS...

"Mas as coisas que saem da boca vêm do coração, e são essas que tornam o homem 'impuro'." Mateus 15.18

Era uma vez, há muitos e muitos anos, uma escola de anjos.
Conta-se que naquele tempo, antes de se tornarem anjos de verdade, os aprendizes de anjos passavam por um estágio.
Durante certo período, eles saíam em duplas para fazer o bem e no final de cada dia, apresentavam ao anjo mestre um relatório das boas ações praticadas.

Aconteceu então, um dia, que dois anjos estagiários, depois de vagarem exaustivamente por todos os cantos, regressavam frustrados por não terem praticado nenhum tipo de salvamento sequer. Parece que naquele dia o mal estava de folga.
Enquanto voltavam tristes, os dois se depararam com dois lavradores que seguiam por uma trilha. Neste momento, um deles, dando um grito de alegria, disse para o outro:

"Tive uma idéia. Que tal darmos o poder a estes dois lavradores por quinze minutos para ver o que eles fariam?"

O outro respondeu:
"Você ficou maluco? O anjo mestre não vai gostar nada disto!"
Mas o primeiro retrucou:
"Que nada, acho que ele até vai gostar! Vamos fazer isto e depois contaremos para ele".
E assim o fizeram. Tocaram suas mãos invisíveis na cabeça dos dois e se puseram a observá-los.
Poucos passos adiante eles se separaram e seguiram por caminhos diferentes.
Um deles, após alguns passos depois de terem se separado, viu um bando de pássaros voando em direção à sua lavoura, e passando a mão na testa suada disse:

"Por favor, meus passarinhos, não comam toda a minha plantação! Eu preciso que esta lavoura cresça e produza, pois é daí que tiro o meu sustento."
Naquele momento, ele viu espantado a lavoura crescer e ficar prontinha para ser colhida em questão de segundos. Assustado, ele esfregou os olhos e pensou: "devo estar cansado" e acelerou o passo. Aconteceu que logo adiante ele caiu ao tropeçar em um pequeno porco que havia fugido do chiqueiro. Mais uma vez, esfregando a testa ele disse:
"Você fugiu de novo meu porquinho! Mas, a culpa é minha, eu ainda vou construir um chiqueiro decente para você."

Mais uma vez espantado, ele viu o chiqueiro se transformar num local limpo e acolhedor, todo azulejado, com água corrente e o porquinho já instalado no seu compartimento.

Esfregou novamente os olhos e apressando ainda mais o passo disse mentalmente: "Estou muito cansado!" Neste momento ele chegou a casa e, ao abrir porta, a tranca que estava pendurada caiu sobre sua cabeça. Ele então tirou o chapéu, e esfregando a cabeça disse:
"De novo! E o pior é que eu não aprendo. Também, não tem me sobrado tempo. Mas ainda hei de ter dinheiro para construir uma grande casa e dar um pouco mais de conforto para minha mulher."
Naquele exato momento aconteceu o milagre. Aquela humilde casinha foi se transformando numa verdadeira mansão diante dos seus olhos. Assustadíssimo, e sem nada entender, convicto de que era tudo decorrente do cansaço, ele se jogou numa enorme poltrona que estava na sua frente e, em segundos, estava dormindo profundamente. Não houve tempo sequer para que ele tivesse algum sonho. Minutos depois ele ouviu alguém pedir socorro:
"Compadre! Me ajude! Eu estou perdido!"
Ainda atordoado, sem entender muito que estava acontecendo, ele se levantou correndo. Tinham na mente, imagens muito fortes de algo que ele não entendia bem, mas parecia um sonho. Quando ele chegou à porta, encontrou o amigo em prantos.
Ele se lembrava que poucos minutos antes eles se despediram no caminho e estava tudo bem. Então perguntando o que havia se passado ele ouviu a seguinte estória:

"Compadre nós nos despedimos no caminho e eu segui para minha casa. Acontece que poucos passos adiante, eu vi um bando de pássaros voando em direção à minha lavoura.
Este fato me deixou revoltado e eu gritei: "Vocês de novo, atacando a minha lavoura, tomara que seque tudo e vocês morram de fome! Naquele exato momento, eu vi a lavoura secar e todos os pássaros morrerem diante dos meus olhos! Pensei comigo, "devo estar cansado", e apressei o passo. Andei um pouco mais e cai depois de tropeçar no meu porco que havia fugido do chiqueiro. Fiquei muito bravo e gritei mais uma vez: "Você fugiu de novo? Por que não morre logo e pára de me dar trabalho? "Compadre, não é que o porco morreu ali mesmo, na minha frente? Acreditando estar vendo coisas, andei mais depressa, e ao entrar em casa, me caiu na cabeça à tranca da porta. Naquele momento, como eu já estava mesmo era com raiva, gritei novamente: "Esta casa... Caindo aos pedaços, por que não pega fogo logo e acaba com isto?". Para surpresa minha, compadre, naquele exato momento a minha casa pegou fogo, e tudo foi tão rápido que eu nada pude fazer! Mas... Compadre, o que aconteceu com a sua casa?... De onde veio esta mansão?"

Depois de tudo observarem, os dois anjos foram, muito assustados, contar para o anjo mestre o que havia se passado.
Estavam muito apreensivos quanto ao tipo de reação que o anjo mestre teria.
Mas tiveram uma grande surpresa.
O anjo mestre ouviu com muita atenção o relato, parabenizou os dois pela idéia brilhante que haviam tido, e resolveu decretar que a partir daquele momento, todo ser humano teria 15 minutos de poder ao longo da vida.

Só que, ninguém jamais saberia quando estes 15 minutos de poder estariam acontecendo.

Será que os 15 minutos próximos serão os seus?

Muito cuidado com tudo o que você diz como age e aquilo que pensa!
Sua mente trabalhará para que tudo aconteça, seja bom ou ruim.

Desconheço o Autor

RECEITA DE FAMILIA...

"Família é prato difícil de preparar. São muitos ingredientes.
Reunir todos é um problema...Não é para qualquer um.
Os truques, os segredos, o imprevisível.
Às vezes, dá até vontade de desistir...

Mas a vida...sempre arruma um jeito de nos entusiasmar e abrir o apetite.
O tempo põe a mesa, determina o número de cadeiras e os lugares.
Súbito, feito mila gre, a família está servida.

Fulana sai a mais inteligente de todas.
Beltrano veio no ponto, é o mais brincalhão e comunicativo, unanimidade.
Sicrano, quem diria? Solou, endureceu, murchou antes do tempo.
Este é o mais gordo, generoso, farto, abundante. Aquele, que surpreendeu e foi morar longe...
Ela, a mais apaixonada.
A outra, a mais consistente...

Já estão aí?
Todos?
Ótimo.

Agora, ponha o avental, pegue a tábua, a faca mais afiada e tome alguns cuidados.
Logo, logo, você também estará cheirando a alho e cebola.

Não se envergonhe de chorar.
Família é prato que emociona.
E a gente chora mesmo.
De alegria, de raiva ou de tristeza.

Primeiro cuidado: temperos exóticos alteram o sabor do parentesco.
Mas, se misturadas com delicadeza, estas especiarias, que quase sempre vêm da África e do Oriente e nos parecem estranhas ao paladar, mas tornam a família muito mais colorida, interessante e saborosa.

Atenção também com os pesos e as medidas.
Uma pitada a mais disso ou daquilo e, pronto: é um verdadeiro desastre.

Família é prato extremamente sensível.
Tudo tem de ser muito bem pesado, muito bem medido.

Outra coisa: é preciso ter boa mão, ser profissional.
Principalmente na hora que se decide meter a colher.
Saber meter a colher é verdadeira arte.

Uma grande amiga minha desandou a receita de toda a família, só porque meteu a colher na hora errada.

O pior é que ainda tem gente que acredita na receita da família perfeita.

Bobagem. Tudo ilusão.

Não existe Família à Oswaldo Aranha; Família à Rossini, Família à Belle Manière; Família ao Molho Pardo (em que o sangue é fundamental para o preparo da iguaria).

Família é afinidade, é à Moda da Casa.

E cada casa gosta de preparar a família a seu jeito.

Há famílias doces.
Outras, meio amargas.
Outras apimentadíssimas.

Há também as que não têm gosto de nada, seria assim um tipo de Família Dieta, que você suporta só para manter a linha.

Seja como for, família é prato que deve ser servido sempre quente, quentíssimo.

Uma família fria é insuportável, impossível de se engolir.

Enfim, receita de família não se copia, se inventa.

A gente vai aprendendo aos poucos, improvisando e transmitindo o que sabe no dia a dia.
A gente cata um registro ali, de alguém que sabe e conta, e outro aqui, que ficou no pedaço de papel.
Muita coisa se perde na lembrança.
Principalmente na cabeça de um velho já meio caduco como eu.
O que este veterano cozinheiro pode dizer é que, por mais sem graça, por pior que seja o paladar, família é prato que você tem que experimentar e comer.

Se puder saborear, saboreie.

Não ligue para etiquetas.
Passe o pão naquele molhinho que ficou na porcelana, na louça, no alumínio ou no barro.

Aproveite ao máximo.

Família é prato que, quando se acaba, nunca mais se repete."

Trechos do livro: "O Arroz de Palma" de Francisco Azevedo.

terça-feira, 28 de agosto de 2012

ATRAÇÃO...

Você já parou para pensar que você é um magneto vivo? Isso mesmo: um ímã que atrai pessoas e situações de acordo com o seu estado de espírito...

Sabe aquele dia em que, quando você acorda, escorrega no tapete, tropeça no cachorro, mancha a camisa com café... e assim por diante? Nesses dias, a tendência de todos nós é sair esbravejando, no maior mau humor...

Com essa atitude, todo o resto do dia vai ser desastroso, com certeza. Sabe por quê? Porque você está atraindo situações desagradáveis.

Mas dá pra reverter o quadro catastrófico. Basta parar um minutinho, respirar fundo e, se possível, rir...

Rir do escorregão, do tropeço e da mancha, que nem foi tão grande assim...

Não se esqueça: você é um ímã, que atrai tudo o que está de acordo com o seu desejo mais intenso.

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

O QUE É A VIDA...


Adicionar legenda

Vida não é manter um placar. Não é quantos amigos você tem, ou o quanto você é aceito. Não é sobre se você tem planos para este final de semana, ou se você está sozinho. Não é sobre quem você está namorando, quem você já namorou, ou quantas pessoas você já teve e se você nunca teve ninguém.

Não é sobre quem é sua família, ou quanto dinheiro ela tem. Ou que tipo de carro você dirige. Ou quando você foi mandado à escola... Não é sobre o quanto você é bonito ou feio, ou que roupas você usa, que sapatos você calça, que tipo de música você ouve.

Não é sobre se seus cabelos são loiros, vermelhos, pretos ou castanhos. Ou se sua pele é muito clara ou muito escura. Não é sobre que graduação você tem, o quão esperto você é, o quão esperto os outros pensam que você é, ou o quão inteligente os testes dizem que você é.

Não é sobre que clubes você freqüenta, ou o quanto você é bom no seu esporte. Não é sobre representar o seu ser inteiro em um pedaço de papel e ficar vendo quem irá aceitar o seu "eu" que está escrito.

A vida não é isso!

Mas a vida é, sim, sobre quem você ama e quem você machuca. É sobre quem você faz feliz ou infeliz propositalmente. É sobre manter ou trair a verdade. É sobre amizade, usada como algo sagrado ou como uma arma. É sobre o que você diz e pensa, às vezes contundente, às vezes encorajador.

É sobre iniciar rumores e contribuir para fofocas mesquinhas. É sobre que julgamentos você já passou e por quê. E como seus julgamentos foram espalhados ou difundidos. É sobre quem você tem ignorado com total controle e intenção.

É sobre ciúme, medo, ignorância e vingança. É sobre carregar internamente o amor e o ódio, deixando-os crescer e espalhando-os.

Vida é tudo aquilo com que preenchemos o espaço entre nós e nossos amigos, nossa família, nossos colegas, e também os nossos desafetos e até mesmo as pessoas que sequer conhecemos a quem às vezes dizemos "bom dia", às vezes não dizemos nada.

Como você tem preenchido este espaço?

PODER DAS PALAVRAS...

"Se me disseres que me amas, acreditarei. Mas se escreveres que me amas, acreditarei ainda mais.

Se me falares da tua saudade, entenderei. Mas se escreveres sobre ela, eu a sentirei junto contigo.

Se a tristeza vier a te consumir e me contares, eu saberei. Mas se a descreveres no papel, o seu peso será menor."

E assim são as palavras escritas: possuem um magnetismo especial; libertam, acalentam, invocam emoções.

Elas possuem a capacidade de, em poucos minutos, cruzar mares, saltar montanhas, atravessar desertos intocáveis.

Muitas vezes, infelizmente, perde-se o autor, mas a mensagem sobrevive ao tempo, atravessando séculos e gerações. Elas marcam um momento que será eternamente revivido por todos aqueles que as lerem.

Viva o amor com palavras faladas e escritas. Mate saudades, peça perdão, aproxime-se. Recupere o tempo perdido, insinue-se, alegre alguém, ofereça um simples "bom dia". Faça um carinho especial. Use a palavra a todo instante, de todas as maneiras, e verás que sua força é imensurável. Lembre-se sempre do poder das palavras.

"Quem escreve constrói um castelo, e quem lê passa a habitá-lo"

ENTENDER DE GENTE E DE SONHOS...

Você sabe quais são os dois grandes desafios dos gestores nas organizações na era do conhecimento?

Entender de gente e de sonhos.

No primeiro, tudo fica mais fácil quando aprendemos a gostar de gente e a nos interessar mais profundamente pelos caminhos que regem as relações humanas, harmonizando essências e resgatando valores perdidos, abrindo uma porta segura no querer ser.

No sonho a coisa se complica um pouco mais. Quando entendermos o significado dos sonhos das outras pessoas, estaremos abrindo o nosso coração para a concretização dos desejos guardados no fundo da alma alheia. Entender de sonhos alheios é o mesmo que decifrar um enigma muito simples, mas que, pela correria do nosso dia-a-dia e pela falta de percepção, torna-se complexo e indecifrável. Os sonhos existem e devem ser realizados.

Assim, quando você estiver na coordenação de um grupo de pessoas, democratize os tratamentos, pois todos somos diferentes e com sonhos diferentes. Entender esta alquimia de sonhos e de gente é construir para si um espetáculo chamado felicidade abundante, que, no caso específico das organizações, rima perfeitamente com sucesso.

Adonai Zanoni de Medeiros

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

O NÚMERO DA SUA CASA...

Some os números até reduzir a um.
Ex. Se vc mora em apartamento rua tal, nº 425 Ap. Nº 302
some 4+2+5+3+0+2 = 16 =>1+6= 7 (esse é o numero)

CASA NÚMERO 1
Vantagens: é uma casa com energia de liderança e inovação. Os moradores deste local tendem a não ouvir conselhos ou o que as pessoas comentam a seu respeito. Costumam ser ousados e aprendem com os próprios passos, já que gostam de arriscar. Boas vibrações para pessoas originais, independentes, dinâmicas, elétricas e com uma série de projetos e ideias.
Desvantagens: a casa 1 acaba gerando um grande individualismo e, por isso, os moradores devem tomar cuidado com a agressividade (que pode se manifestar intencionalmente), o egoísmo e a insegurança.
Ideal para as pessoas independentes, com atividades criativas e originais, como por exemplo artistas e pessoas que necessitam de ser populares em algum grau. Muitas vezes essas características poderão ser descobertas e ou intensificadas nessa residência.
Dica de Feng Shui: decore e/ou organize os objetos aos pares.

CASA NÚMERO 2
Vantagens: é a casa do casamento, da parceria e da sociedade, já que os moradores gostam de fazer as coisas em conjunto. A intuição e a sensibilidade são bem fortes e estas pessoas tendem a ser diplomáticas, conciliadoras, criativas e detalhistas. Sendo assim, costumam ajustar as divergências para conquistar harmonia e união. Boas vibrações para casais, amantes, namorados, músicos, artistas, místicos e para quem gosta de plantas e natureza.
Ideal para pessoas que gostam de viver de maneira tranqüila e com simplicidade. Esse número promove também um relacionamento harmônico com os vizinhos, amigos e entre os próprios moradores. Favorável a pessoas que tenham sociedade e uma vida doméstica.
Desvantagens: a hipersensibilidade pode fazer com que os moradores dessa casa se preocupem demais com os outros de uma maneira muito maternal e, assim, acabem doando mais do que devem. Sensações como submissão e passividade também podem ocorrer nessa casa.
Dica de Feng Shui: tenha velas ou objetos triangulares na decoração.

CASA NÚMERO 3

Vantagens: esta casa vibra com a energia da expansão, da comunicação, do entusiasmo e da expressividade. Os moradores terão novos caminhos e oportunidades em suas vidas. Boa casa para jornalistas, publicitários e vendedores. Também é favorável para ampliar o divertimento, a sociabilidade e as festas.
A alegria estará presente nessa casa muitas vezes, será um bom lugar para receber socialmente, mas é preciso ter cuidado para que seus ocupantes não gastem demais em prazeres e luxos. Talento e criatividade encontrarão aí um bom solo para se desenvolver.
Desvantagens: os moradores podem ter humor oscilante e desgaste de energia, por conta de diferentes atividades e da sociabilidade. Ainda pode haver tendência para preguiça ou influência de opiniões externas.
Dica de Feng Shui: tenha plantas, objetos de forma quadrada (como abajur, quadros ou vasos) ou a cor amarela na decoração.

CASA NÚMERO 4
Vantagens: estabilidade, estrutura, segurança e proteção são as principais energias de uma casa com a vibração deste número. Há uma relação direta com a energia da segurança das quatro paredes. Há também muita praticidade, planejamento, determinação e realização. Esta casa é indicada para pessoas que trabalham com responsabilidade para um bem comum, ajudando os outros e o planeta. Também é útil para quem é muito ligado à natureza, pois tem relação com os quatro elementos: água, ar, fogo e terra.
Ótima para pessoas práticas, sistemáticas honestas e que não tenham medo do trabalho. Ai prosperaram e conseguirão alcançar suas metas. Por essas características também serão respeitados e bem vistos na comunidade.
Desvantagens: Os ocupantes desta casa podem priorizar demais o trabalho e tendem a ser teimosos e lentos.
Dica de Feng Shui: tenha na decoração objetos divertidos, instrumentos musicais e lembranças de viagens. Além, é claro, de muita música no ambiente.

CASA NÚMERO 5
Vantagens: essa é a casa das viagens, das festas, da alegria, da mudança, da liberdade e da comunicação. A movimentação é constante na casa com a vibração do número 5 e o espírito de aventura e de independência impera na vida de seus ocupantes. Há muita energia de vitalidade, versatilidade e expansão. Boa casa para quem trabalha com viagens, comunicação, eventos, vendas e relações públicas.
Essa será uma casa para as pessoas que apreciam a movimentação e muitas visitas, se bem que as pessoas que aí residirem não serão muito caseiras e estarão sempre em movimento. Ótima para festas e reuniões.
Desvantagens: o excesso de agitação pode tornar os moradores dispersos, rebeldes e até mesmo impulsivos.
Dica de Feng Shui: inclua a cor verde e/ou lilás na decoração, objetos de madeira e/ou esculturas ou imagens que representem grupos de pessoas unidas.

CASA NÚMERO 6
Vantagens: essa casa é aconchegante, acolhedora, saudável, bela, equilibrada e repleta de vibrações positivas para a vida em família e/ou em grupo. Há muita energia de generosidade, amor e proteção no lar com vibração do número 6. Bom ambiente para famílias e crianças, além de também ser indicado para artistas, advogados e quem exerce atividades que envolvem voluntariado, comunidade e responsabilidade social.
A vida em família será muito rica e prazerosa, e para as pessoas certas essa casa trará muito boas vibrações. Nessa casa não deveremos descuidar da vida doméstica e da atenção a nossos familiares. Mais do que simplesmente um dormitório, existe a possibilidade de que essa casa seja verdadeiramente um Lar.
Desvantagens: a grande energia de doação pode levar a um idealismo extremo ou à desilusão com os embates da vida. Pode haver muito perfeccionismo e recolhimento – vontade de não querer sair de casa.
Dicas de Feng Shui: tenha um canto de leitura ou hobby. Fontes, objetos de metal e/ou redondos ajudam a energia circular.

CASA NÚMERO 7
Vantagens: essa casa tem vibração muito intuitiva e parece um refúgio sagrado. Estimula os estudos, o autoconhecimento e o caminho espiritual. O número 7 favorece a introspecção, a meditação e os insights profundos. Bom ambiente para quem precisa ficar sozinho por um tempo. Indicada para estudantes, filósofos, religiosos e pesquisadores.
É uma ótima casa para os pensadores e estudiosos, assim como para os pesquisadores. Trará também tranqüilidade e repouso aos seus ocupantes.Bom lugar para cursos e escolas. Não é adequada para festas e outras diversões do mesmo gênero.
Desvantagens: as pessoas podem se tornar tímidas, desconfiadas e solitárias. E há uma tendência ao desequilíbrio entre o mundo material e o espiritual.
Dica de Feng Shui: flores e/ou itens na cor vermelha inspiram atitude e extroversão. Incluir na decoração: moedas chinesas, objetos em duplas ou com formato octogonal.

CASA NÚMERO 8
Vantagens: o número 8 simboliza dinheiro! Essa associação é válida, pois existe a vibração da prosperidade e do desenvolvimento material. Organização, liderança, empreendedorismo, poder, autoridade e sucesso são energias que habitam essa casa. Bom lugar para morar e trabalhar. Indicada para trabalhadores autônomos, lojistas e para quem trabalha com finanças. Também é indicado para pessoas que exercem cargos importantes e de liderança.
Uma aura de importância e sucesso envolverão essa casa. Ótima para escritórios de empresas e financeiras. Bom julgamento e eficiência serão necessários aos seus ocupantes. Essa não é uma casa essencialmente doméstica, mais sim uma casa que chama atenção sobre seus ocupantes e faz com que sejam importantes aos olhos dos outros.
Desvantagens: as pessoas que vivem numa casa 8 podem se tornar muito ambiciosas e controladoras. Por outro lado, pode existir uma tendência à passividade, autossabotagem e medo ao lidar com o próprio dinheiro.
Dica de Feng Shui: inclua objetos de cerâmica ou barro na decoração. A cor amarela no centro dos ambientes ajuda a manter o equilíbrio espiritual e material.

CASA NÚMERO 9
Vantagens: nesta casa existe muita sabedoria, compaixão, generosidade, percepção e inspiração. Há também a sensação de missão cumprida, no sentido de que os esforços valeram à pena. A energia desse ambiente mostra resultado, finalização e conclusão. Bom ambiente para pessoas íntegras e que trabalham com energia de doação, para servir ao outro, como médicos, enfermeiros, terapeutas, mestres e professores. Indicada para quem deseja descobrir sua verdadeira missão e para quem faz artesanato e/ou trabalhos manuais.
A casa com esse número tem como característica parecer como que um porto seguro para as pessoas com problemas ou dificuldades e por certo atrairá pessoas com essas características. Adequada a postos de saúde, clínicas, hospitais e organizações de cunho social. Mas por essas características, esse número é um pouco evitado para residências.
Desvantagens: as pessoas podem deixar de lado a sua individualidade em prol dos interesses coletivos. E, ao mesmo tempo, podem desenvolver sentimentos ambíguos, como o de vítima x salvador, e de culpa.
Dica de Feng Shui: expor na decoração objetos únicos e de gosto pessoal. Painel de fotos da família, filhos, companheiro(a), amigos queridos e viagens preferidas.

Fontes: http://www.gazetadascidades.com.br
http://www.personare.com.br/

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

UP - HARMONIA CONJUGAL...


ASSISTAM, PODE MUDAR UMA HISTÓRIA QUE COMEÇOU LINDA E PODE TERMINAR MAIS LINDA AINDA...

ORAÇÃO...

“Jesus respondeu: "O que é impossível para os homens é possível para Deus” Lucas 18.27

Esta é uma oração impressionante. Creia simplesmente nEle e serás abençoado.

O problema com muitos de nós, é que não cremos que Deus abrirá uma janela e derramará bênçãos sem medidas na vida de cada um que não tem lugar nem sabe como recebê-las.

Proponho a qualquer pessoa a provar a Deus. Ele é fiel em sua palavra. Deus não pode mentir e suas promessas são seguras.

Que os olhos que lêem esta mensagem não vejam mal algum ao redor, que As mãos que enviarão esta mensagem a outros não trabalhem em vão e que a boca que diz Amém a esta oração, reine para sempre.

Tenha uma viagem fascinante pela vida no amor a Jesus Cristo. Confie no Senhor de todo seu coração, pois Ele nunca falha e é fiel em suas promessas.

Pai Divino, Deus amável e piedoso, te rogo que abençoes abundantemente a minha família e a mim.

Sei que o Senhor reconhece que uma família é mais que uma mãe, pai, irmã, irmão, esposo e esposa, para todos os que crêem e confiam em Ti. Pai, peço a ti, Senhor, bênçãos e graças não somente para a pessoa que me enviou esta oração, mas também para mim e para todos os quem enviarei esta mensagem. E que a força da união em oração daqueles que crêem e confiam no Senhor seja mais poderosa que qualquer outra coisa.

Agradeço-te de todo coração e com a certeza de que as tuas bênçãos chegarão à minha vida.

Deus Pai, livra a pessoa que lê esta oração agora, de dívidas e de preocupações por causas de dívidas.

Envia a tua sabedoria santa para que eu possa ser um bom administrador sobre tudo quanto o Senhor me tem dado e proporcionado, pois sei que És maravilhoso e poderoso e se Te obedecermos e caminharmos em tua palavra, se tivermos fé mesmo que do tamanho de um grão de mostarda, o Senhor derramará as tuas bênçãos sobre nós.

Agradeço-te, Senhor, pelas bênçãos já recebidas e por aquelas que hei de receber, porque sei que ainda tens muito para fazer por mim e muito mais que eu nem consigo sequer imaginar.

Em nome de Jesus Cristo nosso Salvador, te rogo. Amém.

DE TUDO ENFRENTEI...

De tudo o que já passei na vida, e olha que não foi pouco, apesar da pouca idade.
Enfrentei cada situação com uma reação, em alguns casos, com muita "razão", e em outros, excessiva emoção.

Parece que só o tempo traz esse amadurecimento.
E até hoje, sigo buscando o equilíbrio, entre o "adolescente" que vê tragédia em tudo, e o "adulto" que se julga conhecedor do mundo.
Sempre tento trazer para a minha vida, a criança que ainda existe dentro de mim, e que se esconde de vergonha de se exibir.

Somos assim, meio tolos, fingindo ser o que gostaríamos de ser,
vestindo sapatos apertados, jóias horrorosas, perfumes que estão na moda e entopem o nariz.
Moramos bem, mas sempre queremos um quarto a mais.
Se amamos, queremos declarações a todo o momento.
Se um relacionamento termina, achamos que é o fim do mundo.
Que "nunca mais" teremos alguém assim, apesar de saber que essa última pessoa, nem era assim "uma Brastemp".

E o tempo vai passando, a vida vai acertando os passos, e os que conseguem vencer a barreira da idade, buscam o sossego de um ombro amigo, o encanto de palavras gentis, amigos para um jogo de cartas, uma viagem.
Descobrimos a felicidade como ela é: simples, sem muitos adereços, sem frescura.

Se você quer seguir sem muitos sustos pela vida, equilibre-se com a criança que habita em você, deixando escapar de vez em quando o eterno adolescente que grita, e colocando o adulto que você se transformou, como um observador.
E assim, usando a razão dosada com emoção, possamos ser melhores do que fomos ontem, neste dia que convida para a vida.

Seja feliz.
Paulo Roberto Gaefke

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

AGRADECENDO PELAS PULGAS...

"Alegrem-se sempre. Orem continuamente. Dêem graças em todas as circunstâncias, pois esta é a vontade de Deus para vocês em Cristo Jesus" I Tessalonicenses 5.16-18.

Corrie Teen Boom, em "Lugares Escondidos" relata um incidente que lhe ensinou um grande princípio.

Ela e sua irmã Betsy acabavam de ser transferidas para o pior campo de prisão alemã que já tinham visto Ravensbruck.

Ao entrarem no alojamento, verificaram que estava infestado de pulgas.

A leitura das Escrituras, naquela manhã, lhes orientava a estar sempre alegres, a orar sem cessar e dar graças em qualquer circunstância.

Betsy disse a Corrie para interromper, por instantes, a leitura da Palavra para que orassem agradecendo a Deus por cada detalhe naquele alojamento.

Corrie, a princípio, recusou-se a agradecer pelas pulgas, mas Betsy insistiu.

Finalmente ela concordou.
Durante os meses que passaram naquele campo elas ficaram surpresas pelo fato de poderem manter as reuniões de oração e estudo da Bíblia sem a interferência dos guardas.

Somente muitos meses depois elas ficaram sabendo que os guardas não entravam naquele campo por causa das pulgas.

Muitas vezes, aquilo que nos parece ruim e motivo de grande tristeza e frustração, pode ser, na realidade, uma grande bênção para nossa edificação e crescimento espiritual.

Deus tem Sua forma de agir e, sempre, o que faz é para o nosso bem e para nossa felicidade.

O que precisamos compreender é que "todas as coisas cooperam para o nosso bem" e que precisamos ter os olhos espirituais abertos para entender o propósito de Deus em cada situação.
Nem tudo que julgamos bom é o melhor para nós e nem tudo que achamos ruim pode se traduzir como fracasso.

Às vezes, são os momentos mais turbulentos de nossa caminhada que nos levam, verdadeiramente, ao regozijo das grandes conquistas.

Você costuma reclamar das "pulgas" que enfrenta?
Talvez elas sejam a maior bênção de toda a sua vida.

Desconheço o Autor

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

LADRÕES DE ENERGIA VITAL...

PROTEJA SUA CASA DOS LADRÕES DE ENERGIA VITAL

O pior tipo de problema é aquele que provoca a fuga de energia vital "Chi" dos ambientes, deixando esses locais e as pessoas que moram ou circulam neles desvitalizadas, vamos falar sobre todos os possíveis "ladrões de energia" de um ambiente e quais são as soluções do Feng Shui para resolver esses problemas.
Acabando com os ladrões de energia

Cuidado com os vidros quebrados: Em qualquer ambiente existe um fluxo natural da energia Chi. Quando uma janela está fechada, a energia Chi bate nos vidros e é redirecionada, naturalmente, para outros cantos e ambientes.
Mas quando as janelas têm vidros quebrados, há fuga da energia Chi por esses vãos. E o pior de tudo é que vidros quebrados ou trincados podem significar pouca ou nenhuma visão das metas ou objetivos atuais e futuros.
Solução: Trocar os vidros quebrados e trincados.

Lareiras: um perigo no meio da sala
Não tem coisa mais gostosa do que ficar ao lado de uma lareira no inverno, se aquecendo e relaxando. Só que no resto do ano, quando ela não está sendo usada, se você não tomar uma série de cuidados, terá dentro de casa um "sugador" de energia vital, que sai pela "boca" e pela "chaminé" da lareira.
Solução: Mantenha a porta da chaminé fechada e enfeite o "buraco" da lareira com flores e plantas. Dê vida à lareira, quando ela não estiver sendo usada.

Muita atenção com os pontos de luz
Um dos problemas que sempre vejo nos ambientes são pontos de luz e interruptores sem espelho de proteção e com fios desencapados.
Um fio desencapado rouba com facilidade a energia vital dos ambientes (o fio elétrico conduz qualquer tipo de energia). Um ponto de luz sem espelho é um buraco que rouba energia do ambiente.
Solução: Coloque "espelhos" nos pontos de luz e encape os fios elétricos.

Rachaduras nunca mais
Dê uma atenção muito especial às rachaduras que aparecem nos ambientes.
Não estou falando de trincas, mas de rachaduras profundas.
Uma rachadura, além de mostrar que há algo errado na estrutura da casa, pelo Feng Shui pode representar abalo em algum sector da nossa vida. E dependendo da rachadura, constatamos uma fuga enorme de energia vital por ela.
Solução: Vede o mais rápido possível essa rachadura.

Os ralos da casa
Muito cuidado com os ralos e os canos de esgoto. Eles são programados para tirar tudo que não será mais usado dentro de uma casa. Por isso, sugam tudo para fora dos ambientes, até a energia Chi.
Comece imediatamente a mapear os ralos que existem em sua casa ou empresa. Você irá notar que não é só nos banheiros que existem ralos.
Solução: Tampe todos os ralos com um tapete, por exemplo.
Banheiros: os maiores inimigos.
Todo o trabalho do Feng Shui em uma casa ou empresa pode ir literalmente pelo ralo se não tivermos um cuidado redobrado com os banheiros.
O banheiro é o maior ladrão de energia Chi dos ambientes. Isso ocorre por dois motivos:
• A função principal do banheiro em uma residência ou empresa é a de recolher e tirar desses locais -através da privada, ralos, esgotos e canos- todas as impurezas do nosso organismo e a água usada no banho e para higiene pessoal.
Mas toda vez que usamos a descarga da privada ou a água para o banho, a energia Chi que está no local também vai para o ralo e é sugada para fora do banheiro.
E se a porta do banheiro fica constantemente aberta, toda a energia Chi do cómodo vizinho e da própria casa é sugada, roubada e retirada do imóvel.
• Outro motivo prejudicial é o fato de a água ser o elemento predominante no banheiro. A água tem polaridade Yin (negativa), e a energia tem muito mais facilidade de descer do que de subir. Isso contribui ainda mais para "empurrar" a energia Chi para fora da casa.
Esse roubo ou fuga de energia Chi pelos banheiros poderá, dependendo da localização e quantidade de banheiros em um imóvel, provocar vários problemas já mencionados.
Soluções:
• Mantenha sempre as portas dos banheiros fechadas. Isso evitará a fuga constante da energia Chi
• Mantenha a tampa da privada sempre baixa e os ralos tampados
• Evite usar as cores azul e preto no banheiro. Essas cores representam o elemento água
• Coloque objectos decorativos de madeira ou da cor verde. Isso irá ajudar a subir a energia. Verde no banheiro é positivo (toalhas, tapetes, etc…)
• Coloque plantas no banheiro, mesmo que artificiais. Prefira as plantas que crescem para cima
• Use toalhas e tapetes amarelos ou de tons terra para ajudar a conter a fuga de energia
• Mantenha o banheiro sempre ventilado e limpo
• Pendure no batente da porta do banheiro uma esfera facetada. A esfera segura a fuga de energia Chi.
• Ponha na porta do banheiro, do lado de fora, um pequeno espelho decorativo. O espelho reflete a energia Chi de volta para a casa.

Tomando esses cuidados iniciais e básicos você terá grandes resultados. E a dica final é: "use e abuse das plantas, do verde e amarelo nos banheiros. Nada de economia!"

Fonte: Feng Shui, de Franco Guizeti

ALMA GÊMEA SIM...

Claro que existem almas gêmeas e amores duradouros!
Você deve conhecer um casal assim, ás vezes, na sua própria casa, ou na sua vida.

É que os relacionamentos andam tão banalizados, tão comuns, que assistimos ao casa e descasa generalizado das pessoas e começamos acreditar que "todos relacionamentos são assim mesmo".

Mas, é preciso lembrar que notícia boa não vende jornal. Nem revistas e sequer dão IBOPE na tevê.
O que nós prestamos atenção quase sempre é nas desgraças, nas tragédias, no "mal" como forma de expressão que sempre chama a atenção.

Por isso, não espere ver no seu site de notícias, histórias de casais felizes,
casamentos que ultrapassam o tempo, as dificuldades e até a descrença geral,
e que se tornam pontos de luz e referência para o amor.

Muitos bebês vão nascer hoje, mas apenas o que morrer de forma estranha vai virar notícia.
Muitos saltarão de asa-delta e apenas se houver um acidente fatal vai virar notícia nacional.
Muitos vão casar ou "juntar as mantas" neste dia, mas só as separações vão virar mexericos.

Sua alma gêmea não precisa ser de outras vidas.
Pode nascer agora, no exato momento em que você se despe das ilusões passageiras.
Quando você se respeita e admira a pessoa que está mexendo com o seu coração.
Assim, o amor que é a explosão da paixão no início de tudo, se transforma em carinho e admiração pela eternidade.
Confundindo sentimentos, paixão e amizade.
Eis o segredo do amor que atravessa o tempo, símbolo da eterna felicidade.
Amor que não tem fim, almas que se encontram, alma gêmea sim!

Eu acredito em você
Paulo Roberto Gaefke

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

GOTAS DO AMOR...

As gotas do amor são "forças poderosas de transformação".
É como perfume concentrado, bastam poucas para perfumar o ambiente.

Transformam lugares escuros em pontos de luz.
Quebrantam corações endurecidos e minam resistências dolorosas.
Acalmam corações aflitos, mostram a paz.

As gotas do amor nascem em almas vividas.
Pessoas que já vivenciaram muitas batalhas.
Conhecerem pessoas, se desencataram,
sofreram traições, revoltas com ou sem motivo.
Por isso, não espere conhecer o amor em rosas sem espinhos.
Nem descobrir a felicidade em caminhos floridos.

O amor, para ser amor, pede verdadeiras batalhas.
Convencimento gravado na alma, não no coração.
O coração vê somente a margem, fixa-se na imagem.
Já a alma enxerga o profundo, desnuda os sentimentos.
Traduz o que realmente vai em cada um, sem constrangimentos.

O amor quer te transformar.
Você tem tempo para se doar?

Tem uma folga em seus milhares de pensamentos para absorver.
Tem coragem para enfrentar desilusões e mesmo assim, perdoar?
O amor é mais do que a força da paixão, que por vezes cega.
O amor é força libertadora que tudo transforma, tudo conserta.

Se você ainda não se transformou, ainda não amou.

Deixe o amor trazer toda a sua bagagem para morar na sua vida.
Com ele vem o perdão irrestrito, a emoção aflorada,
a vontade de viver cada dia melhor.
E nas noites outrora agitadas,
ter tempo para contemplar as estrêlas.
Tempo de ser dócil e feliz com o que tem,
sem ilusões ou anseios do além.
O tempo de amar é agora.
Ainda que com minúsculas gotas do amor,
sempre é amor...

Eu acredito em você
Paulo Roberto Gaefke

MUDANÇAS AO REDOR...

“Como são felizes as pessoas que fazem do Senhor a sua força e resolvem em seu coração seguir os retos caminhos de Deus! Elas são capazes de transformar lugares secos em fontes de água, de transformar tristezas e sofrimentos em alegrias e bênçãos, em lugares cobertos de flores e frutos com as primeiras chuvas.”
Salmos 84:5-6

Eu tenho o privilégio de conhecer muita gente boa, legal, agradável, positiva, otimista. Pessoas que alegram minha vida e dos demais ao seu redor.

Mas infelizmente existem pessoas que parece que foram ungidas com óleo de urubu. Tudo é ruim, feio, deprimente, tudo vai mal, tudo vai piorar.

Este salmo elogia e abençoa aquele que faz do vale árido um manancial. É destes que eu quero ser, não dos contrários.

Não podemos nos furtar de tentar entender o que significa isso.

Eu gosto sempre de pensar em aridez e deserto como algo que está estragado. Não necessariamente algo morto, mas algo que está sem vida naquele momento, desprovido de nutrientes e de água. Mas algo que pode ser fertilizado e irrigado para produzir vida e vida em abundância. Seja no sentido literal ou espiritual, todo deserto é acima de tudo um desafio a ser vencido para aperfeiçoamento ou morte.

Se olhar para o vale árido como um monte de areia seca, dali não sairá nada mais do que pó.

Assim são as almas de tantos que se perdem, os empregos de alguns, os relacionamentos familiares de tantos, as esperanças de outros tantos.

Seja bem-aventurado (abençoado) transformando os secos em mananciais. Olhe para estas vidas de alma arenosa e sem vida, e faço disso um manancial. Semeie para que ali brotem águas intermináveis e abundantes.

Olhe para relacionamentos que não têm mais o que render, que parece que já foram espremidos e prensados, exauridos à sequidão total. Olhe para eles e veja com os olhos da fé um manancial, derramando vida. Invista neles, aposte neles, semeie neles.

Olhe para vidas desesperançadas e apresente a elas a esperança das esperanças. Uma vida que vale a pena é algo que transforma um vale seco em um rio. Vamos?

“Deus, tem tanta gente que ainda precisa de Ti, que não te ama e não te conhece na intimidade. Eu quero ser alguém que faz destas vidas secas um rio de Deus.”

Mário Fernandez

SEM DEIXAR PARA AMANHÃ...

A vida sempre surpreende. Ou talvez se deva dizer que a morte surpreende a vida? Afinal, ela sempre aparece em momento inoportuno.

Quando estamos para nos aposentar e gozar do que consideramos um merecido descanso. Ou quando estamos nos preparando para o casamento.

Ou, ainda, quando acabamos de passar por um concurso que nos garantiria uma carreira de sucesso.

Por isso mesmo, nunca devemos deixar para amanhã as declarações de afeto.

Por vezes, tivemos um professor que nos influenciou muito e realmente deu sentido, propósito e direção à nossa vida. Entretanto, nunca reservamos um tempo para lhe agradecer.

De repente, ele morre e ficamos a pensar: "meu Deus, ao menos eu deveria lhe ter escrito uma carta."

De outras, brigamos com alguém e punimos a pessoa com nosso silêncio. Passam-se os dias, os meses, os anos.

E continuamos com a punição. Aí a pessoa morre.

O que acontece? Quase sempre o remorso nos alcança e começamos a cogitar: "eu devia ter falado com ela."

Para compensar a nossa culpa, vamos à floricultura e compramos muitas flores, para enfeitar o caixão, a sala mortuária, o túmulo.

Teria sido muito mais compensador ter comprado algumas flores antes, um pequeno ramalhete e ter tentado fazer as pazes. Reatar a afeição.

É até possível que a pessoa rejeitasse as flores, as jogasse no chão. E nos desse as costas. Mas, então, o problema não seria mais nosso, mas exclusivamente dela.

Um dos exemplos mais comoventes a respeito do arrependimento por deixar para depois, nos vem de uma carta escrita por uma jovem americana ao namorado.

É mais ou menos assim: "lembra-se do dia em que eu pedi emprestado seu carro novo e o amassei?

Achei que você ia me matar, mas você não me matou.

Lembra-se de quando eu o arrastei para ir à praia, e você disse que ia chover, e choveu?

Pensei que você fosse dizer: ‘eu não a avisei?’, mas você não falou.

Lembra-se da época em que eu paquerava todos os rapazes para lhe fazer ciúmes, e você ficava com ciúmes?

Achei que você fosse me deixar, mas você não me deixou.

E quando deixei cair torta de amora nas suas calças novas?

Pensei que você nunca mais fosse olhar para mim, mas isso não aconteceu.

E quando me esqueci de lhe dizer que o baile era a rigor, e você apareceu de jeans?

Achei que você fosse me bater, mas você não me bateu.

Havia tantas coisas que eu queria fazer para você quando você voltasse do Vietnã...

Mas você não voltou..."

Não permitamos que a morte arrebate a chance de dizermos o quanto amamos as pessoas.
O quanto elas são importantes para nós. Pode ser uma avó, um irmão, um amigo.
Não necessariamente somente pessoas do círculo familiar. Aprendamos a esboçar gestos de amor e a dizer palavras que alimentam a alma do outro.
Mesmo que um dia alguém nos tenha dito que não é bom o outro saber que o amamos, porque se aproveitará de nós.
Mesmo que outro alguém tenha insinuado que parecemos tolos quando ficamos afirmando a intensidade do nosso amor, da nossa amizade e da nossa ternura.

O ser mais perfeito que andou pela Terra, o Mestre Galileu, não temeu demonstrar amor e dizer: "amai-vos como eu vos amei."

Equipe de Redação do Momento Espírita com base no cap. O casulo e a borboleta, do livro o Túnel e a luz, de Elisabeth Kübler-Ross, ed. Verus
Ocorreu um erro neste gadget