Páginas

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

QUANDO EVOLUÍMOS?


Quando mudamos?
Quando encontramos prazer em servir, em ser útil.
Quando amadurecemos?
Quando a ofensa já não nos ofende, o orgulho é morto.
Quando amamos?
Quando todos se tornam iguais diante das nossas atitudes.
Quando sofremos?
Quando nos apegamos aos bens perecíveis do mundo.
Quando nos iludimos?
Quando acreditamos que estamos prontos, maduros e seguros.
Quando aprendemos?
Quando a lição, seja pelo amor ou pela dor, retifica o nosso agir.
Quando conquistamos?
Quando marcamos na alma de alguém com um gesto amoroso.
Quando morremos?
Quando desprezamos a oportunidade de servir.
Quando nos tornamos cristãos?
Quando o Cristo vive em nossas atitudes, quando deixamos de falar em Jesus, e praticamos o que Ele deixou de lição.
Quando seremos felizes?
Quando nossas mãos calejadas ou não pelo trabalho, servir mais para levantar o irmão caído, do que para atirar pedras.
Quando descruzarmos os braços diante do sofrimento alheio, quando a humildade for a companheira mais constante.
Quando descobrirmos finalmente, que somos todos passageiros do mesmo barco, movidos pelos remos das nossas atitudes.
Por isso, por onde você passar, leve esperança, seja o que consola, e será consolado.
Seja o que ampara, e será amparado.
Seja o amor, e será amado, seja o que reconcilia e será ligado no céu, tudo o que você ligar na Terra.

"O olho é a lâmpada do corpo. Se teu olho é bom, todo o teu corpo se encherá de luz. Mas se ele é mau, todo teu corpo se encherá de escuridão. Se a luz que há em ti está apagada, imensa é a escuridão."
Jesus (Mateus 6.22-23)
Paulo Roberto Gaefke

Um comentário:

Polêmica disse...

Que lindo texto!
Temos que servir para sermos servidos. Amara para sermos amados. Tudo começa em nós.
Que possamos sempre ter olhos bons.

Beijão!