Páginas

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

DO ASILO...


Um conto de ficção científica nos fala de uma sociedade onde quase todos nasciam prontos para uma tarefa; técnicos, engenheiros, ou mecânicos.
Uns poucos nasciam sem qualquer habilidade; estes eram enviados para um asilo de loucos - já que apenas os loucos eram incapazes de dar alguma contribuição à sociedade.
Um dos loucos se rebela. O asilo tem uma biblioteca, e ele tenta aprender tudo que pode sobre ciência e arte. Quando acredita que já sabe o suficiente, decide fugir, mas é capturado e levado para um centro de estudos fora da cidade.
“Seja bem-vindo”, diz um dos encarregados do centro. “São justamente aqueles que são forçados a descobrir seu próprio caminho que nós admiramos mais. Pode fazer o que quiser a partir de agora, pois é graças a pessoas como você que o mundo consegue avançar”.
Paulo Coelho

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget