Páginas

quarta-feira, 3 de junho de 2009

DO TEMPO QUE ENSINA...


Entre os caminhos que eu escolhi, alguns foram de pura perdição.
Escolhas que eu fiz, que redundaram em nada, outros em sofrimento e dor.
em todos restaram experiências fortes, que marcaram para sempre.
Aliás, para sempre é muito tempo.
Eu prefiro dizer que deixaram marcas, que um dia o tempo vão apagá-las.
Lembra do dia em que você perdeu algo importante?
se foi recentemente, talvez você ainda chore.
Mas, se fizer muito tempo, talvez reste uma névoa, uma vaga lembrança da tristeza.
O tempo é esse professor que não espera, passa para a próxima lição e manda seguir adiante.
É como aquele caderno onde você errou tudo; se ficar chorando sobre o erro, não passa de ano, morre com aquela lição perdida.
Ou então,rasgue a folha, ou pule a página, comece ou recomece tudo outra vez.
A vida é assim, caminhos que são oferecidos, escolhas que fazemos, erros e acertos.
Tudo vale a pena, mesmo a incerteza, só não vale parar na dor, porque acima de tudo, o que vai ficar, é só o amor.
Paulo Roberto Gaefke

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget