Páginas

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

NÃO QUERO ORAR...


Não quero orar, quero falar com Deus!
E apesar das minhas deficiências, não quero intermediários, quero chegar até Ele.
Por isso não escolhi nenhuma oração, não vou repetir uma receita de ninguém, pois o que eu preciso não saiu no jornal. A minha alma anda aflita, e por mais que eu repita, uma ladainha de palavras bonitas, ela não se acalma.
Preciso falar o que vai aqui dentro de mim, do meu jeito, com as minhas dificuldades de linguagem, e mesmo sem imagem, sei que Ele vai me entender.
Por isso, me desarmo, tiro as sandálias, faço deste lugar onde estou, um lugar santo, com respeito me dirijo a Deus.
Com a alma desnuda, liberta de preconceitos, falo de mim como quem esvazia um balão de ar, solto tudo e as lágrimas não tardam, lavam meu rosto ressecado pelo tempo.
Sinto uma paz profunda.
É o meu ser encontrando o Criador, mesmo em silêncio Deus me ouve, me entende, e é nesse instante mágico, sublime e divino, que me entrego em Teus braços, e creio, que tenho mais força do que acreditava.
Que posso seguir meu caminho em paz, e apesar das lutas, dor e e decepções, sei que tenho alguém que vela por mim, que o que eu penso é o que atrai, e que mais do que um Deus, hoje, encontrei um Pai!
Amém
Paulo Roberto Gaefke

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget