Páginas

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

ATREVIMENTO...


As vezes lenta, mas de forma inexorável, a vida cobra atitudes que por vezes, relutamos em tomar.

Relacionamentos desgastados, reformas das nossas atitudes, mudanças na nossa maneira de nos alimentarmos e o bom combate aos nossos vícios, que por vezes, usamos como muletas e carregamos como "fardos necessários", mesmo que eles desgastem a nossa saúde...

Sim, nós temos medo de mudar, temos até certa "preguiça" de provocar mudanças.
Tudo pode ser melhor, mas há riscos!
E, quem gosta de correr riscos?
Poucos!
Por isso, poucos se atrevem a pular de "Bungee jumping", saltar de paraquedas, surfar grandes ondas,
tem gente até com medo de viver um grande amor!!!

Acredita que tem gente se escondendo da vida?
Gente que antes de tentar já desiste, afirmam sem maior cerimônias:
-Isso não é para mim!
Tudo bem, se for uma coisa ruim, uma "bomba", que não seja mesmo para você, mas uma coisa boa, desistir antes de tentar?

Uma coisa é certa:
Quanto mais deixamos para depois as mudanças que sabemos necessárias, mais dolorosas elas se tornam.
Por isso, um pouco de atrevimento e "sonhos grandiosos" não fazem mal nenhum, pelo contrário, é fundamental para desenvolvermos a visão do vencedor. Esta visão é a "mola" que impulsiona as pessoas, sejam elas quem forem, com ou sem diplomas, para a vitória.

Então, aprenda: mudar não dói tanto assim, o que dói é a nossa teimosia em não aceitar a mudança que se faz tão presente.
Atreva-se um pouco mais!
Paulo Roberto Gaefke

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget