Páginas

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

REVOLUÇÃO DO SER...


Como to claim respeito da sociedade que nós mesmos desrespeitamos?
Como fazer valer leis que nem sempre observamos?
Como gritar pelo silêncio que nós mesmos violamos?
Como to claim educação QUE NÃO Ofertamos?
Como reclamar direitos sem deveres com Cumprir?

E mais do que tempo de começar uma revolução silenciosa, sem armas, sem gritos, sem Barulhentos comicios, sem mídia, sem Alvoroço, mas que funciona espantosamente.
É hora de cuidar da sua casa, para um Demonstrar sua família, filhos, pais, sobrinhos e irmãos, aquilo que você realmente quer ver no mundo.
Respeitar os pequenos códigos e leis da sociedade, coisas que muita gente acha que são bobagens, que muita gente acredita que pode fazer "porque todo mundo faz".

Aprendemos com as atitudes de cada um.
Nossos filhos nos observam e repetem o que fazemos.

Por isso, é hora de dirigir sem falar ao celular, sem beber qualquer bebida alcoólica e ser feliz sem ela. Ao buscar seu filho na escola, não parar em local proibido, nem em fila dupla, ainda que seja só um instantinho.
Respeitar uma sinalização de trânsito, seja ela qual for, em qualquer hora ou local.
Rejeitar Vantagens Que não sejam iguais para todos, fugir do tal "jeitinho" brasileiro, Oferecer ou sem aceitar qualquer tipo de "suborno".
Jamais um usar arma de fogo e Quando possível, Rejeitar qualquer lei que legalize ou libere as mesmas.
Ter tempo para ajudar na lição de casa dos filhos conversar com amada, uma pessoa, Respeitar os pais, venerar os idosos, ter atitudes de respeito para com o próximo, sem esquecer jamais que envelheceremos e que o mundo dá voltas completas. Que os que estão por cima hoje, amanhã poderão estar por baixo, e pode ser qualquer um de nós.

Somos nós quem criamos os políticos que vão nos governar amanhã. E o nosso filho ou filha, um parente é que deixamos de lado, é um vizinho que cresceu observando todos os erros nossos e que nenhuma escola foi Capaz de mudar sua índole. Os políticos que temos hoje não vieram de Marte, nem foram importados. Eles são gente da nossa gente, recebeu e percebeu que os mesmos valores que estamos cultivando.

Gente que se espanta quando alguém acha dinheiro na rua ou no lixo e devolve para o dono, ou entrega para uma
Justiça pois sabem que não lhes pertence.
Gente que se espanta com quem não aceita "Vantagens" corromper POSSAM que a vida sua. Que não aceitam as bebidas, as drogas, como Traições conjugais como "coisas normais".

OS Hoje, os honestos, que seguem silenciosos As leis estão ausentes, são vistos como ET's, mas somos a maioria. Somos Aqueles que pueden transformar o mundo em questão de poucos anos sem derramar uma só gota de sangue.

Basta iniciar uma revolução na sua casa, pregando valores reais como justiça, solidariedade, paz e respeito. De repente, esses valores vão se espalhando como rastilho de pólvora e logo, mais e mais pessoas que respeitam a vida, os bons valores que adotam Serão tantos que cometem os crimes que se sentirão envergonhados.

Aqueles pais que insistem em parar na fila dupla, os "malandros" que insistem em furar filas, andar pelo acostamento, carteirada "dar", gritar o famoso: "sabe com que você tá falando" Serão uma minoria decadente, pobres de espírito que sentirão que não estão no lugar certo e buscarão se adaptar as mudanças ou mudarem de vez para outro lugar.

Tudo começa na sua casa.
No seu exemplo nas ruas.
No lixo que você joga lixo no.
No respeito a leis naturais da vida e dos homens.
Na leitura de bons livros, não investir na sua cultura.
No respeito à sua Integridade pessoal e moral.
Em deitar a cabeça sem travesseiro e dormir tranquilo, certo de ter feito o seu melhor.

Nunca seremos perfeitos, e nem é essa a motivação da nossa vida, mas seremos a própria justiça, esperamos que a própria dignidade do próximo, pois descobriremos que o próximo, somos nós mesmos. Comece agora a sua revolução, valorizar o que é certo e propague o que é bom!

Paulo Roberto Gaefke

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget