Páginas

quarta-feira, 3 de março de 2010

EVOLUÇÃO EM DOIS TEMPOS...


Respeite os seus limites.
Mas não faça deles, o seu ponto de chegada.
Nada é definitivo, afinal de contas, estamos em constante mudança.
E são as mudanças, sejam elas naturais, como a idade, sejam elas reflexos das nossas escolhas,
como a dor, a alegria, a esperança ou o medo, que transformam a nossa capacidade de atingir metas.
Por isso, não se encoste no muro das lamentações, nem fique implorando aos céus o improvável,
aquilo que você ainda não trabalhou dentro de você.
Não espere respostas prontas, pois você vai encontrar mais perguntas.

Cada desafio, cada dificuldade é apenas mais uma etapa nessa jornada evolutiva que todos passamos, seja no campo, na cidade ou na aldeia mais distante, seja o sábio ou o andarilho errante.
Todos rumam para o mesmo ponto: a evolução moral que eleva o espírito, que transforma as pessoas mais simples em pessoas especiais, carismáticas, pelo simples fato de serem felizes, com aquilo que tem, seja muito, ou seja pouco.
Descobrir por fim, que em qualquer tempo, sempre será tempo de sorrir, de acreditar, seguir e ser feliz!
Simples assim...

Paulo Roberto Gaefke

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget