Páginas

sexta-feira, 2 de abril de 2010

O QUE É DE CRISTO?


"Porque todos buscam o que é seu e não o que é de Cristo Jesus."
Filipenses 2:21

Muitos conquistam tanta coisa, alcançam seus objetivos, se formam em cursos que revelam "segredos", frequentam "igrejas" que mais e mais apregoam a "riqueza", a "prosperidade" e a elevação das qualidades pessoais, a valorização do "eu", em detrimento ao consciente coletivo, ao desâpego.
Por isso, muitos morrem pelos carros que lustram tanto, pelo apartamento que enchem de "quinquilharias" que são excessivamente valorizadas.
Se alegram pelos sapatos de grife, mesmo com a possibilidade real de ter partes do pé amputadas por doenças do "descuido pessoal".
Sorriem pelas belas vestes, mesmo com o corpo deformado por cirurgias.
Colocam ouro e prata nos dedos, nos dentes e onde mais puderem, e a felicidade que tanto buscam, fica cada dia mais distante, mais apagada. Vem a depressão, o medo, as fobias, o vazio.
É tempo de buscar o que é de "Cristo Jesus", sem aquelas ameaças vazias das "religiões vazias", apenas com a "Direção espiritual" que o Mestre deixou marcado através das suas atitudes, do seu ensinamento máximo:
- amai ao próximo como a ti mesmo, e a Deus sobre todas as coisas.
O amar ao próximo deve ser um exercício diário, constante. Não adianta falar de Jesus e de justiça e ser o primeiro a ir diante do tribunal querendo linchar quem "supostamente" cometeu uma barbaridade.
Quem somos nós para julgarmos quem quer que seja?
- Aquele que não tem nenhum pecado que atire a primeira pedra.
Que lições aprendemos com o Cristo Jesus?
Será que é só o "é dando que se recebe", já pensando em vantagens pessoais?
Ou o "pedi e recebereís", para que possamos ficar nas lamentações fazendo mil pedidos sem "pé nem cabeça".
Cada um puxa a "sardinha para a sua brasa", buscam o que é "seu", deixando o que é de Cristo Jesus de lado.
Bendita dor e provação que nos faz recordar a missão, que nos leva de volta para o caminho. Bendita a ferida que de vez em quando sangra, para que não haja esquecimento das nossas fraquezas e dificuldades.
Bendito é o amor e a paciência do Cristo que se apieda de nós e derrama amor para nos sentirmos prontos para recomeçar.
E quando tudo parecer tão difícil, tão escuro, tão injusto, que venha à memória sua máxima:
- No mundo tereis tribulações; mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.
Jesus

Que você possa buscar o que é de Cristo Jesus, e se encher de coisas que complementam o seu ser, para ser cheio de bem aventurança, e na simplicidade ou na riqueza, ser simplesmente feliz.
Deus te ama profundamente.

Paulo Roberto Gaefke

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget