Páginas

quarta-feira, 19 de maio de 2010

SE NÃO GOSTAMOS...


As vezes, o rosto que vemos no espelho, não o reconhecemos.
O sorriso amarelo que damos, não nos pertence, a ironia que fere quem amamos, não vive com a gente, o mau-humor que irrita o nosso fígado, não é nosso.
Somos imãs que atraímos diferentes energias, somos retratos mutantes da situação que provocamos.
Por isso, não se espante se a alegria fugir de você, se os amigos sumirem assim, de repente...

Pois eu garanto:
"há dias em que nem nós mesmos nos suportamos!"
Prova inequívoca de que ainda não nos amamos o suficiente.
Não gostamos do que vemos em nós e pouco fazemos para mudar.
Primeiro, baixe a bola da ilusão, pratique a humildade.
Perdoe-se de tudo, e foque-se no presente.
É o hoje o dia, o momento é esse, perfeito para mudar.

Se quer abandonar um vício, comece agora, não se preocupe com a próxima meia-hora.
Se quer deixar de sofrer, encha-se de esperança, abra um "sorrisão", daqueles meio-bobo, quase criança, e deixe-se embalar pela música que vem do "Mais Alto", anjos tocam uma sinfonia de reconhecimento, pois de Deus, você é o mais novo rebento, aquele que descobre em si mesmo,possibilidades infinitas, de ser, crescer, trabalhar, conquistar e amar.
Pois sem amor, a vida é doce sem sabor, é pé de moleque dietético.

Descubra-se!
Renove-se!
Ame aqueles que te amam.
Perdoe aqueles que não te suportam.
Viva a certeza de que em você, o universo faz morada, e tudo é possível ainda hoje, na próxima meia-hora, porque agora, você acredita em você, o resto, é resto.
Seja Feliz!

Paulo Roberto Gaefke

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget