Páginas

quarta-feira, 14 de julho de 2010

VERSOS...


A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, na força que não usamos, e na prudência egoísta que nada arrisca."

"Enfeite-se com margaridas e ternuras E escove a alma com flores Com leves fricções de esperança De alma escovada e coração acelerado Saia do quintal de si mesmo E descubra o próprio jardim..."

Carlos Drummond de Andrade

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget