Páginas

quinta-feira, 29 de julho de 2010

LARS GRAEL...


Durante o período em que ficou internado, lutando bravamente contra a morte, Lars Grael, tinha certeza que iria sair vivo do hospital, que mesmo sem a perna, em breve estaria, pelo menos contemplando o mar, a sua grande paixão e razão da sua própria vida. Mas, enquanto travava essa luta contra as dificuldades do próprio acidente, Lars se penaliza e se martirizava, enfrentando sentimentos de autopiedade, com pensamentos de dúvida quanto ao amor da esposa: será que ela ficaria com ele por amor ou por piedade?

Será que ele poderia pelo menos ver de novo o mar em uma cadeira de rodas?
E o seu físico? será que ficaria atrofiado?.

Revoltado com a própria situação, Lars tinha uma resposta na ponta da língua para os amigos que o visitavam e tentavam consolá-lo:
"Você diz isso, porque não é com você!"
Amargurado, inseguro, mas ainda assim com uma vontade férrea de vencer a briga contra a morte, Lars recobrou a razão e descobriu o novo sentido da vida, ao conhecer a enfermeira do Hospital que era amputada e usava uma prótese. Com um belo sorriso, ela pediu para ele fechar os olhos arrancou a calça ali mesmo, cobrindo-se com uma toalha, mostrou não apenas uma prótese, mas uma esperança, uma maneira de enxergar a vida com novos olhos.

Lars voltou ao mar em dezembro de 1998, apenas três meses após o acidente e mudando de categoria, disputou e ganhou várias competições, removendo definitivamente a piedade da sua vida, aprendendo com uma dura lição, a solidificar para sempre a capacidade que todo ser humano tem em superar limites e limitações.

E você?
Será que não está aumentando demais os problemas que te cercam?
Será que não está tendo uma resposta amarga pronta para disparar contra os amigos?
Será que não está com o sentimento de autopiedade ligado, esperando que apareça uma solução mágica dos céus ou dos anjos?
Liberte-se, supere-se, lute um pouco mais.
Os "Bons Ventos" te esperam neste "mar imenso de possibilidades" chamado "Vida".

Paulo Roberto Gaefke

História real, baseada no acidente de Lars Grael.
PS: O acidente que tirou a perna de Lars Grael, ocorreu no dia 6 de Setembro de 1998. Lars teve duas paradas cardio-respiratórias nas primeiras horas depois do acidente e perdeu muito sangue. Nas semanas seguintes, ainda havia risco de infecções no que restou da perna direita.
* A enfermeira era Cláudia Perini, do Hospital Albert Einstein.

2 comentários:

Márcia disse...

Ele é um verdadeiro exemplo de superação!

Ótimo blog, beijos

Ju disse...

Obrigada!
Volte sempre!

Beijos
Ju

Ocorreu um erro neste gadget