Páginas

quarta-feira, 7 de julho de 2010

OS VÍRUS...


Nunca se falou e se conviveu tanto com vírus como agora.
Na informática, vírus maliciosos roubam senhas de banco, furtam dados preciosos e até segredos de empresas.
Outros, são criados apenas para o mal, para corromper dados, estragar a alegria de muitos, frutos de cérebros frustrados.
Já existem até vírus para celulares!

Na saúde, os vírus estão cada vez mais "resistentes", e a cada temporada, surge uma nova forma "letal", como a gripe aviária, o vírus da gripe suina, (variações da Influenza (H5N1) o HIV (SIDA), a herpes, e tantos outros, que avançam apesar de todos os antibióticos, apesar de todas as formas de prevenção, e de esquemas milionários de vacinação.
Basta um espirro no meio do povo e...

Mas, há um vírus se alastrando pela sociedade, que parece ser muito mais letal e contagioso, que age de maneira furtiva e silencioso, atingindo a todos, sem fazer distinção de sexo, raça, credo, ou mesmo, nível cultural.
Pega no lavrador e ataca o doutor.
É o vírus do "desânimo, variação do vírus da decepção, que tem roubado sonhos e vidas, pois se instala na alma e no coração.
Por isso, se você anda se sentindo triste, com um desânimo sem motivo aparente, se a decepção frustrou seus planos, se os sonhos perderam a cor, eis o momento de parar com o vírus.

Feche os olhos e coloque a sua mão sobre o peito, na altura do coração...
Respire fundo, deixe-se envolver pela paz, sinta-se seguro, firme, forte...
Diga com segurança:
- Deus, meu Pai Amado, me dê um novo sonho, um novo coração, um novo sentido.
Brote em mim o desejo de ser melhor a cada dia.
Dai-me o antibiótico do amor, em doses generosas...

E assim, terei força para amparar quem mais precisa, servir sem esperar nada em troca.
Amar até quando eu for desprezado, ser verdadeiro diante da maior mentira, ser justo, diante da maior injustiça.

Dai-me um novo coração, livre do vírus do desânimo, cheio do Espírito Santo, que me conforta, me enche de encanto, acalma como jardins floridos, com a certeza de que ainda nesta noite, meus sonhos serão coloridos.
Deus dá de graça a vacina do amor, Pode tomar, não tem contra indicação, cura a alma e fortalece o coração.

Paulo Roberto Gaefke

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget