Páginas

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

MOMENTO CERTO...


Quando as pessoas estão infelizes, ansiosas, tensas e nervosas, com muita frequência elas tentam a meditação — mas assim é difícil entrar. Quando você estiver se sentindo ferido, raivoso ou triste, lembrará da meditação, mas isso é praticamente ir contra a corrente, e será difícil.

Quando você estiver se sentindo feliz, amoroso, desprendido — esses são os momentos certos, quando a porta está muito próxima. Apenas uma batida será suficiente.

Repentinamente em uma manhã você estará se sentindo bem, e por nenhuma razão visível. Algo deve ter acontecido fundo no inconsciente; algo deve ter acontecido entre você e o cosmo, alguma harmonia; talvez tenha acontecido à noite, no sono profundo.

Pela manhã você está se sentindo bem; não desperdice esse momento. Alguns minutos de meditação valerão mais que dias de meditação quando você está infeliz. Ou, de repente, à noite; deitado na cama, você se sente à vontade... ambiente aconchegante, o calor da cama... Sente-se por cinco minutos, não desperdice esse momento.
Uma certa harmonia está presente — use-a, embale-se nela, e essa onda o levará para longe, mais longe do que você poderia ir por conta própria. Aprenda a usar esses abençoados momentos.

Osho

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget