Páginas

domingo, 30 de janeiro de 2011

CONCORRENTES...

Benditos sejam meus Concorrentes
Que me fazem levantar cedo e me render mais o dia;
Que me obrigam a ser mais atencioso, competente e correto;
Que me fazem avivar a inteligência para melhorar meus produtos e meus serviços;
Que me impõem a atividade, pois se não existissem, eu seria lânguido, incompetente e retrógrado;
Que não dizem minhas virtudes e gritam bem alto meus defeitos e assim posso corrigir-me;
Que quiseram arrebatar-me o negócio, forçando-me a desdobrar-me para conservar o que tenho;
Que me fazem ver em cada cliente um homem a quem devo servir e não explorar, o que faz de cada um meu amigo;
Que me fazem tratar humanamente meus vendedores, para que se sintam parte de minha empresa e assim vendam com mais entusiasmo;
Que provocaram em mim o desejo de superar-me e melhorar meus produtos;
Que por sua concorrência me converteram em um fator de progresso e prosperidade para meu país.

Salve, concorrentes! Eu vos saúdo... Que o Senhor lhes dê vida longa.


Comandante Rolim Amaro

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget