Páginas

terça-feira, 22 de março de 2011

PENSE E AME SEM MEDO...

Pense...
e dos desafetos dessa vida, faça um buquê de lições, das tristezas mais marcantes, um arranjo de saudade, das desilusões provocadas pelos outros,
uma coroa de esquecimento.
Dos sentimentos que sofreram o abalo do tempo, um maço de cravos perfumados, e de tudo o que viveu até aqui, faça um jardim de sentimentos,
guardados apenas pela fechadura do amor, que tudo perdoa, tudo releva, com a vantagem, de não precisar de vigia na porta, pois o amor, tudo convence, tudo guarda...

Pense...
o amor sempre vale a pena, ainda que a alma aflita por sofrimentos do passado, se agite em mil pensamentos de derrota, de medo e dor, ainda assim, nada é mais misericordioso e libertador que o amor...

Pense...
Doe o seu melhor!
No trânsito, no ônibus, nas ruas, nas favelas ou nas mansões, por baixo de tudo ou por "cima da carne-seca", rindo muito ou chorando feito criança, a vida é uma música, uma dança, que nos convida para um baile que nunca se repete, nada, nenhum dia é igual, só o seu pensamento, se estiver parado no tempo, esse sim, será sempre o mesmo...
que pena!

Pense!
Viva a vida que nos convida,
viva o tempo de vencer a dor,
viva a possibilidade de um novo tempo,
viva um novo amor, ainda que seja o mesmo de sempre,
com nova vida e nova cor.

Paulo Roberto Gaefke

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget