Páginas

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

10 MANEIRAS DE MELHORAR O RELACIONAMENTO…

1) Tem que haver amor (quando confundimos amor e paixão)
Base de qualquer relacionamento, o amor às vezes é confundido com uma euforia momentânea chamada paixão, que na verdade é uma emoção com lente de aumento que amplia mais de mil vezes o que a pessoa sente, tornando-a quase “cega”, sem vontade própria, capaz de fazer as maiores besteiras em nome de um sentimento equivocado. A Paixão, inclusive, é uma palavra do verbo latino, patior, que significa sofrer ou suportar uma situação difícil, já define bem o que você pode esperar da paixão: dor, sofrimento e decepção.

2) Tem que haver respeito
Impossível existir amor onde não há respeito. Se você não consegue respeitar os limites que a pessoa amada tem direito, esqueça, você está no barco errado. Ciúme, desconfianças diárias, perseguições, vistorias em roupas, carteira e objetos pessoais são indícios claros de absoluta falta de confiança, e sem confiança não há respeito e sem respeito, não há amor.


3) Diálogo sim! Discussão Não!
O amor pede muito diálogo, as vezes até um diálogo silencioso, desses que beijos e abraços falam mais que mil palavras. Mas, brigas e discussões devem ser mantidas longe do relacionamento. Claro que, duas pessoas com ideias e visões diferentes do mundo vão entrar em conflito qualquer hora dessas, mas isso não significa que devem entrar em luta corporal ou verbal para defender seus pontos de vista. Se a coisa começa a esquentar, é melhor ceder, parar, respirar, dar uma volta…
Discussões frequentes revelam insatisfações. Procurem se abrir sem ofensas.

Admiração é fundamental!

4) Tem que haver admiração
Admiração (do latim admirari) é aquela surpresa, aquele espanto diante de um fato. Gostamos de alguém porque admiramos nela alguma qualidade que é agradável para nós. O amor vive da admiração, e superamos problemas, dúvidas, desgostos através dessa admiração que nutrimos pelo outro. Sem admiração, o amor seca, não tem como se desenvolver.

5) Tem que ter tempo para amadurecer
O amor precisa de tempo para criar raízes, para desenvolver no casal marcas únicas, conhecimento de emoções até um ponto em que as palavras quase não são mais tão necessárias, pois o olhar, o toque, a expressão facial fala mais que todas as palavras reunidas. Por isso, é impossível dizer “eu te amo” com alguns dias, semanas ou poucos meses de relacionamento. O amor é mais profundo, precisa de tempo para que a sintonia se afine que diferenças sejam igualadas ou confirmadas. O amor pede tempo para acontecer.

Sonhos em comum.

6) Tem que haver sonhos em comum
Quando o relacionamento vai se firmando, o casal começa a ter planos para um futuro em comum. Esses “sonhos” são fundamentais para unir e sedimentar a relação. Sem objetivos comuns, não haverá continuidade no relacionamento, não se cria a cumplicidade tão necessária para a união que pretende ser longa.


7) Tem que haver paciência
Paciência, como você sabe não se vende em farmácias, muito menos em supermercados. Por isso, deve ser uma conquista pessoal diária, um esforço que cada um deve fazer no sentido de melhorar-se como pessoa. A paciência se exercita nos momentos de tribulação, onde normalmente, nossas ideias são confrontadas com as ideias do próximo. Quase sempre, o entrar em discussão defendendo apenas as nossas ideias, acabam gerando mágoas e ressentimentos, por isso, a melhor técnica é enxergar nas ideias do próximo um ponto de vista que apesar de não concordarmos, é digno de respeito. Respirar, pensar e só depois falar, sempre levando em conta que ali está alguém que merece no mínimo, respeito.


8) Tem que haver reconhecimento das qualidades.
Reconhecer defeitos e aponta-los é a tarefa mais fácil que o ser humano consegue fazer diariamente. Apontar erros nos outros então, é uma sentimento que para algumas pessoas parece ser até um ato de “direito”, como se estivesse fazendo o bem maior! Gente que machuca a alma alheia com suas indicações, quase sempre maldosa ao ponto de fazer com que a pessoa se sinta humilhada. Reconhecer qualidades, elogiar alguém é sempre mais difícil, por causa do nosso “ORGULHO”, por isso, preste atenção nas suas palavras. Que elas sejam justas na medida e carregadas de amor, elevando a autoestima da pessoa amada, encorajando-a ao esforço para ser uma pessoa melhor a cada dia.

9) Tem que se preservar a individualidade
Muita gente se esquece de que a pessoa amada tinha amigos antes de começar o relacionamento, tinha uma vida social, escola, trabalho, família e relacionamentos que precisam ser mantidos, principalmente os amigos que não devem jamais serem esquecidos. É natural que o casal busque mais amigos que também tem um relacionamento, esquecendo aqueles “solteiros da farra”, mas amigos não devem ser abandonados, cursos devem ser finalizados, empregos devem ser mantidos e assim por diante.


10) Tem que existir o prazer
Acredite se quiser: tem muita gente mantendo relacionamentos onde o sexo é deixado para um terceiro plano! Pessoas se suportam em nome de “sabe-se lá que conceitos” para manter aparência de família feliz e respeitada, mas o prazer ou está morto, sacrificado em marcas pelo corpo(doenças nervosas, insônia, irritação constante), ou, realizado fora do lar, através da traição pura e simples. Sem prazer o amor não sobrevive. Alias, você já viu amor sem prazer? Só se for sadomasoquismo, e olhe lá, porque o masoquismo envolve um prazer, ainda que estranho para os mais comuns.


http://www.meuanjo.com.br/

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget