Páginas

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

SEMENTEIRAS DO BEM...

Não queira viver a vida idealizada dos seus sonhos, pois com certeza, seria muito, muito chato!
Nada é certinho e ninguém reage como a gente espera.
Cada pessoa tem uma maneira de ser e encarar a vida.
Por isso, sonhe, mas mantenha os pés no chão.

O amor do passado é bom que fique no passado.
Se ele voltar, viva uma nova realidade, com a visão do presente, com olhos da verdade.

Muita gente se ilude com seus sonhos.
Muita gente chora com o que não aconteceu, muita gente fica até maluca,
esperando quem não virá, aguardando o que não vai ser, na esquina do tempo, esperando quem não vai aparecer.

Olhos na vida e foco no caminho.
Nada é definitivo, nem a morte, porta que se revela, nem a sorte, porta que por vezes se escancara.
Tudo é relativo, depende do seu momento.

O que para uns é alegria, para você pode ser melancolia.
Uns sonham em morar diante do mar, outros se deprimem morando na praia.
Já vi mendigos felizes na praça, e milionários tomando mil antidepressivos, em casas de mil quartos e vazias de sentimentos.

Viva o dia que lhe cabe!
Se outro dia vier, faça de tudo para ser melhor que ontem.
Assim, na esteira do tempo, você, como fruta amadurecendo no pé da Vida,
será cada dia mais forte, mais doce, cheio de sementes que um dia, descerão a terra, gerando novas vidas na sementeira do Bem.
Eu acredito em você!

Paulo Roberto Gaefke

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget