Páginas

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

ALIMENTO DA ALMA...

Na manhã que o dia apresenta, o espírito pede atenção.
O café da manhã que o corpo alimenta, pede pão, frutas, suco e leite.
Mas a alma aflita pede silêncio e meditação.
Pare por instantes e programe o seu dia.
Tendo certeza de que reservará um espaço para você.


Muita gente anda passando pela vida.
Deixando o barco correr pela correnteza de problemas e aflições.
Como se não houvesse soluções práticas, uma âncora para parar.
Todos nós temos jeito e soluções.
Todos nós podemos de alguma forma fazer algo de novo.
Podemos mudar o caminho de sempre, abafar as lamentações.
Silenciar as reclamações que quase sempre são as mesmas.


Hoje, na manhã que o dia apresenta, pare um pouco.
Visualize na sua vida, a mudança tão desejada.
Não saia de casa sem uma reflexão, uma oração.
Um desejo concreto de mudança.
Um abraço apertado em cada familiar.
Ou em você, eterna criança.
Que ainda pensa que a vida é só correr para pagar contas.
Que o prazer é pecado, que o bem viver é só para os mais abastados.


Para você que mora diante do mar e não vê a beleza,
para você que mora em uma rua tranquila e só vê tristeza.
Para você que enxerga e não vê.
Para o que escuta e não grava.
Para o que anda e não chega a lugar nenhum
Para você que desperta agora e pensa que o mundo acabou...


O mundo está apenas recomeçando o seu giro diário.
Todas as portas estão abertas para o seu crescimento.
Só depende de você, da sua atitude agora.
Mude, ainda que seja um pensamento.
Viva intensamente, pois este é o seu momento.


Tudo começa agora!


Paulo Roberto Gaefke

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget