Páginas

terça-feira, 2 de outubro de 2012

A POESIA, O TEMPO E A ALMA...

Poesia é a vida que se abre para uma nova melodia.


É canção sem letra, é sonho colorido que se recorda.

Poesia é sentimento que não explica, nem complica.
Revela o que a alma tenta esconder,
o que apenas os olhos dizem,
e muitos não sabem interpretar.

Poesia é o dia, mas se vive a noite.
É arco-íris, sol e chuva,
em perfeita sintonia com a criança.
Enquanto houver poesia, existirá esperança.

Que os homens não se envergonhem dos seus sentimentos.
Que possamos viver instantes de pura magia,
vale rir e vale chorar, tudo é poesia.
Ainda que a guerra passe por cima dos sonhos de paz, a flor ainda pode vencer o canhão,
se ela for empunhada por mais de uma mão.

Tudo é vida, soneto e melodia,
pois até na morte, encontramos poesia.
Valsa triste de um até logo, pois a vida continua,
como a estrofe inacabada do verso que te digo,
você é mais do que poesia, é verdadeiro amigo.

A poesia que habita em mim, saúda a sua sensibilidade, e convida para a reflexão da vida e da eternidade.
Tudo é passageiro, mas a poesia que é filha do amor, permanece.

Porque o tempo passa, mas a alma não esquece.

Paulo Roberto Gaefke

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget