Páginas

terça-feira, 16 de outubro de 2012

PARE DE FUGIR DA RESPONSABILIDADE...

As pessoas que fazem amizade facilmente não passam o tempo culpando outras pessoas. Se eu te convido para jantar fora e passo a noite culpando minha família, meu chefe, a vizinhança – e você – por meu estilo de vida depressivo, você não vai ficar lá muito ansioso pelo próximo convite, vai?... Portanto este é um importante motivo para você evitar viver culpando o mundo: seus amigos se cansam de você! Outro motivo para você assumir a responsabilidade pela própria vida é igualmente importante: nossa vida nunca funciona enquanto continuamos a culpar os outros...


Todas as vezes que você culpa outra pessoa, você não aprende nada, e as coisas não mudam. Quantas vezes você não disse ou ouviu frases do tipo: “não é minha culpa”, “não consigo evitar isso!”, “a culpa é da professora!”, “ninguém me entende!”, “a culpa é do governo que deveria fazer alguma coisa!”, “ninguém liga para mim!”, e por aí afora.


Isso é conversa de perdedor. A ideia central por trás de tudo isso é: “não tenho culpa por essa situação, portanto não vou corrigi-la”. Infelizmente, porém, enquanto culpamos os outros, o problema nunca se resolve e os “problemáticos” permanecem frustrados e infelizes...

Se você não consertar sua vida, quem o fará? A escolha é exclusivamente sua. Ninguém pode fazê-lo infeliz sem que você permita isso.

Não importa o que alguém diz ou faz, porque é você quem escolhe como vai reagir... Não culpar os outros também significa assumir a responsabilidade por suas ações... Se você for sincero consigo mesmo, vai escolher onde estar, o que dizer, como reagir. Você vai escolher tudo em sua vida: suas companhias, seu emprego, seu par, seus pensamentos. E quanto mais cedo você admitir que a escolha é sua – que só depende de você – mais cedo vai começar a viver plenamente.

Andrew Matthews, no livro "Faça amigos"

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget