Páginas

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

REFLEXÃO...

Não devemos exigir que a ciência nos revele a verdade. Num sentido corrente, a palavra "verdade" é uma concepção muito vasta e indefinida.

Devemos compreender que só podemos visar a descoberta de realidades relativas. Além disso, no pensamento científico existe sempre um elemento poético. A compreensão de uma ciência, assim como apreciar uma boa música, requer em certa medida processos mentais idênticos.

A vulgarização da ciência é de grande importância se proceder de uma boa fonte. Ao procurar-se simplificar as coisas, não se deve deformá-las. A vulgarização tem de ser fiel ao pensamento inicial.

A ciência não pode, é evidente, significar o mesmo para toda a gente. Para nós, a ciência é em si mesma um fim, pois os homens da ciência são espíritos inquisidores. (...) a sociedade torna possível o trabalho dos sábios, alimenta-os. Tem, pois, o direito de lhes pedir por seu lado uma alimentação digestiva...

Albert Einstein

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget