Páginas

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

PERGUNTARAM-ME SE ACREDITO EM DEUS...

"...Deus é como o vento. Sentimos na pele quando ele passa, ouvimos a sua música nas folhas das árvores e o seu assobio nas gretas das portas. Mas não sabemos de onde vem nem para onde vai. Na flauta, o vento se transforma em melodia. Mas não é possível engarrafá-lo. No entanto, as religiões tentam engarrafá-lo em lugares fechados a que elas dão o nome de 'Casa de Deus'. Mas, se Deus mora numa casa, estará ele ausente do resto do mundo? Vento engarrafado não sopra..."

(Rubem Alves-"Perguntaram-me se acredito em Deus")

Um comentário:

Luz13 disse...

É como diz Aline, da Cidade das Pirâmides, “Despertar sua consciência o torna pensante, lúcido, um DEUS em ação”. Vejam: www.deolhonomundo.com
Abraços!

Ocorreu um erro neste gadget