Páginas

quarta-feira, 13 de março de 2013

O ENCANTO...

Pelos que nunca foram, e sonharam ser,
abro espaço no livro do querer,
bendito os que tentam e não desistem.
Ainda que não alcancem, 
ainda que não seja o momento,
terão contentamento.

Pelas árvores que hoje se agigantam,

meus olhos se encantam,
quero abraça-lás como criança,
pois sua sombra, pra mim é lembrança,
de dias de pique-esconde, brincadeiras sem fim,
desse eterno menino, que se revela em mim.

Pela natureza que me encanta, eu canto,
deixo de lado o que a maltrata, me encanto:
com o mar que se agiganta, e se acalma,
com as flores que se abrem, e perfumam,
com a terra que molhada, se torna fecunda,
e no ar da tarde, deixa seu perfume,
"cheiro de esperança molhada",
certeza do florescer das sementes,
é a vida em movimento, é o renascer.


Por isso, quando perguntam, onde está Deus, 
mostro a noite atapetada de estrelas,
a lua formosa em seu eixo,
as pedras coloridas, os seixos,
a  simplicidade do complexo mundo,
 vasto mundo...
Os passarinhos cantando nas árvores,
os rios seguindo seu curso, sem lamentação,
a vida segue seu curso...

E quando perguntam onde encontrá-lo,
mando colocar a mão no peito, ouvir seu coração,
é Deus em constante oração,
é o Deus que habita em mim, que tudo vê,
saudando o Deus que habita em você.

Deus está  sempre presente,
e quando achar que Ele está ausente,
não foi Ele quem se afastou,

é a sua relutância, o seu descrédito,

Deus está apenas aguardando seu chamado,
com quem quer regar uma flor,
pois Deus é mais do que Tudo,
Deus é amor.

Ele acredita em você
Paulo Roberto Gaefke

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget