Páginas

quarta-feira, 15 de maio de 2013

VAMPIRISMO NO RELACIONAMENTO...


Existem relacionamentos em que um se perde no outro, deixando com que as ideias do outro ressequem as suas próprias e, como galhos secos, a alma vai definhando.
Os ideais do outro passam a suplantar os nossos próprios (sem que percebamos) e as conquistas do outro parecem suprir as nossas necessidades, desta forma formamos laços de total dependência e anulação de si mesmos.
Relacionar-se é estar inteiro com todas as suas ideias interagindo com as ideias do outro.
É uma intersecção de forças, e não uma anulação.
Você não sucumbe ao outro, você coexiste.
Quem domina pode ter a impressão de força, porém, este também míngua, porque a árvore ressequida se nutre da árvore aparentemente saudável.
Nesta simbiose ambos perdem, em vez de troca, existe um vampirismo energético dos dois lados, sem potência suficiente para alcançar o esplendor que um relacionamento saudável produz.
Analise: na relação, você é a árvore frondosa ou a árvore ressequida? Se for a primeira, saiba que poderia florescer muito mais e ainda contribuir para o crescimento de seu parceiro.
Se for a segunda, você pode viver, e também trazer o seu talento e personalidade, agregando e impulsionando o crescimento de seu parceiro; não se esconda, revele-se e encante a todos com a graciosidade de sua personalidade.
Lembre-se: relacionamento é crescimento mútuo. Una o seu melhor com o melhor do seu parceiro e voe alto, na direção do seu coração e da felicidade que é compartilhar cada momento vislumbrando novos horizontes a serem trilhados juntos.
A vida cria novo sentido quando vivida à dois.

Maura de Albanesi

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget