Páginas

sexta-feira, 7 de junho de 2013

Sempre existe um jeito generoso, educado e leve de se dizer não. 
Agora, se o outro responde bem ou reage mal, é uma solução ou um problema só dele. 

Ninguém sabe o quanto te pesa uma determinada situação. 
Ninguém vai reconhecer uma determinada concessão que você fez em detrimento de si próprio para atender os outros.

Por pior que seja a reatividade do outro ao seu “não”, nunca será mais prejudicial do que o danos causados pela sua “não preservação de si próprio”.

A gente só pode doar saudavelmente o que nos sobra e para quem nos percebe.

Foco no afeto!

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget