Páginas

segunda-feira, 17 de junho de 2013

TEMPO DE GRAÇA...

“Tudo tem o seu tempo determinado… tempo de guerra, e tempo de paz”. Eclesiastes 3.1-8
“E, vindo, ele evangelizou a paz, a vós que estáveis longe, e aos que estavam perto”. Efésios 2:17.

Aconteceu no dia 8 de maio de 1945. 
O fim da Segunda Guerra Mundial.
Minha família estava reunida para o almoço.
Segundo seu costume, meu pai fez uma oração.
Porém nesse dia o tom de sua voz mudou.
Agradeceu a Deus porque a guerra havia terminado e porque nós, iríamos escapar daquele pesadelo.
Sua voz ficou embargada e ele chorou de emoção.
Lembro que reagiu da mesma maneira no começo da guerra.
Nessa época eu era muito pequeno, mas as lágrimas de meu pai me avisaram que coisas terríveis estavam por vir…
Porém, por que chorar nesse dia, dia de paz?

Depois de um longo silêncio, meu pai disse: Não olhamos na mesma direção. Vocês, jovens, olham para o futuro: a paz. Então podem se alegrar. 
Nós, os pais, pensamos em tantos sofrimentos dos anos de guerra… e choramos.

Ele explicou que sempre existem duas maneiras de se apreciar um acontecimento: pode-se constatar as terríveis consequências dos erros humanos, mas também reconhecer a misericórdia de Deus que permite uma trégua, um alívio, um tempo de reflexão.

Além disso, nos dá um tempo de nos voltarmos para Ele e de Lhe servirmos com gratidão.

Nosso dever é aproveitar esse tempo de paz, ou, em outras palavras, esse tempo de graça para acertarmos nossa vida com Deus e receber a Jesus Cristo como nosso Salvador e Senhor.

Hoje, agora mesmo, é o tempo determinado para isso!

Pense Nisso!

Fonte: Devocional Boa Semente

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget