Páginas

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

...

No amor maduro um dá ao outro a chave do próprio mundo.
Dar a chave é dar a liberdade de ir e vir, respeitando os espaços, e tendo a segurança de que, se o outro aceita essa chave, está tudo bem.
Dar a chave também é retirar-se na hora certa , não desistindo do amor, mas dando o tempo necessário para que aconteçam a redescoberta e a valorização do que sentem. Não só pelo outro, mas por si mesmos.


Aglair Grein-psicanalista

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget