Páginas

terça-feira, 17 de setembro de 2013

OS OLHOS PROFUNDOS DE JESUS...

Uma das coisas mais apaixonantes que eu vejo em Jesus,
é a sua capacidade de ver além de qualquer aparência.
É fazer perguntas contundentes, que parecem irônicas,
mas que mostram a nossa natureza nua e crua,
sem retoques e sem chances de "fazer teatro".

Como se esconder dos olhos de Jesus?
Como negar as nossas fraquezas e inquietações?
Podemos fingir para o mundo, mas não fingimos para nós.
E é nesse ponto que o Cristo vai buscar a nossa verdade.

Ali, diante do cego Bartimeu, Ele pergunta sem rodeios:
- O que queres que eu te faça?
Qualquer um diria que o cego queria ver de novo,
outros mais estressados já sairiam curando o homem sem pensar.
Mas Jesus olha lá no fundo da alma daquele homem e faz a pergunta:
- O que queres que eu te faça?

Imagine se a cegueira desse homem fosse o seu ganha pão?
Imagine se essa cegueira fosse a sua "desculpa" para não o não fazer?

Quanta coisa havia naqueles olhos profundos de Jesus,
quantas respostas cabem nessa pergunta simples.

E você?
O que desejaria?
O que precisa agora para ser feliz, é de um milagre ou de alguém que conserte os seus erros?

Imagine agora, o próprio Mestre Jesus com seus olhos profundos,
encarando os seus olhos e fazendo a pergunta:
- O que queres que eu te faça?

Pense no que vai pedir, pode ser que você descubra que nem precisa de alguma
coisa a mais para ser feliz.

Nesse momento, os olhos profundos de Jesus se transformam em doce sorriso que lhe mostrará que você entendeu que tudo pode, naquele que lhe fortalece.


- O que queres que eu te faça?

Eu acredito em você
Paulo Roberto Gaefke

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget