Páginas

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

O ESPÍRITO DA TRISTEZA...


A Alma quer viver!
O espírito entristecido não se contenta com nada material.
O dinheiro pode até trazer um alento, uma preocupação a menos,
mas não consegue contentar a alma.
Os bens podem até fazer com que você sinta conforto ou prazer,
mas não conseguem acomodar a alma aflita, nem preencher.
O sucesso pode te tornar super conhecido, badalado, cortejado,
mas nem sempre verdadeiramente amado.
Por isso dizemos que estamos com o “espírito da tristeza”,
quando nada nos alegra ou contenta.
Fingimos um sorriso, mostramos a cara alegre, mas não convencemos.
O Espírito precisa de coisas do Espírito.
Por isso a oração, a meditação e o tempo de silêncio,
são tão importantes para o espírito se libertar.
Nesse momento em que você silencia os pensamentos,
abandona os desejos da carne, os sonhos inúteis de conquistas,
e se concentra em você, há uma libertação da alma.
Que mostra, como se fosse um Raio-X, tudo o que lhe aflige.
Assim, você pode parar de buscar o Vazio das coisas perecíveis,
e se preencher das maravilhas do que nunca acaba, do que é eterno.
O amor por exemplo, é uma dessas maravilhas.
A caridade, a bondade, a gentileza, a perseverança, fazem parte desse círculo amoroso.
Ouça a sua alma!
Pare de correr atrás das borboletas do desejo,
e abra o seu coração para recebê-las em cortejo.
Deixe o amor te visitar, deixe a alma sonhar.
Acredite na certeza de que a vida é um presente,
e a alma anseia por viver.
Por que você é a porta,
a vida o caminho,
e a alma, a própria estrada.

Paulo Roberto Gaefke

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget