Páginas

quinta-feira, 17 de abril de 2014

MEU JEITO DE CAMINHAR...

Descobri nos erros dos meus passos perdidos,
que sou capaz de superar grandes dores,
de renunciar desejos tolos e esquecer grandes amores.

O que me importa é não ferir alguém que não mereça,
mas sinto muito se não me entenderem.
Se ficarem magoados pela minha maneira de ser.
Infelizmente, não existe ainda quem a todos agrade,
e eu não quero ser a exceção, 
nem faço questão.

Vivo cada dia como se realmente fosse um presente.
A minha chance de transformar situações.
E se me perco em um soluço fraco, ou se me derramo em lágrimas,
é a minha intuição me guiando mais uma vez,
rumo a certeza de que posso ser feliz com o que tenho,
por isso sigo, persisto e não me detenho.

Não desejo nada de ninguém, nem te invejo.
Apenas sigo meu caminho, do meu jeitinho.
Para muitos, um carinho,
para outros, um adeus.
Pra mim, sempre a certeza de que não ando só,
tenho comigo, a companhia de Deus.

Desejo-lhe o melhor, porque o melhor está chegando pra mim.
E eu só posso pensar assim...

Paulo Roberto Gaefke

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget