Páginas

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

IGNORANTES...


O sábio Galileu Galilei, físico, matemático e astrônomo italiano (1564-1642), afirmava:
- "Quanto menos alguém entende, mais quer discordar."

Este é o "Tratado Geral dos Ignorantes", um resumo do que acontece com aquelas pessoas que tudo querem discutir, que mal conseguem manter a língua dentro da boca, para tudo e para todos tem uma "recomendação", uma censura, uma pitada do seu mau-humor.
São esses "ignorantes" que não conseguem travar um diálogo quando se acham "ofendidos", quando se julgam "ultrajados", quando acreditam que têem razão, e normalmente eles são os donos da razão e usam o poder de discussão. Sentem um prazer enorme em dizer: "não falei que eu estava certo", o seu gozo está em "humilhar, ridicularizar, espancar, levar o sofrimento, seja pelas palavras que aprenderam a dominar, seja pelos músculos que exercitam diariamente.
Esses ignorantes não são os que não estudaram, nem "os sem diplomas", nada disso, são muitas vezes os doutores da lei, os mesmos "fariseus" que Jesus já especificou há mais de 2000 anos atrás, e que hoje vivem vestidos em becas, em jalecos brancos, em paletós de risca, em cargos e títulos de importância duvidosa.
Por isso, ao avistar um ignorante desses, seja no trânsito, seja nas repartições e instituições, na rua onde mora, no seu condomínio, na escola que frequenta, no seu trabalho, ou em qualquer lugar, não perca a sua saúde e nem o seu tempo discutindo com quem não tem nada além "de ressentimento dentro de si mesmo para oferecer".
Mentalmente, silenciosamente, faça uma prece por essa pessoa, peça "iluminação",clareza, e principalmente, peça a Deus que o amor toque nessa alma ferida, e que depois desse choque que só o amor pode produzir, ela se encontre, para descobrir que só a FRATERNIDADE, A TOLERÂNCIA E O AMOR, podem mudar qualquer coisa. O resto é resto.
Por onde você for, seja o que planta, não o que pisa no jardim.
Paulo Roberto Gaefke

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget