Páginas

quarta-feira, 15 de julho de 2009

PROBLEMAS...


Diante desse ou daquele problema que te aflija, perdendo forças inutilmente:
Se é doença no próprio corpo, a inquietação não se te fará remédio;
Se é enfermidade em pessoas queridas, a irritação que demonstres apenas lhes prejudicará o campo emotivo;
Se é dívida a pagar, não te liberarás com lamentações;
Se alguém te feriu e não desculpas a ofensa recebida, o ressentimento se te manifestará no coração, comprometendo-te o equilíbrio orgânico;
Se a tua dor se verifica ante a desencarnação de entes queridos, a inconformação a que te entregas tão só se te fará tumultuar o círculo daqueles aos quais mais amas.
Perante qualquer problema, se não queres agravá-lo, aceita-o, com paciência, porque assim formarás em ti mesmo o clima favorável ao auxílio dos Mensageiros do Eterno Bem, que te sustentarão as energias, de modo a que promovas
a única solução segura e verdadeira que te faz necessária e que será sempre: trabalhar.
Texto extraído do Livro Hoje – Emmanuel
Francisco Cândido Xavier

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget