Páginas

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

NOTAS SOBRE A HUMILDADE...

Não se cobra humildade de ninguém. Isso já é soberba.
-A palavra "humildade" não sai da boca do humilde. Quem diz "eu sou humilde", com isso, já não está sendo.
-Às vezes, por nos sentirmos pequenos, julgamos que o outro se sente maior.
-Excelente exercício de humildade vem das abelhas. Colaborar é ungir-se de união, abstenção e subserviência.
-Quem precisa demonstrar grandeza é apenas quem não a possui. E quem não a possui, ainda está pequeno.
-Quando nos incomodamos com a soberba alheia, é bom prestarmos atenção em nós mesmos. Quem se sente inferiorizado, ainda não entendeu que não há superiores. E se não há, porque nos incomodarmos? O outro está no caminho do aprendizado, assim como nós, ainda que em diferentes estágios.
-Quem cumprimenta, sorri, faz-se simpático e receptivo, está agindo apenas educadamente, sorridentemente, simpaticamente e receptivamente. Humildade é outra coisa. É a consciência de saber que você é apenas você. Nem mais e nem menos, nem acima e nem abaixo de ninguém.

Há políticos corruptos em busca de votos, mestres em cumprimentar a todos.
Há gente que recebe bem e fala pelas costas após a despedida.
Quando chamamos alguém de humilde, pelo fato de termos sido atendidos em algum propósito, estamos julgando sem conhecimento, dentro de um contexto em que, por nosso egoísmo e carência, nos deixamos levar por quem nos mima.
Age com humildade aquele que não se preocupa em agradar, mas com a educação e o amor que aprendeu a ter ao próximo, sabe que todos temos choro e riso suficientes, nem acima e nem abaixo de ninguém, nem mais e nem menos do que plantamos.


Victor Chaves

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget